Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2964
Title: O gerenciamento dos riscos ocupacionais na saúde da enfermagem no âmbito hospitalar
Authors: Silva, Rafael Pires
metadata.dc.contributor.advisor: Valente, Geilsa Soraia Cavalcanti
metadata.dc.contributor.members: Silva, Marcelle Miranda da
Camacho, Alessandra Conceição Leite Funchal
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Silva, Rafael Pires. O gerenciamento dos riscos ocupacionais na saúde da enfermagem no âmbito hospitalar. 2016. 110 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2016
Abstract: Introdução: Os profissionais de enfermagem estão expostos a uma série de riscos a saúde, pois a presença de riscos ocupacionais nos ambientes de trabalho desta categoria é inevitável, uma vez que o contato com fatores químicos, biológicos, físicos, mecânicos, ergonômicos e psicossociais se faz presente em seu cotidiano. Assim, este estudo teve como objetivo geral analisar como o gerenciamento de riscos ocupacionais pode promover a saúde da enfermagem no âmbito hospitalar. Os objetivos específicos foram descrever as principais interferências dos riscos ocupacionais na saúde da enfermagem que atua no âmbito hospitalar; discutir sobre a atuação do enfermeiro no gerenciamento dos riscos ocupacionais no âmbito hospitalar. Método: Pesquisa descritivo-exploratória com abordagem qualitativa. A coleta de dados foi realizada no Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP/UFF), localizado na cidade de Niterói, situado no estado do Rio de Janeiro, em todos os setores do referido Hospital, entre os meses de junho a novembro do ano de 2015 e janeiro e fevereiro do ano de 2016. Critérios de inclusão: enfermeiros e técnicos de enfermagem, atuantes em qualquer setor do HUAP tanto na gerência como na assistência; Critérios de exclusão: enfermeiros de licença por motivos diversos e férias no período de coleta de dados. Então, foram entrevistados 12 enfermeiros e 10 técnicos em enfermagem. Resultados: Os principais fatores que afetaram os profissionais de enfermagem foram a sobrecarga de trabalho pelo número grande de pacientes ou número diminuto dos profissionais, infraestrutura inadequada e organização gerencial insuficiente. Quando o profissional não descarregava o problema e o mesmo somatizava, surgiam as doenças ocupacionais e a maioria dos depoentes relatou que sofre de algum tipo de patologia que afeta a sua saúde, manifestando-se sob a forma de ansiedades, noites mal dormidas, problemas psicossomáticos, musculoesqueléticos, dentre outros. A partir destes levantamentos, percebe-se uma cadeia de problemas institucionais e sociais, ou seja, licenças médicas, encargos tributários e sociais, entre outros. Em virtude disso, ficou evidenciado que as interferências do trabalho na vida do profissional de enfermagem são enormes, visto que no HUAP apesar de existir um gerenciamento de riscos ocupacionais, ainda carece de maiores esforços para aplicar a educação permanente na rotina do hospital. Conclusão: Sugere-se a uniformização de um Protocolo Operacional Padrão (POP) sobre gerenciamento de riscos ocupacionais dentro do HUAP. Além da uniformização, torna-se necessária a implementação, que para tal, os profissionais de enfermagem deverão ter meios e condições para elaborarem e implementarem ações educativas e preventivas concernentes aos riscos e acidentes ocupacionais, caso contrário, os profissionais continuarão submetidos e expostos a estes mesmos riscos.
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: Nursing professionals are exposed to a number of health risks, because the presence of occupational hazards in the workplace this category is inevitable, since the contact with chemical, biological, physical, mechanical, ergonomic and psychosocial if is present in their daily lives. This study aimed to analyze how the management of occupational hazards can promote health nursing in hospitals. The specific objectives were to describe the main interference of occupational hazards in the health of nursing who works in hospitals; discuss the role of nurses in the management of occupational hazards in hospitals. Method: a descriptive and exploratory research with qualitative approach. Data collection was performed at the University Hospital Antônio Pedro (HUAP / UFF), located in the city of Niteroi, located in the state of Rio de Janeiro, in all sectors of the said Hospital, between the months of June to November 2015 and January and February 2016. Inclusion criteria: nurses and nursing technicians, operating in any sector HUAP both in management and in assistance; exclusion criteria: License nurses for various reasons and holiday in the data collection period. So, we interviewed 12 nurses and 10 nursing technicians. Results: The main factors that affected nursing professionals were the work overload by the large number of patients or small number of professionals, inadequate infrastructure and insufficient management organization. When the trader has not unloaded the problem and the same somatized, appeared occupational diseases and most deponents reported suffering from some kind of pathology that affects your health, manifesting itself in the form of anxiety, sleepless nights, psychosomatic problems, musculoskeletal, among others. From these surveys, we perceive a chain of institutional and social problems, ie sick leave, tax and social charges, among others. As a result, it was evident that the interference of work in the life of nursing professionals are enormous, as the HUAP despite a managing occupational hazards, still needs further efforts to implement lifelong learning in the hospital routine. Conclusion: It is suggested the standardization of a Standard Operating Protocol (POP) on occupational risk management within the HUAP. In addition to the standardization, implementation becomes necessary, that for such nursing professionals should have the means and conditions to develop and implement educational and preventive actions regarding the risks and occupational accidents, otherwise the professionals continue subjected and exposed to these same risks.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2964
Appears in Collections:PACCS - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rafael Pires Silva.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.