Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3344
Title: O funcionamento do silêncio nas revistas Veja e IstoÉ no discurso sobre as manifestações de 2013/2014
Authors: Alves, Flávia Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Silmara Cristina Dela
metadata.dc.contributor.members: Medeiros, Vanise Gomes de
Baalbaki, Ângela Correia Ferreira
Issue Date: 17-Apr-2017
Abstract: O presente trabalho tem por objetivo analisar, fundamentado nos pressupostos teórico-metodológicos de Análise do Discurso, proposta por Michel Pêcheux e, baseando-se também no conceito de silêncio, formulado por Eni Orlandi, como as revistas Veja e Isto É noticiaram, produzindo efeitos de sentidos, as manifestações que ocorreram em junho de 2013 e como essas publicações relataram esses eventos após um ano, em 2014, no Brasil. Considerando que a análise discursiva pressupõe levar em conta o discurso em suas condições de produção, objetiva-se discutir a respeito do papel da mídia, relacionando à produção de sentidos para as manifestações como acontecimento jornalístico (Dela-Silva, 2011). O corpus do trabalho é constituído por edições das revistas Veja e Isto É, duas publicações representantes das chamadas revistas semanais de informação brasileiras, que apresentaram como destaque em suas capas as manifestações de junho de 2013 em comparação às edições referentes às mesmas datas, publicadas em 2014. As reportagens sobre as manifestações de 2013 foram destaques nas capas em três edições consecutivas na revista Isto É e em cinco edições em Veja. Em 2014, Veja e Isto É publicaram em suas capas reportagens sobre a copa do mundo de futebol, com poucas referências às manifestações do ano anterior. Assim, as manifestações são citadas de forma indireta em reportagens variadas, sem qualquer menção ao evento histórico que havia ocorrido no país um ano antes. Apesar de não aparecerem nas capas e raramente nas principais reportagens que integram as publicações, houve manifestações populares em 2014, principalmente nas cidades que sediaram os jogos da seleção brasileira, o que nos leva a refletir acerca das causas que motivaram esse silêncio por parte das publicações. A princípio, as duas revistas parecem sustentar seus dizeres em discursos distintos, mas em relação ao apagamento no aniversário de uma das maiores manifestações da história do país, as duas revistas dialogam com o mesmo discurso: o silêncio
metadata.dc.description.abstractother: This study aims to analyze, based on the theoretical and methodological assumptions of the discourse analysis proposed by Pêcheux and also based on the concept of silence, made by Eni Orlandi, such as Veja and IstoÉ reported, producing effects directions, the demonstrations that took place in June 2013 and how these publications reported these events after a year in 2014 in Brazil. Whereas the discursive analysis assumes take into account the speech in his speech conditions, the objective is to discuss about the role of media, relating to the production of meaning to the demonstrations as journalistic event. The work corpus consists of editions of magazines Veja and Isto two representatives publications of calls weekly magazine Brazilian information, which presented as featured on their covers the June 2013 demonstrations in comparison to issues relating to the same dates, published in 2014. The reports on the 2013 demonstrations were featured on the covers in three consecutive editions of the magazine Isto É and five editions See. In 2014, Veja and Isto published in their reporting covers about cup football world, with few references to the events of the previous year. Thus, the manifestations are mentioned indirectly in various reports, without any mention of the historical event that had occurred in the country a year before. Although not appear on the covers and rarely the main reports that integrate the publications, there were demonstrations in 2014, mainly in the cities that hosted the games of the national team, which leads us to reflect on the causes that motivated this silence by the publications . At first, the two magazines appear to support their sayings in different speeches, but in relation to erase the anniversary of one of the largest demonstrations in the history of the country, the two magazines dialogue with the same speech: silence
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3344
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons