Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3462
Title: Consumo colaborativo e meio ambiente: um estudo da relevância da preocupação com a questão ambiental e da crítica ao consumismo em redes autogestionadas
Authors: Vasconcelos, Déborah Shirley de
metadata.dc.contributor.advisor: Atem, Guilherme Nery
metadata.dc.contributor.members: Rett, Lucimara
Tavares Junior, Frederico Augusto
Issue Date: 8-May-2017
Abstract: Esta dissertação tem como tema central o consumo colaborativo, uma proposta que ganha força e destaque na última década e que envolve a emergência de práticas que são apontadas como uma “nova forma” de consumo. No consumo colaborativo o acesso a bens e serviços se dá sem que haja necessariamente aquisição de um produto ou custo entre as partes envolvidas no processo, o que permitiria que as pessoas percebessem o benefício do acesso aos produtos ao invés da sua posse. A pesquisa tem como objetivo entender a relevância da preocupação com a questão ambiental e da crítica ao consumismo em redes de consumo colaborativo. Para proceder a essa investigação, elege-se como objeto as redes autogestionadas formadas de forma independente, que utilizam a ferramentas de Grupo do Facebook e cujo foco recai sobre os chamados mercados de redistribuição (BOTSMAN; ROGERS, 2011). A pesquisa tem um caráter qualitativo, utilizando-se do método etnográfico e recorre-se à combinação de três técnicas: observação participante, entrevista semiestruturada (com os administradores dos grupos) e questionário com perguntas fechadas e abertas (voltado à todos os integrantes do grupo). Esta última técnica, ainda que não seja comum em pesquisas qualitativas, permite ter uma maior abrangência de respostas e auxilia na verificação dos dados levantados a partir da aplicação das duas primeira técnicas. A partir desse método e combinação de técnicas, assim como da pesquisa bibliográfica preliminar realizada utilizando diferentes autores e escolas em seus possíveis diálogos, é possível perceber que a preocupação com questão ambiental é secundária, não sendo o fator principal para os integrantes desses grupo mas, de uma forma geral, há uma relevante crítica à aspectos do consumismo
metadata.dc.description.abstractother: This dissertation is focused on the collaborative consumption, a proposal that gains power then highlight in the last decade and that involves the emergence of practices that are seen as a "new way" of consumption. In collaborative consumption access to goods and services is given without necessarily buying a product or cost between the parties involved in the process, which would allow people to understand the benefit of access to goods rather than their possession. The research aims to understand the importance of concern for environmental issues and the critique of consumerism in collaborative consumption networks. To carry out this research, is elected as the object self-organized networks formed independently using the Facebook Group tools and whose focus is on so-called redistribution markets (BOTSMAN; ROGERS, 2011). The research has a qualitative, using the ethnographic method and refers to the combination of three techniques: participant observation, semi-structured interview (with administrators group) and questionnaire with closed and open questions (aimed at all members of the group ). The latter technique, although it is not common in qualitative research, allows for a wider range of responses and assists in verifying the data collected from the application of the first two techniques. From this method and combination of techniques, as well as the preliminary literature search performed using different authors and schools in their possible dialogue, it is possible that the concern with environmental issues is secondary, not the main factor for the members of these groups but, in general, there is a relevant criticism of aspects of consumerism
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3462
Appears in Collections:PPGMC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação déborah vasconcelos - versão banca.pdf1.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.