Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2642
Title: A importância do apoio emocional do enfermeiro ao adolescente no pós-transplante de rim
Authors: Paiva, Laís Mariano de
metadata.dc.contributor.advisor: Tavares, Claudia Mara de Melo
metadata.dc.contributor.members: Muniz, Marcela Pimenta
Ferreira, Rejane Eleuterio
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Paiva, Laís Mariano de. A importância do apoio emocional do enfermeiro ao adolescente no pós-transplante de rim. 2016. 45 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem e Licenciatura)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016
Abstract: Introdução: O crescimento do número de transplantes em crianças e adolescentes no mundo impulsionou a realização de estudos acerca do impacto psicossocial que o procedimento exerce na criança, no adolescente e em sua família. Uma vez obtido o êxito no processo de transplante, há necessidade de se trabalhar fortemente na adesão ao tratamento, sendo o ambulatório do transplante o principal lócus dessa ação. No presente estudo busca-se compreender: Como o enfermeiro realiza o apoio emocional ao adolescente transplantado renal no ambulatório hospitalar? METODOLOGIA: Estudo de revisão integrativa, que utilizou os seguintes descritores: Adolescente, emoções, relação enfermeiro-paciente, transplante renal e ambulatório hospitalar. Como não foram suficientes para identificar os artigos para a base de dados da pesquisa, adicionamos outros: cooperação do paciente, saúde mental e qualidade de vida – para constituição do corpus do trabalho. A amostra final analisada foi composta de nove artigos internacionais. RESULTADOS: O resultado aponta que o principal tipo de pesquisa utilizada pelos artigos encontrados foi qualitativa. Foram localizadas publicações em diferentes periódicos, em distintos campos do conhecimento. O material bibliográfico obtido depois de procedida a analise temática foi organizado e discutido nas seguintes categorias: Adesão ao tratamento – desafio para o ambulatório de transplante e especificidade do adolescente; Adesão ao tratamento – desafio para o ambulatório de transplante e especificidade do adolescente; Atenção à saúde mental e qualidade de vida de adolescentes transplantados: bases para o apoio emocional pelos enfermeiros.CONCLUSÃO: O apoio emocional e cognitivo adequado realizado com o adolescente transplantado renal pode melhorar sua qualidade de vida, diminuindo ansiedade e medo. Esse apoio é decisivo para adesão ao tratamento e a continuidade e qualidade da vida do paciente. Desta forma, a ação dos profissionais de saúde deve estar orientada para promover a motivação do paciente estabelecendo objetivos visando à adesão ao tratamento em conjunto com outros objetivos pessoais e característicos da idade
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: The growth in the number of transplants in children and adolescents in the world boosted conducting studies also on the psychosocial impact that the procedure has on children, adolescents and their families. Once obtained the success in the transplantation process, there must me an effort to improve treatment adherence, and the transplant clinic is the main locus of this action. This present study seeks to understand: How does nurse provide emotional support to kidney transplanted adolescents at hospital’s clinic? METHODOLOGY: integrative review study, which used the following descriptors: Adolescents, emotions, nurse-patient relationship, kidney transplantation and hospital outpatient clinic. Since they were not sufficient to identify enough articles in the searched database, others were also used: patient compliance, mental health and quality of life - for the opening of the work corpus. The final sample consisted of nine international articles. RESULTS: The result shows that the main type of research used by the found articles was qualitative. They were located publications in different journals in different fields of knowledge. The bibliographic material obtained after the analysis proceeded theme was organized and discussed in the following categories: Adherence to treatment - challenge for the transplant clinic and adolescent specificity; Mental health care and quality of life of transplanted adolescents: bases for emotional support by nurses.CONCLUSION: Adequate emotional and cognitive support conducted with adolescent kidney transplant can improve their quality of life, reducing anxiety and fear. This support is crucial for adherence to treatment and the continuity and quality of life of the patient. Thus, the action of health professionals must be focused towards promoting the patient's motivation, setting goals aiming at adherence to treatment in conjunction with other personal goals and characteristic of their age
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2642
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Laís Mariano de Paiva.pdf597.11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.