Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3551
Title: A utilização das tecnologias não invasivas no cuidado em obstetrícia na atenção ao parto e nascimento: uma revisão integrativa
Authors: Pimentel, Mariana Machado
metadata.dc.contributor.advisor: Alves, Waldecyr Herdy
metadata.dc.contributor.advisorco: Rodrigues, Diego Pereira
metadata.dc.contributor.members: Alves, Waldecyr Herdy
Rodrigues, Diego Pereira
Branco, Maria Bertilla L. R.
Pereira, Audrey Vidas
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Pimentel, Mariana Machado. A utilização das tecnologias não invasivas no cuidado em obstetrícia na atenção ao parto e nascimento: uma revisão integrativa. 2016. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2016
Abstract: Introdução: A assistência obstétrica deve estar embasada em saber científico, atualizações e direcionado para o poder de decisão da mulher, com esclarecimento de condutas, respeito a sua dignidade, autonomia e liberdade, como apresentado na Política de Humanização do Parto e Nascimento. A rigidez das normas e rotinas hospitalares, a medicalização, as intervenções por vezes desnecessárias, o isolamento da gestante de seus familiares, o desrespeito a sua autonomia e seus direitos, contribuem para aumentar os riscos maternos e perinatais. A pressa na prática obstétrica brasileira em provocar o nascimento de crianças, impressiona em uma conjuntura negativa, onde não há respeito a autonomia da mulher e sim o contole do tempo e imposição da dinâmica do trabalho de parto. Para garantir a qualidade da assintência, se faz necessário uma relação mais igualitária no processo de cuidar. As práticas de alívio a dor no processo de parto e nascimento se fundamentam na preservação do direito a autonomia, nos valores culturais e familiares. Tendo como objetivos gerais, as práticas não farmacológicas de alívio a dor no processo parturitivo e os seus benefícios. A utilização das tecnologias do cuidado permite o entendimento e participação da mulher e até mesmo de seu acompanhante de forma ativa. Metodologia: O presente estudo utilizará como método a Revisão Integrativa da Literatura, a qual tem como finalidade reunir e resumir o conhecimento científico já produzido sobre o tema investigado. A busca ocorreu nas bases de dados multidisciplinares, Web of Science e Scopus, as bases especializadas PubMed e CINAHL as bases de dados com cobertura da America latina LILACS e SciELO via Web of Science.Os dados foram coletados em setembro de 2016. Foram estabelecidos os seguintes descritores (DeCS): Labor Obstetric,Labor Pain, massage, audioanalgesia, aromatherapy. As palavras-chaves: obstetric Ball, therapeuticbath, changes of position, breathingtechniques, focusofattention, pain in labor. As estratégias de busca estabelecida serão baseadas em suas combinações nas línguas portuguesa, inglesa, espanhola. O recorte temporal foi dos últimos 5 anos, a partir de 2011.Resultados: A amostra final para análise foi constituída por 21 artigos onde foi utilizada a técnica de análise temática através desta, eles foram separados em sete categorias:1) O uso de mais de duas tecnologias não farmacológicas no processo de parto e nascimento; 2)A aromaterapia isolada ou somada a mais uma tecnologia; 3)A aplicação de frio e ou calor isolada ou somada a mais uma tecnologia;4) O uso da bola suíça/bola de parto isolada ou somada a mais uma tecnologia; 5)A massagem isolada ou somada a mais uma tecnologia; 6)A acupressão isolada ou somada a mais uma tecnologia; 7)A mobilidade da parturiente.Conclusão:Em toda abordagem que trouxe esta revisão integrativa, é possível perceber o quanto a temática é abrangente, oferece diversas possibilidades ao cuidado integral da mulher, são de baixo custo, podem ser usadas de maneira isolada ou combinados sem causar efeitos adversos, promovem diminuição da dor e ansiedade, bem como do tempo de trabalho de parto, mas ainda pouco utilizada no cenário obstétrico brasileiro.
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: Obstetric care should be based on scientific knowledge, updates and directed to the decision-making power of women, with clarification of conduct, respect for their dignity, autonomy and freedom, as presented in the Humanization Policy for Childbirth and Birth. The rigidity of hospital norms and routines, medicalization, sometimes unnecessary interventions, the isolation of pregnant women from their relatives, disrespect for their autonomy and their rights contribute to increase maternal and perinatal risks. The hurry in the Brazilian obstetric practice in provoking the birth of children impresses in a negative conjuncture, where there is no respect for the autonomy of the woman, but the contole of time and imposition of the dynamics of labor. In order to guarantee the quality of care, a more egalitarian relationship is necessary in the caring process. The practices of pain relief in the process of birth and birth are based on the preservation of the right to autonomy, on cultural and family values. With general objectives, the non-pharmacological practices of pain relief in the parturitive process and their benefits. The use of care technologies allows the understanding and participation of the woman and even of her companion in an active way. Methodology: The present study will use as a method the Integrative Review of Literature, whose purpose is to gather and summarize the scientific knowledge already produced on the subject researched. The search was carried out in the multidisciplinary databases, Web of Science and Scopus, the specialized databases PubMed and CINAHL, the Latin American databases LATLLS and SciELO via Web of Science. Data were collected in September 2016. They The following descriptors (DeCS) were established: Labor Obstetric, Labor Pain, massage, audioanalgesia, aromatherapy. Keywords: obstetric ball, therapeutic bath, changes of position, breathing techniques, focus of attention, pain in labor. The established search strategies will be based on their combinations in the Portuguese, English, and Spanish languages. The temporal cut was the last 5 years, as of 2011 Results: The final sample for analysis consisted of 21 articles where the thematic analysis technique was used through this, they were separated into seven categories:1) The use of more than two non-pharmacological technologies in the process of childbirth and birth; 2) Aromatherapy alone or added to another technology; 3) The application of cold and or isolated heat or added to another technology; 4) The use of the Swiss ball / birthing ball alone or added to another technology; 5) Massage alone or added to another technology; 6) Acupressure isolated or added to another technology; 7) The mobility of the parturient .Conclusion: In every approach that brought this integrative review, it is possible to perceive the wide scope of the theme, offer several possibilities for the integral care of women, are low cost, can be used alone or combined without causing adverse effects, promote decrease of pain and anxiety, as well as labor time, but still little used in the Brazilian obstetric scenario.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3551
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Mariana Machado Pimentel.pdf736.89 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons