Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3777
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMello, William Zamboni de-
dc.contributor.authorHenriques, Renata Van Der Haagen-
dc.date.accessioned2017-06-05T15:44:47Z-
dc.date.available2017-06-05T15:44:47Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.urihttps://app.uff.br/riuff/handle/1/3777-
dc.description.abstractEste trabalho teve por interesse estimar o aporte atmosférico, via água da chuva ( bulk deposition), de nitrogênio inorgânico e orgânico em Maceió (A L). A química da água de chuva tem sido foco de muitas pesquisas ao longo do s anos. No entanto, existem poucos trabalhos na região Nordeste do Brasil, sendo este trabalho o primeiro da região a abordar o nitrogênio orgânico dissolvido (NOD) e o seu princi pal constituinte, a uréia (CO(NH 2 ) 2 ). O NOD é parte importante do nitrogênio total da água da chuva, sendo neste trabalho 91% de todas as amostras. Ele é emitido principalmente pel a queima de biomassa e uso de fertilizantes nitrogenados, podendo ser absorvidos por microorganismos na forma de CO(NH 2 ) 2 . As coletas foram efetuadas semanalmente no períod o de fevereiro de 2007 a fevereiro de 2008. Nas amostras foram determinados o NID (NO 3 - , NO 2 - , NH 4 + ) e o NOD, sendo que deste foi analisada a CO(NH 2 ) 2 . A água da chuva apresentou um pH médio de 6,1. Foram atribuídos ao NID 4% de NH 4 + e 4% de NO 3 - e 1% de NO 2 - . Com relação ao período chuvoso, o período de estiagem apresentou um aument o de todas as espécies estudadas, com exceção do NOD. A diferença entre os períodos pode ser explicada pela concentração maior das espécies estudadas em decorrência das chuvas, a lém da queima de biomassa, aumento de veículos e despejo de esgoto. Este trabalho apresen tou resultados semelhantes aos encontrados em trabalhos da região Nordeste, e, com exceção do NOD, todos os resultados encontrados são inferiores aos obtidos em trabalhos na região Sudeste, podendo essa diferença ser explicada pelos ventos alísios que sopram vindo s do oceano, além de uma menor urbanização e da configuração geomorfológica da reg ião Nordeste. O fluxo total de N observado foi de 15 kg N ha -1 ano -1 enquanto que no período chuvoso esta taxa foi de 1 0,43 kg N ha -1 e no período de estiagem foi igual a 4,62 kg N ha -1 .pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Biblioteca de Pós-Graduação em Geoquímica BGQ (bgq@ndc.uff.br) on 2017-06-05T15:44:46Z No. of bitstreams: 1 Renata van der Haagen Henriques - DISSERTAÇÃO - MESTRADO - VERSÃO FINAL BGQ.pdf: 3551109 bytes, checksum: c1bcf6f175986a8a87b54b0cf749fc3b (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-06-05T15:44:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Renata van der Haagen Henriques - DISSERTAÇÃO - MESTRADO - VERSÃO FINAL BGQ.pdf: 3551109 bytes, checksum: c1bcf6f175986a8a87b54b0cf749fc3b (MD5)en
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsOpen Accesspt_BR
dc.titleAporte atmosférico de Nitrogênio inorgânico e orgânico nas proximidades de Maceió (AL) - Potencial impacto da atividade canavieirapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordDeposição atmosféricapt_BR
dc.subject.keywordImpactos atmosféricospt_BR
dc.subject.keywordMaceiópt_BR
dc.contributor.membersKnoppers, Bastiaan Adriaan-
dc.contributor.membersMaddock, John Emmund Lewis-
dc.contributor.membersPimentel, Luiz Cláudio Gomes-
dc.degree.levelmestrado acadêmicopt_BR
dc.creator.affilliationUniversidade Federal Fluminense. Instituto de Química. Programa de Pós-Graduação em Geoquímica, Niterói, RJpt_BR
dc.subject.descriptorDeposição atmosféricapt_BR
dc.subject.descriptorPoluição do arpt_BR
dc.subject.descriptorMaceió (AL)pt_BR
dc.subject.descriptorCana de açucarpt_BR
dc.subject.descriptorProdução intelectualpt_BR
dc.subject.keywordotherAtmospheric depositionpt_BR
dc.subject.keywordotherAtmospheric impactspt_BR
dc.description.abstractotherhis work aimed estimate the atmospheric contribution of inorganic and organic nitrogen by bulk deposition in Maceió (AL). The rai n water chemistry has been focus of many studies over the past years. However, there are few studies in the Northeast region of Brazil, being this work the first one analyzing the dissolved organic nitrogen (DON) and its main constituent, urea (CO(NH2)2). NOD is an important part of total nitrogen from rainwater, corresponding 91% of all N in this work samples. It’s believed that biomass burning and use of nitrogen fertilizers are its main sources, which can be absorbed by microorganisms in the form of CO(NH 2 ) 2 . Weekly sampling were made from February 2007 to February 2008, in which DIN (NO3), NO 2, NH 4+) and DON were analyzed. The rain water’s average pH were 6.1. 4% of total N of the samples were designated as NH4 +, 4%, NO 3 - from and 1%, NO 2 - . Compared to the wet season, the dry period showed an increase of all species studied, with exception of DON. The difference between periods can be explained by the higher concentration of species due to rain, and biomass burning and increase in vehicles traffic and sewage. This study showed similar results to those found in studies in the Northeast region. With exception of DON, all result s were lower than those obtained in studies in the Southeast region. This difference can be explained by winds that blows from the ocean, and less urbanization and geomorphological characteristics of the region. The average flux of N was 15 kg N ha -1 yr -1 while in the wet season this rate was 10.43 kg N ha-1and in the dry period is was 4 62 kg N ha -1.pt_BR
dc.identifier.vinculationAluno de Mestradopt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal Fluminensept_BR
dc.degree.departmentInstituto de Químicapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Geoquímicapt_BR
dc.degree.date2009-
dc.degree.localNiterói, RJpt_BR
dc.publisher.departmentNiteróipt_BR
Appears in Collections:PPG-GEO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Renata van der Haagen Henriques - DISSERTAÇÃO - MESTRADO - VERSÃO FINAL BGQ.pdf3.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.