Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3395
Title: O particípio presente nas comédias plautinas: uma abordagem funcional
Authors: Souza, Douglas Gonçalves de
metadata.dc.contributor.advisor: Barreto, Lívia Lindóia Paes
metadata.dc.contributor.members: Oliveira, Mariangela Rios de
Vasconcellos, Paulo Sérgio de
Issue Date: 19-Apr-2017
Abstract: Nesta pesquisa, procuramos descrever os diversos usos do particípio presente nas comédias de Plauto (séc. II a. C.), à luz de alguns postulados da Linguística Funcional, em sua vertente norte-americana. Propomos uma associação entre noções linguísticas explicitadas nos textos dos autores latinos e conceitos próprios de nosso suporte teórico: as concepções de uso, variação e mudança discutidas pelas correntes teóricas modernas já estavam presentes nos manuais de retórica e de gramática antigos. Constatamos que o particípio era interpretado, de acordo com pensamento antigo, como uma classe de palavras distinta das demais, por participar ao mesmo tempo da natureza do verbo e do adjetivo. Antes mesmo da análise dos dados, indicamos diversos apontamentos acerca do emprego do particípio presente, pautados em compêndios gramaticais modernos, com o objetivo de contrastar tais informações com usos encontrados no texto do comediógrafo. Em um recorte sincrônico, observamos os particípios sempre levando em consideração o seu contexto de uso. Coletamos os exemplos nas 20 comédias, e com base neles, propomos quatro padrões funcionais: a) particípio presente com função verbal: b) particípio presente com função própria; c) particípio presente com função adjetiva; e) particípio presente com função circunstancial. Com base nesses padrões, comprovamos a nossas hipóteses iniciais de que o particípio possui níveis escalares de significação de acordo com o seu contexto de aparição e de que tais níveis escalares partem da categoria do verbo para a categoria do adjetivo
metadata.dc.description.abstractother: In this research, we intend to describe various uses of the present participle in the comedies of Plautus (centuries. III-II. B.C.), under the view of some postulates of Functional Linguistics in its North American line. We propose an association between linguistic concepts explained in the texts of Latin authors and concepts of our theoretical support: the concepts of use, variation and change discussed by modern scholars were already present in the ancient manuals of rhetoric and grammar. We note that the participle was interpreted, according to ancient thought, as a word class distinct of the others, participating at the same time the nature of the verb and adjective. Even before the data analysis, we indicated several notes about the use of the present participle, guided by modern grammatical textbooks, in order to contrast the information with uses found in the comedy writer text. In a synchronic cut, we observe the participles always taking into account their context of use. We collect the samples in the 21 comedies, and based on them, we propose four functional standards: a) present participle with verbal function: b) present participle having individual functions; c) present participle with adjectival function; e) present participle with circumstantial function. Based on these patterns, we proved to our initial hypothesis that the participle has scalar levels of meaning, according to their appearance of context, and that such scalar levels range from the category of the verb for the category of adjective
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3395
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Douglas - Dissertação Definitiva.pdf2.08 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons