Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3643
Title: Cartilha com orientações de enfermagem para a alta hospitalar: contribuição à educação em saúde do paciente transplantado renal
Authors: Borsato, Lívia
metadata.dc.contributor.advisor: Escudeiro, Cristina Lavoyer
metadata.dc.contributor.members: Castelo Branco, Elen Martins da S.
Ferreira, Simone Cruz Machado
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Borsato, Livia. Cartilha com orientações de enfermagem para a alta hospitalar: contribuição à educação em saúde do paciente transplantado renal. 2014. 114 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Enfermagem Assistencial) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2014
Abstract: O estudo tem como objeto os saberes e práticas dos enfermeiros na orientação da alta hospitalar ao paciente transplantado renal. A pesquisa objetivou descrever os saberes e práticas dos enfermeiros no momento da alta hospitalar ao paciente transplantado renal; caracterizar as orientações de enfermagem na alta hospitalar ao paciente transplantado renal; avaliar a percepção do paciente transplantado renal sobre as orientações de enfermagem fornecidas no momento da alta hospitalar; e elaborar cartilha educativa de orientação de enfermagem para alta hospitalar ao paciente transplantado renal. Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem qualitativa, tendo como cenário o Centro de Diálise e Transplante do Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP), localizado na cidade de Niterói, Rio de Janeiro. Os sujeitos foram os 6 enfermeiros lotados no Centro de Diálise e 5 pacientes em pós-operatório de transplante renal com enxerto funcionante. Foi utilizada a técnica de entrevista semiestruturada, com roteiro prévio de perguntas abertas e fechadas, em que também se identificou o perfil sociocultural dos sujeitos do estudo, observando-se os aspectos éticos, segundo a Resolução 466/2012-CNS, com aprovação do CEP parecer número 655.193. A análise dos dados se deu através da análise de conteúdo de Bardin. Os dados foram agrupados em quatro categorias, duas para as entrevistas realizadas aos enfermeiros: 1- Saberes e práticas dos enfermeiros acerca das orientações para alta hospitalar ao paciente transplantado renal; 2-Educação em saúde para alta ao paciente transplantado renal: universo multifacetado de práticas; e duas categorias para as entrevistas realizadas com os pacientes: 1- Vida: história e perspectivas; 2- Transplantei e agora? Os resultados revelaram que os enfermeiros possuem os saberes necessários referentes ao transplante renal, porém vários são os fatores que dificultam a prática de orientações de enfermagem ao paciente, como falta de tempo, de pessoal, de padronização da assistência e de comunicação entre equipe médica e de enfermagem. Quanto às categorias formadas após as entrevistas com os pacientes, observou-se a ausência de noções sobre o transplante renal por parte do paciente no momento da internação. No momento da alta hospitalar, as informações sobre como se cuidar em casa e preservação do enxerto eram fornecidas pela enfermagem de maneira assistemática. A cartilha como Tecnologia Educacional com orientações de enfermagem para a alta hospitalar do paciente transplantado renal servirá de instrumento para suprir as necessidades de informação específicas acerca dos cuidados no domicílio para prevenção de agravos e promoção da saúde a esses pacientes. A utilização da cartilha, que é o produto deste estudo, na alta do paciente transplantado, não solucionará os outros problemas que foram evidenciados para a prestação de uma assistência de enfermagem plena. Contudo, é um passo inicial para incentivar e estimular novos olhares nesse cuidado prestado nesta instituição ao paciente transplantado renal. O estudo não se finaliza aqui por necessitar de validação desta cartilha com a implementação de mudanças efetivas para melhorar a qualidade da assistência de enfermagem prestada ao paciente transplantado renal
metadata.dc.description.abstractother: This study aims the knowledge and practices of nurses in guiding the hospital discharge to the renal transplanted patient. The research aimed to describe the knowledge and practices of nurses in hospital discharge to renal transplanted patients; characterize the nursing instructions at hospital discharge to renal transplanted patients; assess the perception of renal transplanted patients about the nursing guidance provided at the hospital discharge; and develop educational booklet of nursing orientation for hospital discharge to renal transplanted patients. This is a descriptive study with a qualitative approach, with the Dialysis and Transplant Center of the University Hospital Antonio Pedro (HUAP) as scenery, located in the city of Niterói, Rio de Janeiro. The subjects were 6 nurses of the Dialysis Center and 5 patients in the postoperative of renal transplantation with a functioning graft. The semi-structured interview technique was used, with a previous script of open and closed questions, which also identified the sociocultural profile of the study subjects, observing the ethical aspects, according to Resolution 466/2012-CNS, with the approval of CEP opinion number 655,193. Data analysis was done through the Bardin content analysis. Data were grouped into four categories, two for the interviews performed to nurses: 1-Knowledge and practices of nurses about the guidelines for hospital discharge to renal transplanted patients; 2-Health education of hospital discharge to the renal transplanted patient: multifaceted universe of practices; and two categories for interviews performed with patients: 1- Life: history and perspectives; 2- I transplanted, and now? The results showed that nurses have the necessary knowledge for the renal transplant, but there are several factors that hinder the practice of patient nursing guidelines, such as lack of time, lack of staff, standardization of care and communication between medical and nursing staff. Concerning the categories formed after the interviews with the patients, there was a lack of ideas about renal transplantation by the patient at hospitalization. At the time of hospital discharge, nursing provided the information about how to take care at home and preservation of the graft in an unsystematic way. The booklet as Educational Technology with nursing guidelines for the hospital discharge of renal transplanted patients, will serve as a tool to supply the specific information needs about home care for disease prevention and health promotion to these patients. The use of the booklet, which is the product of this study, at the hospital discharge of the transplanted patient, will not solve the other problems that were highlighted for providing full nursing care. However, it is an initial step to encourage and stimulate new looks in this care provided in this institution to renal transplanted patients. The study does not finish here needing validation of this booklet with the implementation of effective changes to improve the quality of nursing care provided to renal transplanted patients. The study does not finish here need validation of this primer with the implementation of effective changes to improve the quality of nursing care provided to renal transplant patients
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3643
Appears in Collections:MPEA - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Livia Borsato.pdf4.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.