Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3531
Title: A prevalência da Síndrome de Burnout entre trabalhadores hidroviários
Authors: Oliveira, Marcelle Belarmino Dal Bello de
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Jorge Luiz Lima da
metadata.dc.contributor.members: Silva, Jorge Luiz Lima da
Mota, Cristina Portela da
Daher, Donizete Vago
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Oliveira, Marcelle Belarmino Dal Bello de. A prevalência da Síndrome de Burnout entre trabalhadores hidroviários. 2016. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2016.
Abstract: Introdução: o termo inglês burnout significa “queimar-se” ou “consumir-se”, sendo empregado para caracterizar um conjunto de sintomas predominantemente evidenciados em profissionais que lidam com pessoas, que se queixam de esgotamento físico e mental, irritabilidade, perda do interesse pelo trabalho e sentimento de autodesvalorização. Objetivo: descrever a prevalência da suspeição burnout entre trabalhadores, analisando possíveis fatores associados. Material e método: trata-se de estudo observacional transversal. Os sujeitos da pesquisa foram os funcionários de empresa de transporte marítimo localizada no estado do Rio de Janeiro. A coleta dos dados se desenvolveu durante o ano de 2012. O total de participantes foi de 430 trabalhadores. O instrumento utilizado foi questionário autopreenchido contendo aspectos sociodemográficos, laborais e de estilo de vida. O Maslach Burnout Inventory (MBI) foi utilizado para a avaliação da SB, em sua versão adaptada e validada para o português. Os resultados foram representados por medidas de tendência central: média e desvio padrão e analisados por teste estatístico de associação qui-quadrado de person, durante a análise bivariada. Foi considerado como significância estatística o valor p≤ 0,05. A pesquisa foi submetida e aprovada pelo Comitê de Ética do Hospital Universitário Antônio Pedro, sob o número 260/11, atendendo a resolução 422/2012. Resultados: a prevalência da SB foi observada segundo critérios de Grunfeld e cols (2000), 336 trabalhadores (78,1%). Durante a análise bivariada, não se observou associação entre fatores sociodemográficos, embora entre os laborais, verificou-se que aqueles que autorreferiram alto nível de estresse apresentaram associação à SB com prevalência de 74,5% (51, p= 0,045). Conclusão: nota-se que a SB manteve-se distribuída de forma semelhante entre as variáveis investigadas, o que demonstra de a força da doença sobre a população. Ou seja, independente de características individuais, a SB esteve presente, demonstrando associação com estresse autorreferido. Quando se trata de trabalhadores do setor hidroviário, as pesquisas são poucas e voltadas para segurança do trabalho, condições perigosas, acidentes de trabalho e privação de sono. Mediante aos resultados, espera-se aumento do autocuidado; melhores hábitos e estilos de vida; maior adesão da população a práticas preventivas de cuidado em saúde especialmente a mental.
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: The term burnout means "burn" or "consumed," which is used to characterize a set of symptoms predominantly evident in professionals dealing with people who complain of physical and mental exhaustion, irritability, loss of interest By the work and feeling of self-devaluation. Objective: to describe the prevalence of burnout suspicion among workers, analyzing possible associated factors. Material and method: this is a cross-sectional observational study. The subjects of the survey were the employees of shipping company located in the state of Rio de Janeiro. The data collection was developed during the year 2012. The total number of participants was 430 workers. The instrument used was self-administered questionnaire containing sociodemographic, labor and lifestyle aspects. The Maslach Burnout Inventory (MBI) was used for the evaluation of SB, in its version adapted and validated into Portuguese. The results were represented by measures of central tendency: mean and standard deviation and analyzed by statistical test of chi-square association of person, during the bivariate analysis. Statistical significance was considered as p≤0.05. The research was submitted and approved by the Ethics Committee of the Antônio Pedro University Hospital, under number 260/11, in compliance with resolution 422/2012. Results: the prevalence of SB was observed according to Grunfeld et al (2000), 336 workers (78.1%). During the bivariate analysis, there was no association between sociodemographic factors, although among those working, it was found that those who referred to a high level of stress had an association with SB, with a prevalence of 74.5% (51, p = 0.045). Conclusion: it is noted that SB remained similarly distributed among the variables investigated, which demonstrates the strength of the disease over the population. That is, regardless of individual characteristics, SB was present, demonstrating association with self-reported stress. When it comes to workers in the waterway, research is few and far between for work safety, hazardous conditions, work accidents and sleep deprivation. Through the results, it is expected to increase self-care; Better habits and lifestyles; Greater adherence of the population to preventive practices of health care especially to mental health.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3531
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Marcelle Belarmino Dal Bello de Oliveira.pdf1.85 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons