Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3425
Title: Educação para o desenvolvimento sustentável em componentes curriculares no ensino de graduação: uma proposta de modelo de classificação para fins de recuperação da informação
Authors: Corrêa, Mônica Marella
metadata.dc.contributor.advisor: Ashley, Patrícia Almeida
metadata.dc.contributor.members: Barreto, Claudia Márcia Borges
Cavalcanti, Viviane Fernandez
Issue Date: 25-Apr-2017
Abstract: A educação ambiental (EA) vem sendo pensada e adotada desde a década de 70 por programas e organismos da Organização das Nações Unidas (ONU). Contudo, a partir da Rio+10, o termo educação para o desenvolvimento sustentável (EDS) passou a ser incluído nos documentos oficiais e órgãos de fomento à formação de capacidades na educação pela ONU, entendendo-se o termo educação para o desenvolvimento sustentável como um desdobramento da educação ambiental. Atualmente, na literatura acadêmica especializada e em cursos de educação superior, encontram-se diferentes conceitos, definições e práticas em EA e EDS, o que nos leva a confusões ao tratarmos de conteúdos curriculares, seja em componentes na forma de disciplinas ou em temas transversais aos currículos. Portanto, a organização e representação das informações referentes a esses temas tornam-se de grande importância para uma melhor compreensão e para diminuir a confusão existente sobre seus entendimentos, assim como para possibilitar a recuperação da informação pertinente a esses temas. O presente estudo tem como objetivo propor, testar e trazer recomendações visando a construção de um modelo de classificação de conteúdos no campo da educação para o desenvolvimento sustentável, o qual possa ser aplicável para a elaboração e recuperação de informação acerca de ementas em componentes curriculares de ensino de graduação. A metodologia adotada divide-se em três etapas. Com base no referencial teórico, foi elaborado, por método dedutivo, um modelo de classificação sobre o domínio da EDS. Para sua aplicação ao caso de cursos presenciais de Graduação na Uff, no universo dos conteúdos curriculares ofertados entre 2011.2 e 2016.2, foi dimensionada uma amostra a partir do critério de filtragem de seleção de disciplinas que apresentassem os termos ‘ambient’, ‘sustent’, ‘ética’, ‘cidadania’ ou ‘responsabilidade social’ no título ou na ementa da disciplina, encontrando-se 758 registros de distintas disciplinas. Para o foco em educação para o desenvolvimento sustentável nessa amostra, para fins de teste do modelo de classificação de conteúdos proposto, foi realizada a sua aplicação em conteúdos curriculares que tivessem o termo ‘desenvolvimento sustentável’ em seus títulos, resultando em um total de 5 conteúdos curriculares. Os resultados da aplicação do modelo de classificação de conteúdos em educação para o desenvolvimento sustentável mostram que as ementas encontradas não estão cobrindo os conceitos do domínio de educação para o desenvolvimento sustentável incluídos no modelo proposto. E que há diversidade, falta de clareza e consistência na redação das ementas dos conteúdos curriculares. Recomendações são feitas no sentido de parâmetros para a redação de ementas, articulação dos conteúdos curriculares em educação para o desenvolvimento sustentável e sugestões para futuros estudos.
metadata.dc.description.abstractother: Environmental Education (EE) has been subject to public debate, investigation and adoption by United Nations (UN) programs and agencies since early 70’s. Although, from the Rio+10, the term education for sustainable development (ESD) began to be included in the official UN documents and agencies concerning development of education capacities, understanding the term ‘education for sustainable development’ as an outcome of environmental education oriented specifically to the implementation of sustainable development agendas. Nowadays, different concepts, definitions and practices on EE an ESD can be found in specialized academic literature and in higher education institutions and courses, resulting in confusion when dealing with curricular contents, either in courses components or in cross-curricular themes. Therefore, the organization and representation of the information related to these themes become of high importance to a better comprehension and to decrease the confusion about their understanding, as well as to enable the recovery of the information related to these themes. The present study has the goal to propose, test and bring recommendations aiming the construction of a classification model for contents in the field of education for sustainable development, where it could be applicable for elaboration and recovery of information about graduation course syllabus. The methodology was divided in three steps. Based on the literature review, a classification model about ESD was elaborated adopting a deductive method. For its application to analyse the contents of course modules offered in face-to-face undergraduate courses at Universidade Federal Fluminense (Uff), within the universe of the contents offered between 2011.2 to 2016.2, a sample was dimensioned based on a multicriteria filter, selecting those course modules that show, either in the title or in the syllabus text, the terms ‘ambient’, ‘sustent’, ‘etica’, ‘cidadania’ or ‘responsabilidade social’, resulting on 758 records in different courses. To focus more specifically on those related to ESD within the sample, a second round of filtering was adopted for testing the method for content classification to only those course modules that have the term ‘desenvolvimento sustentável’ in their title, resulting on a total of 5 curricular contents. The results of the application of the classification model of ESD showed that the syllabus offered at Uff during the period of 2011.2 to 2016.2 did not cover the range of concepts within education for sustainable development adopted in the proposed model. Diversity, lack of clarity and consistency in the construction of the syllabus of curricular contents were also revealed in the results. Recommendations are presented for Uff, including the need for quality parameters in writing course contents syllabus as well as articulation and complementarity of the curricular contents about education for sustainable development. Some recommendations are also made for future studies.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3425
Appears in Collections:GCB - Trabalho de Conclusão de Curso



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.