Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3295
Title: Um ambiente virtual de aprendizagem e expansão do sistema de atividade ensinar e aprender Inglês em uma escola pública
Authors: Moreira, Maria Aparecida Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor: Valério, Kátia Modesto
Issue Date: 7-Apr-2017
Abstract: O presente trabalho narra a trajetória de um ciclo de aprendizagem expansiva, concebido sob a forma de um projeto pedagógico de criação, experimentação e implementação de um ambiente virtual de aprendizagem (AVA) para complementar e expandir as aulas de língua inglesa do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental de uma escola pública, na cidade do Rio de Janeiro. A pesquisa teve como objetivo suscitar reflexões sobre como a adoção de uma tecnologia da Web 2.0 contribuiu para a construção de um novo modelo para o sistema de atividade aulas de inglês na escola. Tal modelo consiste de uma situação híbrida de ensino e aprendizagem que, além de conjugar a experiência virtual com a presencial, também oferece a alunos e professor a experimentação de novas formas de ensinar e aprender pautadas na interação social e na colaboração, elementos que fundamentam o paradigma da Aprendizagem Participativa, em contraponto ao Paradigma da Aquisição que ainda predomina nos ambientes escolares (SFARD, 1998). O projeto foi descrito e analisado dentro da ótica da Teoria da Atividade Sócio-histórico-cultural (TASHC) e segue o modelo do ciclo da Aprendizagem Expansiva de Engeström (1987), caracterizada como a 3ª geração da referida teoria. A TASHC se mostrou um caminho viável para o acompanhamento e a compreensão do processo de transformação promovido pelo projeto na prática pedagógica. Conceitos desenvolvidos dentro desse referencial teórico, como contradição e agência, orientaram tanto o próprio ciclo de aprendizagem quanto a interpretação dos dados por ele gerados. Os dados revelaram indícios de que as oportunidades promovidas pelo projeto resultaram na emergência de um modelo híbrido de aprendizagem, ainda que incipiente. Foi possível também observar entre os alunos que se engajaram no projeto a emergência de uma nova modalidade de agência que os conduziu à reconceitualização do objeto da atividade aulas de inglês na escola. Por fim, o ciclo expansivo fez emergir novas contradições, sobretudo aquelas originadas pelo conflito entre os dois paradigmas de ensino e aprendizagem mencionados acima. Tais contradições apontam para a necessidade de continuidade do referido ciclo. Desse modo, a minha expectativa é de que o presente trabalho possa contribuir para estimular a reflexão sobre o potencial inovador que as novas tecnologias oferecem ao ensino de língua inglesa no país, quando sua adoção é compreendida dentro do contexto histórico e social dessa prática pedagógica.
metadata.dc.description.abstractother: This study describes the trajectory of a cycle of expansive learning prompted by a school project of creation, experimentation and implementation of an online learning environment to extend and expand my teaching of English to Elementary classes in a Federal school in the city of Rio de Janeiro, in Brazil. It addresses the question about how the use of Web 2.0 technologies can contribute to the construction of a new model for the English classes at school, understood as an activity system. This model encompasses a blended situation which conjugates not only online and face-to-face classes but also experiences with new ways of learning and teaching, framed within the Participation paradigm (SFARD, 1998). This new notion of teaching and learning brings about conflicts with the Acquisition paradigm, which prevails in most school settings. The study deploys the concepts of the Cultural-historical Activity Theory (CHAT), specifically Engeström’s model of Expansive Learning (1987). These conceptual frameworks proved to be a viable means to understand the transformation process triggered by the school project. Concepts such as contradictions and agency guided both the trajectory of the expansive cycle and the interpretation of the data generated throughout the project. The findings indicate that the opportunities promoted by the project resulted in the emergence of a rudimentary form of blended learning, a new model for the activity. A new type of agency was also observed among some of the students who participated in the project, leading to the reconceptualization of the object of the activity “English classes at school”. Finally, the expansive cycle provoked the emergence of contradictions, due to the interface between the old and new model of the activity. These contradictions indicate new directions for the expansive cycle. The study demonstrates that the innovative potential of the new technologies to the teaching of English may be better fulfilled when it is accompanied by an understanding of its social and historic context of the activity where it is introduced.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3295
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE-COMPLETA-M_AparecidaMoreira.pdf9.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.