Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3567
Title: Acessibilidade e acesso do homem na atenção básica de saúde e suas percepções sobre saúde e autocuidado
Authors: Conceição, Michele Chagas da
metadata.dc.contributor.advisor: Daher, Donizete Vago
metadata.dc.contributor.members: Daher, Donizete Vago
Soares, Marja Ferreira
Koopmans, Fabiana
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Conceição, Michele Chagas da. Acessibilidade e acesso do homem na atenção básica de saúde e suas percepções sobre saúde e autocuidado. 2016. 63 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2016.
Abstract: A acessibilidade, o acesso e as percepções dos homens sobre saúde e autocuidado foi o objeto de investigação desta pesquisa, com o objetivo de descrever as formas de acesso e a acessibilidade do homem na Atenção Básica de Saúde e suas percepções sobre saúde e autocuidado. Para alcançar os objetivos propostos optou-se pela pesquisa descritiva e exploratória, com abordagem qualitativa. O cenário foi a Policlínica do Largo da Batalha, no município de Niterói. Os participantes foram 15 homens, na faixa etária entre 20 e 59 anos, que esperavam por atendimento ou estavam como acompanhante. A coleta de dados se deu por entrevista semiestruturada e observação simples realizada no mês outubro de 2016. As falas dos participantes foram transcritas na íntegra e analisadas através da análise temática. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa, com o número do parecer: 1.139.834. Os resultados da pesquisa apontaram que a maioria dos homens que acessam a Unidade Básica de saúde, possuem entre 50 a 59 anos, casados, 1° grau completo e aposentados. Também apontam que os homens acessam o serviço de saúde quando apresentam alguma sintomatologia, e adentram prioritariamente pela atenção especializada e urgência e emergência. Conclui-se que há a necessidade dos profissionais de saúde buscarem capacitação e criarem um movimento de sensibilização desse segmento populacional de homens para a utilização dos serviços de atenção básica como porta de entrada no Sistema Único de Saúde.
metadata.dc.description.abstractother: Accessibility, access and perceptions of men on health and self - care were the object of research in this research, with the purpose of describing the ways of access and accessibility of men in Primary Health Care and their perceptions about health and self care. To achieve the proposed objectives, a descriptive and exploratory research with a qualitative approach was chosen. The scenario was the Polyclinic of Largo da Batalha, in the municipality of Niterói. The participants were 15 men, aged between 25 and 59 years, who waited for care or were as an escort. Data collection was done through a semistructured interview and simple observation conducted in October 2016. Participants' statements were transcribed in full and analyzed through the thematic analysis. The research was approved by the Research Ethics Committee, with opinion number: 1,139,834. The results of the research indicated that the majority of men who access the Basic Health Unit are between 50 and 59 years old, married, 1 st complete and retired. They also point out that men access the health service when they present some symptomatology, and they enter as a priority the specialized attention and urgency and emergency. It is concluded that there is a need for health professionals to create a movement to raise awareness of this segment of men's population for the use of basic care services as a gateway to the Unified Health System.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3567
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Michele Chagas da Conceição.pdf1.38 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons