Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3491
Title: Língua e ensino - Objetos paradoxais: a contradição no ensino de língua portuguesa
Authors: Freitas, Ronaldo Adriano de
metadata.dc.contributor.advisor: Medeiros, Vanise Gomes de
metadata.dc.contributor.members: Silva, Silmara Cristina Dela da
Buscácio, Lívia Letícia Belmiro
Issue Date: 2015
Abstract: A questão da contradição no ensino de língua portuguesa é tratada nesse trabalho a partir do gesto de se atribuir a Língua e Ensino o status de objetos paradoxais - formulação de Pêcheux que sustenta nossa investigação -, o que se dá sob o referencial teórico da História das Ideias Linguísticas (Auroux/Orlandi) em interlocução com a Análise do Discurso (Pêcheux/Orlandi). Enfatizamos com esse gesto a complexidade da produção de sentidos do sintagma ensino de língua portuguesa, formulação erigida por esses dois objetos paradoxais, que se constituem em posições antagônicas e interdependentes: Língua como fluidez e padrão; Ensino como libertação e reprodução. Investigamos aqui, as formas pelas quais essa contradição é materializada em crônicas disponibilizadas na internet, produzidas por escritores na mídia hegemônica entre 1998 e 2012 - período marcado por acontecimentos discursivos que reestruturam as matrizes de sentido sobre o ensino de língua portuguesa, em especial, pelo funcionamento discursivo da noção de variação linguística, a qual captura determinados aspectos da fluidez da língua, desestabilizando o sentido dominante de ensino de língua portuguesa. O lugar da mídia e do escritor nesse processo são inseridos pela noção de sobredeterminação, pelo qual enfatizamos a complexidade da constituição dos objetos paradoxais que analisamos; para isso, apresentamos uma revisão de princípios da Análise do Discurso e uma ligação entre esses princípios e o conceito de rizoma (Deleuze/Guattari). Partindo dessa ligação e considerando o caráter histórico da constituição desses sentidos, procuramos historicizar a relação entre o desenvolvimento das ideias linguísticas no Brasil e a criação de instrumentos educacionais que regulam o ensino da língua e, assim, lhe atribuem sentidos; apresentamos então formas de institucionalização, reformulação e ancoragem histórica desses sentidos. As análises que desenvolvemos apontaram, em especial, o funcionamento discursivo das construções adversativas como tentativas de estabilização de sentidos em disputa; marcas discursivas da constituição contraditória dos objetos analisados. As reflexões produzidas são, ao final, apresentadas como possibilidade de ancoragem para produções de sentidos que transbordem as práticas discursivas vigentes sobre o ensino de língua portuguesa
metadata.dc.description.abstractother: The issue of contradiction in Portuguese language teaching is treated in this work from the gesture of to assign to Language and Teaching the status of paradoxical objects - Pêcheux formulation that sustains our research, which takes place under the theoretical framework of the Linguistic Ideas History (Auroux/Orlandi) in dialogue with the Discourse Analysis (Pêcheux/Orlandi). With this gesture, we emphasize the complexity involved in meanings production of the phrase Portuguese language teaching, formulation erected by these two paradoxical objects, constituted by antagonistic and interdependent positions: Language as fluidity and standard; Teaching as freedom and reproduction. We investigated here the ways by which this contradiction is materialized in chronicles available on internet, produced by writers in mainstream media between 1998 and 2012 - a period marked by discursive events that restructured the matrix of meaning of Portuguese language teaching, especially by discursive functioning of what is meant by linguistic variation, which captures certain aspects of language fluidity and destabilizes the dominant sense of Portuguese language teaching. The place of media and writer in this process are entered by the concept of overdetermination, by which we emphasize the complexity of the constitution of paradoxical objects analyzed; for that, we present a review of the principles of discourse analysis and a link between these principles and the rhizome concept (Deleuze/Guattari). Starting from this connection and considering the historical character of the constitution of these senses, we try to historicize the relationship between the development of linguistic ideas in Brazil and the creation of educational tools that regulate language teaching and thus give it directions, then we present forms of institutionalization, reformulation and historical anchoring of these senses. In particular, our analysis showed the discursive functioning of adversative constructions as attempt to control meanings in dispute: discursive marks of contradictory constitution of the analyzed objects. In the end, the produced reflections are presented as a possibility to anchorage of meaning production, overflowing the current discursive practices about Portuguese language teaching
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3491
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação versão final.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons