Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3228
Title: O papel do enfermeiro no cuidado de crianças portadoras de diabetes mellitus tipo 1 na escola
Authors: Pimentel, Ulrick Stephanie Ferraz
metadata.dc.contributor.advisor: Cursino, Emília Gallindo
metadata.dc.contributor.advisorco: Aguiar, Rosane Cordeiro Burla de
metadata.dc.contributor.members: Cursino, Emília Gallindo
Silva, Liliane Faria da
Aguiar, Rosane Cordeiro Burla de
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Pimentel, Ulrick Stephanie Ferraz. O papel do enfermeiro no cuidado de crianças portadoras de diabetes mellitus tipo 1 na escola. 2014. 59 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2014.
Abstract: O presente estudo tem como objeto o papel do enfermeiro no cuidado de crianças com necessidades especiais de saúde portadoras de DM1 no ambiente escolar frente às dificuldades enfrentadas pelas crianças em relação ao seu tratamento. E os objetivos são: Identificar as demandas de cuidado de crianças portadoras de DM1 para que suas necessidades especiais de saúde sejam atendidas no ambiente escolar na percepção dos pais e professores; Analisar as dificuldades de pais e professores no cuidado da criança com necessidades especiais de saúde portadoras de DM1 na escola; Descrever as ações do enfermeiro voltadas para cuidado da criança portadora de DM1 no ambiente escolar a partir da demanda de pais e professores. Esta pesquisa é do tipo descritiva e exploratória, com abordagem qualitativa, cujo cenário foi a escola de aplicação da UFF, Colégio Universitário Geraldo Reis. Os participantes foram uma mãe e seis professores de crianças portadoras de DM1. Os dados foram analisados através da análise de conteúdo temática. Da análise das entrevistas emergiram cinco categorias temáticas: demandas de cuidados relacionados à patologia; necessidade de uma atenção diferenciada durante as atividades de ensino; a insegurança do professor relacionada à falta de preparo para o cuidado de alunos com DM1; o enfermeiro junto ao professor no cuidado à criança no ambiente escolar; o enfermeiro no cuidado a criança e no preparo para a realização do autocuidado. Segundo a percepção de pais e professores, as crianças portadoras de DM1 possuem demandas de cuidados relacionadas a sua patologia, tais como: cuidados com a alimentação, reconhecimento dos sinais e sintomas de hipoglicemia e hiperglicemia por parte dos educadores, necessidade de uma olhar mais atento direcionados a esses alunos nas atividades de ensino e de um tratamento diferenciado ao atender as queixas. A insegurança demonstrada pelos professores e a falta de conhecimento específico destes no manejo do aluno com DM1 mostrou a necessidade da presença do enfermeiro capaz de gerenciar os cuidados às crianças com DM1 e orientar professores e demais profissionais que convivem durante grande parte do dia com as crianças na escola. O enfermeiro em sua função de educador em saúde precisa estar inserido na escola, ambiente propício para o processo de ensino aprendizagem. Na sua prática cotidiana de promoção da saúde deve propiciar autonomia a criança nos cuidados relacionados a sua patologia.
metadata.dc.description.abstractother: This paper studied the role of nurses in the care of children with special health needs with T1DM in the school environment facing the difficulties faced by children in self-care. And the objectives are to identify the demands of caring for children with T1DM so that your special health needs are met in the school environment as perceived by parents and teachers; Analyze the demands of parents and teachers in the care of children with special health needs with T1DM in school; Describe the nurse's actions for child care carrier T1DM in the school environment based on the demand of parents and teachers. This research is descriptive and exploratory, with qualitative approach, whose scenario was the application of school UFF, University College Geraldo Reis. The subjects were a mother and six teachers of children with T1DM. Data were analyzed through thematic content analysis. The analysis of the interviews revealed five thematic categories: care demands related to pathology; need for special attention during the teaching activities; insecurity teacher related to the lack of preparation for the care of students with T1DM; the nurse with the teacher in child care in the school environment; nurses in the care of children and preparation for the realization of self-care. The perceptions of parents and teachers, children with T1DM have demands for care related to their disease, such as nutritional care, recognition of the signs and symptoms of hypoglycemia and hyperglycemia by educators, need for a closer look allocated to these students in teaching and differential treatment activities to meet the complaints. Insecurity demonstrated by teachers and the lack of specific knowledge of these in the management of students with T1DM showed the need for the presence of nurses able to manage the care of children with T1DM and guide teachers and other professionals who live for much of the day with the kids at school. The nurse in your health educator function needs to be inserted in the school environment conducive to teaching and learning process. In your everyday health promotion practice should provide autonomy in the child care related to their disease.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3228
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Ulrick Stephanie Ferraz Pimentel.pdf639.55 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons