Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3548
Title: Composição biogênica e fluxos do material particulado na plataforma continental de Cabo Frio, Brasil: experimentos com armadilhas de sedimentos durante fundeios na primavera de 2010 e outono de 2011
Authors: Briceño Zuluaga, Francisco Javier
metadata.dc.contributor.advisor: Albuquerque, Ana Luíza Spadano
metadata.dc.contributor.advisorco: Belém, André Luiz
metadata.dc.contributor.members: Knoppers, Bastiaan Adriaan
Sifeddine, Abdelfettah
Souza, Weber Friederichs Ladim de
Guerra, Josefa Varela
Issue Date: 12-May-2017
Abstract: O sistema de ressurgência de Cabo Frio (SRCF) é reconhecido como uma das áreas mais produtivas do leste da costa sul - americana, embora o papel do aporte continental como fertilizador das águas da plataforma continental tem sido negligenciado. Este estudo r elata dois experimentos de armadilhas de sedimentos localizados a - 50 m de profundidade (AS) e a - 100 m (AF) sobre a plataforma continental de Cabo Frio (profundidade local - 140 m, 23◦ 36' S - 041◦ 34' O). As armadilhas foram programadas para capturar mate rial particulado durante o processo de sedimentação em dois experimentos distintos, o primeiro no final da primavera de 2010 (por um período de 45 dias com 3 dias de integração para cada garrafa) e no outono de 2011 (por um período de 90 dias com 7 dias de integração para cada garrafa). Neste estudo são abordados os fluxos e a composição biogênica do material particulado (carbono orgânico, nitrogênio, δ 13 C e δ 15 N determinada por EA - IRMS), em conjunto com atribuições de sua provável origem. O fluxo de massa total capturado pelas armadilhas variou amplamente (1,06 - 52,7 mg.m - 2 .dia - 1 ). O fluxo de carbono orgânico particulado mostrou flutuações menores (0,33 - 5,37mgOC.m - 2 .dia - 1 ) onde os fluxos médios foram maiores para as armadilhas de fundo. Os resultados das correlações entre fatores isolados, tais como temperatura, divergência dos ventos, escoamento perpendicular e paralelo, e o fluxo de massa total não foram significativos, o que sugere que o fluxo de partículas não poderia ser explicado pelo controle de um único fator, mas pela interação de eventos na plataforma continental. Os resultados também indicam um forte componente de transporte advectivo na plataforma continental e, que as partículas capturadas pelas armadilhas em Cabo Frio são derivadas de uma mis tura de fontes que são influenciadas por múltiplos processos físico - químicos e oceanográficos. Partículas de origem marinha foram capturadas durante a maior parte do tempo, mas com contribuição de material continental, especialmente na armadilha do fundo, sugerindo uma possível origem em processos de sedimentação e ressuspensão de material continental na plataforma continental, provavelmente produto da degradação costeira ou de aportes fluviais. Desta forma o SRCF é um sistema altamente dinâmico e compartim entalizado, onde a formação, transporte e a dispersão de partículas são controlados por múltiplos processos onde o aporte continental desempenha um importante papel
metadata.dc.description.abstractother: ABSTRACT The Cabo Frio upwelling system (SRCF) is recognized as one of the more productive area of the Eastern South America n coast, although the role of the continental contribution as wate r fertilizer of the shelf has been neglected. This study reports two experiments of sediment traps positioned at 50 m (AS) and 100 m (AF) depth over the continental shelf of Cabo Frio ( local depth 140 m , 23 ◦ 36 ' S - 041 ◦ 34 ' W). The traps were scheduled to capture particulate matter during the sedim entation process in two experiments , the first in the late spring of 2010 (for a period of 45 days with 3 days of integration for each bottle ) and t he second in autumn of 2011 (for a period of 90 days with 7 days of integration for each bottle ). This work addresses the flux and the composition of biogenic particulate matter (organic carbon, nitrogen, δ 13 C and δ 15 N determined by EA - IRMS) with the attributes of their possible origin . The total mass flux captured by the traps varied widely (1.06 - 52.7 mg. m - 2 . day - 1 ). The flux of particulate organic carbon showed smaller fluctuations (0.33 - 5, 37mgOC. m - 2 . day - 1 ), where the mean flux at the bottom sediment traps was higher . The results of the correlations between isolated factors, such as temperature, divergent winds, cross - shelf and long - shelf flux, and the total mass fl ux were non significant, suggesting that the fl ux of particles could not be explained by the control of a singl e factor but b y the interaction of events on the continental shelf. P articles with m arine origin were captured during most of the time, but with the con tribution of continental material especially at the bottom trap, suggesting a possible origin in the sedimentation and res s uspension processes of contine ntal material in the shelf, probably the product of coastal degradation or river inputs. Thus , the SRCF is a highly dynamic and compartmentalized system , where the formation, transpor t and dispersion of particles are contr olled by multiple processes where continental input play an important role
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3548
Appears in Collections:PPG-GEO - Teses e Dissertações



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.