Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3590
Title: Risco de recuperação cirúrgica retardada
Authors: Borges, Sabrina de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor: Rembold, Simone Martins
metadata.dc.contributor.members: Rembold, Simone Martins
Abreu, Alcione Matos de
Camacho, Alessandra Conceição Leite Funchal
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Borges, Sabrina de Oliveira. Risco de recuperação cirúrgica retardada. 2016. 45 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2016.
Abstract: Introdução: O Diagnóstico de Enfermagem Risco de Recuperação Cirúrgica Retardada, que tem como finalidade precípua identificar a vulnerabilidade do paciente cirúrgico para complicações pós-operatórias que possam retardar a sua recuperação. O objetivo de estudo foi identificar dos fatores de risco prevalentes em pacientes com Recuperação cirúrgica retardada por infecção de sítio cirúrgico. Por ser um diagnóstico recente, incorporado à taxonomia NANDA-Internacional em 2015, não há estudos na área de enfermagem que avaliem o seu conteúdo e aplicabilidade à prática profissional, indicando, portanto, uma lacuna nos conhecimentos de enfermagem perioperatória. Método: Trata-se de uma pesquisa quantitativa, observacional, do tipo coorte prospectiva, realizada nas clínicas cirúrgicas do Hospital Universitário Antônio Pedro. A amostra foi aleatória, composta de 16 pacientes adultos e idosos que foram submetidos a cirurgia no período de 24 de maio de 2016 a 20 de setembro de 2016. Os dados foram coletados através de formulário elaborado pela pesquisadora Simone Martins Rembold com base nos fatores de risco do diagnóstico da NANDA-I Risco de recuperação cirúrgica retardada e na literatura levantada. Os dados foram consolidados em planilha do Excel 2016 e analisados à luz da estatística descritiva, com apresentação dos resultados em frequências e percentuaisA pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade Federal Fluminense, sob o Parecer n° 826.075, aprovado em 03/10/2014.. Resultados: A amostra se caracterizou por uma maioria de pacientes com idade acima de 40 anos, sendo a maior parte do sexo feminino, inativos e casados. Os fatores de risco relacionados ao procedimento identificados na pesquisa foram cirurgias limpas de grande porte. Os fatores de risco relacionados ao paciente mais frequentes foram ASA III ou IV, idade >60 anos, mobilidade prejudicada e diabetes mellitus. O desfecho de recuperação cirúrgica retardada ocorreu em cinco pacientes, que apresentaram como complicações pós-operatórias: infecção do sítio cirúrgico (n=5), infarto agudo do miocárdio (n=1) e hemorragia digestiva baixa (n=1). Conclusão: A amostra de tamanho reduzido não possibilita estabelecer causalidade entre os fatores de risco e o diagnóstico de Recuperação cirúrgica retardada, entretanto reafirma a importância do enfermeiro estar atento para as especificidades do cliente cirúrgico e oferece subsídios auxiliam a identificação de possíveis agravos e complicações que podem retardar a alta do paciente, dando mais embasamento teórico prático para o trabalho do enfermeiro cirúrgico. Essa pesquisa, também pode servir como ponto de partida para incentivar pesquisas futuraspara direcionar o enfermeiro ao raciocínio diagnóstico de forma acurada, auxiliando na identificação de possíveis agravos e complicações que podem retardar a alta do paciente.
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: The Nursing Diagnosis Risk of Surgical Recovery Delayed, whose main purpose is to identify the vulnerability of the surgical patient to postoperative complications that may delay their recovery. The objective of this study was to identify the risk factors prevalent in patients with delayed surgical recovery from surgical site infection. Because it is a recent diagnosis, incorporated into the NANDA-International taxonomy in 2015, there are no studies in the nursing area that assess its content and applicability to professional practice, thus indicating a gap in perioperative nursing knowledge. Method: This is a quantitative, observational, prospective cohort study performed at the Hospital Universitário Antônio Pedro. The sample was random, composed of 16 adult and elderly patients who underwent surgery in the period from May 24, 2016 to September 20, 2016. Data were collected through a form elaborated by the researcher Simone Martins Rembold based on the factors of Risk of NANDA-I diagnosis Risk of delayed surgical recovery and in the literature raised. The data were consolidated in Excel 2016 worksheet and analyzed in the light of the descriptive statistics, with presentation of the results in frequencies and percentages. The research was approved by the Research Ethics Committee of the Faculty of Medicine of the Fluminense Federal University, under Opinion 826.075, Approved on 10/03/2014 .. Results: The sample was characterized by a majority of patients over 40 years of age, most of them female, inactive and married. The risk factors related to the procedure identified in the study were large clean surgeries. The most frequent patient-related risk factors were ASA III or IV, age> 60 years, impaired mobility and diabetes mellitus. The postoperative complications were surgical site infection (n = 5), acute myocardial infarction (n = 1) and low gastrointestinal bleeding (n = 1). Conclusion: The small size sample does not allow to establish causality between the risk factors and the diagnosis of delayed surgical recovery. However, it reaffirms the importance of the nurse being attentive to the specifics of the surgical client and offers subsidies that help identify the possible complications and complications that Can delay the discharge of the patient, giving more practical theoretical basis for the work of the surgical nurse. This research can also serve as a starting point to encourage future research to direct the nurse to the diagnostic reasoning in an accurate way, helping in the identification of possible complications and complications that can delay the discharge of the patient.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3590
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Sabrina de Oliveira Borges.pdf360.75 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons