Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/369
Title: Infra-estrutura de informação: classificação e padronização como fatores de convergência em gestão de Ciência e Tecnologia
Authors: Alvares Junior, Laffayete de Souza
metadata.dc.contributor.advisor: Gonzalez de Gomez, Maria Nélida
metadata.dc.contributor.advisorco: Souza, Rosali Fernandez de
Issue Date: 2007
Citation: Alvares Junior, Lafayete de Souza. Infra-estrutura de informação: classificação e padronização como fatores de convergência em gestão de Ciência e Tecnologia. 2007. 154 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Convênio Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/Universidade Federal Fluminense Niterói, 2007. Disponível em: <http://www.bdtd.ndc.uff.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=2350>.
Abstract: Apresenta um estudo exploratório de algumas das dimensões do conceito de infra-estrutura de informação no cenário de gestão de Ciência e Tecnologia brasileira, buscando reconstituí-la como um artefato político de convergência dos atores de redes sóciotécnicas para categorias de sistemas de informação os quais a integram e cujo funcionamento social atravessa na construção de um mundo social, ou uma comunidade de prática, uma realidade que difere do mundo real. Demonstra seus limites e reconstrói o papel da organização do conhecimento na gestão e avaliação de Ciência e Tecnologia. Oferece uma metodologia exploratória com a qual extrai um discurso para a área de Ciência da Informação, representado pela comunidade de seus cientistas pela via da análise da produção científica de um dos eventos da área (ENANCIB) e pela via da Governança, através da análise da Tabela de Áreas do Conhecimento – TAC do CNPq. Confronta ambos os discursos extraídos na busca por uma identidade entre projetos de organização concluindo que há muitos questionamentos da organização mostrando que as intenções na representação, como dizem Le Moigne e Caraça, devem ser consideradas na elaboração dos sistemas de informação, influenciando o funcionamento das infra-estruturas de informação. Apresenta as classificações e padrões como dispositivos reguladores das relações e funcionamentos sociais nos ambientes em que intervêm e que organizam, conformando naturalização, transparência e convergência como possibilidades de formatação de tais ambientes. Discute o papel de modelador de tais dispositivos demonstrando por um lado sua limitação na avaliação do funcionamento completo das infra-estruturas, e por outro lado o seu potencial em nela intervir através da inscrição que realiza influenciando os sistemas que cria.
metadata.dc.description.abstractother: This dissertation presents an exploratory study of some dimensions of the concept of infrastructure in the Brazilian Science and Technology management scenario. It seeks to rebuild this concept as a political artifact of convergence of sociotechnical network actors to categories of information systems. These systems integrate the information infrastructure and go across their own social functionality in the process of constructing a social world, a community of practice, a reality which is different from the real world. This dissertation demonstrates the limits of the infrastructure and rebuilds the role of knowledge organization in the Science and Technology management and offers an exploratory methodology which extracts a discourse for the Science Information area, which is represented by the scientists community through the analysis of the scientific production analysis at one of the most important scientific events of Information Science (ENANCIB) and by the Governance through the analysis of the Tabela de Áreas do Conhecimento (TAC) from CNPq. The dissertation confronts both discourses extracted in the search of an identity between organization projects concluding that there is a lot of questioning about organization showing that intention in the representation, as said by Le Moigne and Caraça, should be considered in the elaboration of information systems, influencing the functionality of the information infrastructure. The dissertation presents classification and standards as regulatory dispositives of the social relations and functionality in the environment where the intervene and organize conforming and modeling naturalization, transparency and convergence as possibilities of formatting these environments. The dissertation discusses the role of dispositive modelators showing on the one hand their limitation in the evaluation of the whole functionality of the infrastructures and on the other hand all their potential of intervenience through the inscribing which they actually perform and their influence in the systems they grow.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/369
Appears in Collections:SDC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao CI_Lafayete Alvares Jr-2007.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.