Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3292
Title: Interação, autonomia e mediação tecnológica no ensino-aprendizagem de inglês como língua adicional
Authors: Cypriano, Ana Paula Tavares de Moraes Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Gonçalves, José Carlos
Issue Date: 6-Apr-2017
Abstract: Este estudo tem como objetivo geral averiguar a contribuição da fala-em-interação institucional de uma docente na promoção da autonomia discente, do tipo reativa, em contextos mediados pelas novas tecnologias. Situa-se no contexto de ensino e aprendizagem de língua inglesa como língua adicional, em uma escola pública de ensino fundamental, localizada no município do Rio de Janeiro. Os dados foram coletados dentro da abordagem quali-quantitativa de pesquisa. Os instrumentos de pesquisa utilizados foram questionário, gravações em vídeo e áudio de aulas da professora, atividades produzidas pelos discentes, conversas em chat da rede social Facebook e entrevista estruturada. As análises foram feitas considerando-se o conceito de autonomia como sistema multifacetado, conceitos da Análise da Conversa Etnometodológica, e da Sociolinguística Interacional que servem de instrumentos para a análise da fala-em-interação institucional. Os resultados mostram que quando a fala-em-interação institucional leva em conta as várias facetas da autonomia, ela contribui positivamente para a promoção da autonomia discente, do tipo reativa, em ambientes mediados por novas tecnologia.
metadata.dc.description.abstractother: This study aims to determine the contribution of a teacher’s institutional talk-in-interaction in promoting learner’s reactive type autonomy in technology-mediated learning contexts. Its context is related to teaching and learning English as an additional language in a public elementary school, in the municipality of Rio de Janeiro. Data were collected considering the qualitative and quantitative research approach. The research instruments used were questionnaire, recordings of the teacher’s classes, activities produced by students, interactions in Facebook chats and structured interviews. The data were analyzed considering the concept of autonomy as a multifaceted system, concepts of Conversation Analysis, and Interactional Sociolinguistics as tools for the analysis of institutional talk-ininteraction. The results show that when institutional talk-in-interaction takes into account the various facets of autonomy, it contributes positively to the promotion of student’s reactive type autonomy in technology-mediated learning contexts.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3292
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese-AnaPaulaTavaresdeMoraesSilvaCypriano.pdf38.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.