Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2925
Title: A percepção dos valores organizacionais: contribuições para a gestão em uma empresa de serviços de energia
Authors: Palharini, Dayana Barros
metadata.dc.contributor.advisor: Zotes, Luis Perez
metadata.dc.contributor.members: Lima, Gilson Brito Alves
Souza, Cristina Gomes de
Issue Date: 10-Sep-2014
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: O objetivo com esta dissertação foi investigar a percepção de valores organizacionais percebidos e desejados pelos colaboradores de uma empresa de serviços de energia, e sua correspondente adesão aos valores organizacionais instituídos de forma oficial pela empresa. Para atingir este objetivo a metodologia utilizada baseou-se na identificação das preferências axiológicas dos valores organizacionais. A amostra investigada foi composta por 40 colaboradores da áreas de suporte e de negócios, escolhidos aleatoriamente em cada setor integrante das áreas correspondentes, o que resultou em trinta por cento do total de colaboradores que compõem a Unidade sediada no Rio de Janeiro. A composição da amostra considerou o tempo de serviço na empresa, sexo e área a qual pertence. Para fins de identificação dos valores praticados na organização e desejáveis na percepção dos respondentes, utilizou-se o Inventário de Valores Organizacionais, conforme proposto por Tamayo, Mendes e Da Paz. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva, com a finalidade de identificar a consistência interna dos itens, a média, desvio padrão e coeficiente de rendimento da amostra no geral, por gênero e por área. Os polos foram analisados a luz dos valores oficialmente instituídos pela empresa. O instrumento apresenta-se consistente, com um coeficiente alpha acima de 0.8, tanto para escala do real quanto do desejável. Em cada dimensão as diferenças de média são praticamente desprezíveis, assim como não se observa uma aderência clara da percepção dos respondentes aos valores oficiais. É possível hipotetizar dos dados coletados quando confrontados com os documentos oficiais da empresa que esta acena e/ou estimula a autonomia e o igualitarismo, mas cultiva os valores correspondentes a conservadorismo e a hierarquia. As variáveis de gênero e a de área de atuação não afetam a percepção dos respondentes de modo geral. Como conclusão é possível dizer que apesar do caráter exploratório do estudo, ele contribui para a compreensão dos valores organizacionais e para gestão da cultura corporativa. O conhecimento da percepção que os colaboradores têm da dimensão do real e do desejável pode subsidiar o estabelecimento de políticas e estratégias de gestão de pessoas mais articuladas com as estratégias de negócio da empresa.
metadata.dc.description.abstractother: The main purpose of this thesis was to investigate how organizational values are perceived and desired by employees of a services company that works mostly in the field of energy, and its corresponding adherence to organizational values set by the company in official’s procedures. To achieve this goal the methodology used was based on identification of axiological preferences of organizational values. The study sample consisted on 40 employees of support and business areas, randomly selected, which resulted in thirty percent of all employees that belongs to the unit based in Rio de Janeiro. The sample was further detailed regarding time of service in the company, gender and area to which it belongs. To identify the values practiced in the organization and desirable in the perception of the respondents we choose to use the Inventory of Organizational Values, as proposed by Tamayo, Mendes e Da Paz. All information was subjected to descriptive statistical analysis, in order to identify the internal consistency of the items, the averages, standard deviations and coefficient of income, by gender and area. The poles were analyzed considering the values officially established by the company. The inventory has showed to be consistent with an alpha coefficient above 0.8, for both the real and desirable scales. In each dimension the average differences are practically worthless, as it indicates that there´s no compliance to official figures. Generally the variables gender and area of work does not affect the perception of respondents. As a conclusion we can say that despite the exploratory nature of the study, it contributes to the understanding of the values of the organization perceived and desired by its employees. Knowing the perception that employees have the of real and desirable dimensions can subsidize thee establishment of policies and management strategies more articulated with the business strategies
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2925
Appears in Collections:MSG - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Dayana Palharini.pdf1.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.