Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3605
Title: A quem cabe a última palavra? O lugar social do escritor e do crítico em Rubens Figueiredo
Authors: Goulart, Clarice de Mattos
metadata.dc.contributor.advisor: Santos, Claudete Daflon dos
metadata.dc.contributor.members: Patrocínio, Paulo Roberto Tonani do
Chiarelli, Stefania Rota
Issue Date: 16-May-2017
Abstract: Este trabalho tem o objetivo de analisar a representação do escritor e do crítico de arte tematizada por Rubens Figueiredo nos contos “A última palavra” (Contos de Pedro, 2006) e “Os biógrafos de Albernaz” (O livro dos lobos, 1994, 1ª ed.), bem como no romance Barco a seco (2001). Ao apresentar a trajetória desses personagens e sua relação com as diversas esferas de consagração do campo literário ou artístico, as narrativas possibilitam uma rica discussão sobre a inserção e a manutenção do escritor no mercado editorial brasileiro contemporâneo, na medida em que o reconhecimento desses personagens passa pela chancela do editor e da crítica. A partir dessa investigação, é possível ampliar a discussão para temas como autoridade do escritor e distinção social. Além disso, uma vez que a atividade profissional dos personagens analisados está ligada a um sistema de visibilidade e de garantia de privilégios, desenvolve-se uma discussão sobre a ética do escritor, sobre sistemas de valoração, e, também, sobre o lugar social não só do crítico, do escritor e do editor, mas do livro e do leitor – sobretudo no que se refere ao valor do livro. A orientação teórica deste trabalho articula-se com as ideias apresentadas por Eneida Maria de Souza, Néstor Garcia Canclini, Pierre Bourdieu, Regina Dalcastagnè e Beatriz Sarlo
metadata.dc.description.abstractother: This work aims to analyse the representation of writers and the art critic presented by Rubens Figueiredo in the short stories “A última palavra” (Contos de Pedro, 2006), and “Os biógrafos de Albernaz” (O livro dos lobos, 1994, 1ª ed.), as well as in the novel Barco a seco (2001). Presenting characters in their relation with the possibilities of consecration in the literary field, the three narratives provide varied themes of discussion concerning contemporary insertion and maintenance of writers into Brazilian literary field, considering the fact that their appreciation is directly connected to editors’ and critics’ approval. The examination includes a wide discussion about writers’ authority and social distinction. Furthermore, regarding the characters professional activities and their association with a system which guarantees visibility and privileges, this work develops a discussion about ethics, value systems, and, also, about the place which critics and writers, readers and, mainly, books, occupy in Brazilian contemporary society. This work’s theoretical orientation articulated with ideas presented by Eneida Maria de Souza, Néstor Garcia Canclini, Pierre Bourdieu, Regina Dalcastagnè, and Beatriz Sarlo
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3605
Appears in Collections:POSLIT - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Clarice Goulart - final.pdf665.81 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons