Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3324
Title: Percepção dos familiares a respeito das orientações sobre quimioterapia realizada pelos profissionais junto às crianças com câncer
Authors: Sarmento, Lorrane Sardinha
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Liliane Faria da
metadata.dc.contributor.advisorco: Góes, Fernanda Garcia Bezerra
metadata.dc.contributor.members: Silva, Liliane Faria da
Góes, Fernanda Garcia Bezerra
Paiva, Eny Dórea
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Sarmento, Lorrane Sardinha. Percepção dos familiares a respeito das orientações sobre quimioterapia realizada pelos profissionais junto às crianças com câncer. 2014. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2014.
Abstract: O objeto desta pesquisa foi a percepção dos familiares a respeito das orientações realizadas pelos profissionais sobre quimioterapia junto às crianças com câncer. Os objetivos foram descrever as orientações que os familiares acham importantes para o conhecimento da criança em idade escolar em tratamento quimioterápico antineoplásico e discutir as maneiras, na percepção dos familiares, que podem ser usadas para orientação junto à essas crianças. Para que os objetivos propostos fossem alcançados, foi escolhida a pesquisa descritiva exploratória com abordagem qualitativa. O cenário foi uma enfermaria de um hospital público pediátrico, que oferece atendimento a crianças em tratamento oncológico, localizado no Rio de Janeiro. Os participantes foram dez familiares de crianças em tratamento quimioterápico. A coleta de dados foi realizada em janeiro de 2014, a partir de uma entrevista semiestruturada. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa, tendo sido aprovada sob parecer nº 520.619. Após a coleta de dados, as falas dos sujeitos foram transcritas na íntegra e analisadas através de análise temática. Os dados obtidos evidenciaram que a maioria das crianças inicia o tratamento quimioterápico sem receber nenhuma informação sobre sua doença ou tratamento, visto que essas orientações são direcionadas aos familiares. Em alguns casos, os pais assumem o papel ativo e orientam as crianças, já em outros, os profissionais de saúde realizam as orientações. Os familiares acham importante que a criança seja orientada quanto à sua doença e tratamento. Quanto ao conteúdo das orientações, houve destaque para os cuidados com a higiene das mãos e alimentos, assim como as possíveis reações adversas do tratamento quimioterápico. Em relação às maneiras podem ser utilizadas para orientar as crianças, foram sinalizadas a utilização de meios lúdicos, como a brincadeira, desenhos, livros ilustrativos e linguagem apropriada ao nível de compreensão destas. Além do uso de abordagem carinhosa e humanizada por parte dos profissionais de saúde. Conclui-se que os familiares cuidadores de crianças em tratamento quimioterápico consideram que os profissionais de saúde orientem as crianças antes do tratamento quimioterápico e relatam a importância do uso de recursos que possibilitem a compreensão dessas informações por parte das crianças. Nesse sentido, seria possível facilitar seu entendimento e minimizar os efeitos negativos do tratamento e da doença já que, quando não orientadas, as crianças podem ser tomadas por sentimento de medo, tendo uma má experiência quanto ao processo de tratamento.
metadata.dc.description.abstractother: The family’s perception about nursing guidelines for children in anticancer chemotherapeutic treatment was the object of investigation of this research, which aims to describe the nursing-guidelines for school-age children in anticancer chemotherapeutic treatment; and to discuss the ways nurses can guide those children, according to the family’s perceptions. To achieve the proposed objectives, the exploratory descriptive research with qualitative approach was chosen. The scenario was a ward of a public pediatric hospital, wich provides care to children in cancer treatment, located in Rio de Janeiro. The subjects were ten family members of children in treatment. The data collection was held in january 2014, from a semistructured interview. The research was approved by the Ethics’ Research Committee by the number 520.619. The subjects’ speeches were transcribed and analyzed using the thematic analysis. The survey results showed that most of the children begins its treatment without getting any information about it or about the disease and also that all these informations are directed to the family member. Sometimes the parents are who give children some information and, in other cases, the health professional carry out the guidance to the child. The family members consider important that the children is informed about his/hers disease and treatment. When it comes to the informations’ content they said that is important to guide about hygiene and the care with food, and also about adverses reactions of the treatment. About the ways those children can be informed by health professional, the family members mentioned the use of recreational resources, just like playing, drawing, illustrative books and language appropriated to children’s comprehension. Besides that it was also mentioned the caring and human approach. It’s concluded that family members that take care of the children in cancer treatment believe that health professionals need to guide the children before he/she starts the treatment and also mention that important to find ways to make their comprehension easier. Therefore, such relationships mediate the best acceptance and also minimize the negative effects of treatment and disease since, when not informed, children can be taken by fear, having a bad experience on the treatment process.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3324
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Lorrane Sardinha Sarmento.pdf348.54 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons