Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3479
Title: A saúde mental positiva do docente do ensino superior de enfermagem
Authors: Souza, Karine Lopes de
metadata.dc.contributor.advisor: Valente, Geilsa Soraia Cavalcanti
metadata.dc.contributor.members: Valente, Geilsa Soraia Cavalcanti
Oliveira, Patrícia Veras Neves de
Rocha, Raí Moreira da
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Souza, Karine Lopes de. A saúde mental positiva do docente do ensino superior de enfermagem. 2016. 86 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2016.
Abstract: Esse trabalho de conclusão de curso tem como temática a saúde mental positiva dos docentes de enfermagem da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa. A sociedade em que vivemos, atualmente, é marcada por uma elevada sobrecarga de estresse cotidiano devido, em grande parte ao modo de vida adotado, no qual a competição é por vezes o principal denominador. Esses fatores podem ser vivenciados de forma positiva (bem-estar psicológico) ou de forma negativa (distress psicológico) quando não se verifica uma adequada adaptação. Esta comunalidade constitui a realidade dos enfermeiros docentes, que são alvos de inúmeras pressões, desde a cobrança relacionada ao ensino de graduação e pós graduação, quanto à necessidade de produção continua, participação e coordenação de projetos de pesquisa e extensão, participação na gestão educacional, bem como corresponder às expectativas dos alunos, depositadas sobre eles. O somatório destas demandas propicia o surgimento de efeitos não só na saúde física, como também sobre a saúde mental deste grupo, além disso esses efeitos podem influenciar a formação dos futuros profissionais de enfermagem. Sugerindo assim a necessidade de avaliação de sua saúde mental e a elaboração de um projeto de intervenção em saúde do trabalhador, para melhorar a condição de trabalho. Assim, esse trabalho busca avaliar a saúde mental positiva dos docentes de enfermagem a partir do questionário de Saúde Mental Positiva (QSM+) de Lluch(2003), em termos de: Satisfação pessoal; Atitude positiva; Autocontrole; Autonomia; Capacidade de resolução de problemas; Habilidades de relação interpessoal. Desenvolver uma forma de intervenção para que os gestores reconheçam a importância de promover uma saúde mental positiva aos docentes, no intuito de ampliar a produtividade cientifica e envolvimento docente prazeroso com o processo ensino-aprendizagem. O conjunto de informações obtidas foram informatizadas, passadas por uma análise descritiva simples e editadas no programa de análise de dados SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) versão 20.0 do Windows. Como resultado, o mapeamento das saúde mental dos docentes, realizado por meio do instrumento de Saúde Mental Positiva(QSM+), apontou a inexistência de condições de vulnerabilidade ao estresse extremo ou adversidades entre os docentes participantes, com predomínio das condições de fortaleza ou excelente resiliência para o enfrentamento do estresse extremo.
metadata.dc.description.abstractother: This work of completion of course has as a subject the positive mental health of the nursing professors of the Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa. In the society we live in today, it is marked by a high daily stress burden due, in large part to the way of life adopted, in which competition is sometimes the main denominator. These factors can be experienced positively (psychological well-being) or negatively (psychological distress) when there is no adequate adaptation. This commonality is the reality of teaching nurses, who are the target of innumerable pressures, from the collection related to undergraduate and graduate education, to the need for continuous production, participation and coordination of research and extension projects, participation in educational management, As well as to correspond to the students' expectations, deposited on them (SEQUEIRA, 2006). The sum of these demands leads to the appearance of effects not only on physical health, but also on the mental health of this group, and these effects may influence the training of future nursing professionals. Thus suggesting the need to evaluate their mental health and the elaboration of an intervention project in the health of the worker, to improve the work condition. Thus, this study seeks to evaluate the positive mental health of nursing teachers from the Positive Mental Health Questionnaire (QSM +) by Lluch (2003), in terms of: Personal satisfaction; Positive atitude; Self control; Autonomy; Ability to solve problems; Interpersonal relationship skills. To develop a form of intervention so that the managers recognize the importance of promoting a positive mental health to the teachers, in order to increase the scientific productivity and pleasant teacher involvement with the teaching-learning process. The set of information obtained was computerized, passed through a simple descriptive analysis and edited in the SPSS (Statistical Package for Social Sciences) data analysis program version 20.0 of Windows. As a result, the mapping of teachers' mental health, carried out through the Positive Mental Health (QSM +) instrument, pointed to the absence of conditions of vulnerability to extreme stress or adversities among participating teachers, with a predominance of strength or excellent resilience for coping with extreme stress.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3479
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Karine Lopes de Souza.pdf1.27 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons