Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3440
Title: Riscos de morbilidade psiquiátrica do docente no ensino público superior de enfermagem
Authors: Aires, Bárbara Vieira
metadata.dc.contributor.advisor: Valente, Geilsa Soraia Cavalcanti
metadata.dc.contributor.members: Valente, Geilsa Soraia Cavalcanti
Rocha, Rai Moreira
Oliveira, Patricia Veras Neves de
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Aires, Bárbara Vieira. Riscos de morbilidade psiquiátrica do docente no ensino público superior de enfermagem. 2016. 100 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2016.
Abstract: Os docentes de enfermagem integram um conjunto de trabalhadores que convivem, cotidianamente, na presença de diversos fatores de riscos ocupacionais e psicossociais que são associados à urgência de maior produtividade, associada à redução continua do contingente de trabalhadores, à pressão do tempo e ao aumento da complexidade das tarefas, além de expectativas irrealizáveis e relações de trabalho tensas e precárias que podem gerar tensão, fadiga e esgotamento profissional. Esses riscos podem interferir até mais do que fatores físicos no desempenho do trabalhador e são os menos estudados e raramente considerados capazes de causar doenças ocupacionais. O objetivo geral foi efetuar o diagnóstico de risco de morbilidade psiquiátrica (ISM) de Ribeiro (1999) nos docentes que atuam no ensino público superior de enfermagem, a partir de dois eixos: Distresse psicológico (Ansiedade, Depressão e Perda de controle emocional/comportamental); Bem estar psicológico (Afeto positivo e Laços emocionais). Trata-se de um estudo exploratório e correlacional de forma longitudinal, com abordagem metodológica quantitativa que teve como cenário a Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa (EEAAC), da Universidade Federal Fluminense, no município de Niterói (RJ) e como sujeitos 14 docentes que ingressaram no ensino público superior em Enfermagem. O Instrumento utilizado foi o Inventário de Saúde Mental. Aprovação no Comitê de Ética em Pesquisa: do Hospital Universitário Antônio Pedro, sob o protocolo número: 836.513. Os resultados da pesquisa apontaram que na dimensão Bem Estar Positivo, os docentes aparentam ter laços emocionais estáveis. Sentem-se felizes e satisfeitos com sua vida, em contra partida, na dimensão Distresse, estes docentes apresentam descontrole perfeito no seu comportamento, pensamento, emoções e sentimentos, ansiedade e nervosismo que geram preocupações e incomodo,apresentando também períodos de depressão e tristeza. Conclui-se que diagnosticar os ricos de morbilidade psiquiátrica nos docentes de enfermagem do ensino público superior torna-se uma alternativa de investigação e que pode produzir conhecimentos capazes de promover e proteger a saúde dos docentes, através do investimento e implementação de estratégias promotoras da saúde mental.
metadata.dc.description.abstractother: Nursing teachers are part of a group of workers who live daily in the presence of various factors of occupational and psychosocial risks associated with the urgency of higher productivity, associated with the continuous reduction of the contingent of workers, the pressure of time and the increase of Complexity of tasks, beyond unrealistic expectations and tense and precarious working relationships that can generate tension, fatigue and professional exhaustion. These risks may interfere with more than physical factors in the worker's performance and are the least studied and rarely considered capable of causing occupational illnesses. The general objective was to make the diagnosis of the risk of psychiatric morbidity (ISM) of Ribeiro (1999) in the teachers who work in the public higher education of nursing, from two axes: Psychological distress (Anxiety, Depression and Loss of emotional / behavioral control); Psychological well-being (Affect positive and Emotional bonds). This is an exploratory and correlational longitudinal study, with a quantitative methodological approach based on the Aurora Nursing School of Afonso Costa (EEAAC), Federal Fluminense University, in the city of Niterói (RJ), and as subjects 14 teachers Who entered higher public education in Nursing. The instrument used was the Mental Health Inventory. Approval in the Research Ethics Committee: Antônio Pedro University Hospital, under the protocol number: 836.513. The results of the research pointed out that in the dimension of positive well-being, teachers appear to have stable emotional ties. They feel happy and satisfied with their life, in contrast, in the Dimension Distress, these teachers present perfect uncontroll in their behavior, thinking, emotions and feelings, anxiety and nervousness that generate worries and discomfort. Also presenting periods of depression and sadness. It is concluded that diagnosing the rich psychiatric morbidity in higher education public nursing teachers becomes a research alternative and that can produce knowledge capable of promoting and protecting the health of teachers through the investment and implementation of strategies promoting health mental.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3440
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Barbara Vieira Aires.pdf2.26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons