Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3791
Title: Efeitos da encenação descritiva e narrativa na verbo-visualidade da Turma da Mônica Jovem
Authors: Xavier, Glayci Kelli Reis da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Feres, Beatriz dos Santos
metadata.dc.contributor.members: Leite, Luciana Paiva de Vilhena
Gomes, Regina Souza
Monnerat, Rosane Santos Mauro
Ribeiro, Patrícia Ferreira Neves
Issue Date: 6-Jun-2017
Abstract: O presente trabalho analisa a construção das encenações descritiva e narrativa no mangá Turma da Mônica Jovem, obra de Maurício de Sousa, e os efeitos de sentido decorrentes destas, produzidos por meio da relação verbo-visual. Como diretriz da pesquisa, são empregados, sobretudo, pressupostos da Teoria Semiolinguística de Análise do Discurso, de Patrick Charaudeau, com relação à competência de linguagem, aos modos de organização do discurso – enfatizando os modos descritivo e narrativo – e aos imaginários sociodiscursivos. Além disso, focalizando a relação palavra-imagem, são utilizados alguns preceitos da semiótica peirciana, com o apoio de outros conceitos e aportes teóricos relacionados à relação verbo-visual e às histórias em quadrinhos. Como corpus de análise, são utilizados fragmentos de edições alternadas da revista Turma da Mônica Jovem (entre a edição 1 e a 64) para exemplificar os aspectos elencados, além das edições 41, 48 e 63, para uma análise global e aplicação dos conceitos estudados. Por meio da análise das estratégias discursivas utilizadas no material, é possível concluir que, para adequar a publicação ao novo sujeito destinatário, procurou-se manter o perfil ideológico da Turma da Mônica tradicional, adicionando elementos que programassem um destinatário ideal com o qual o público leitor e consumidor se identificasse. Somando-se a isso, como estratégia de captação, foram utilizadas representações sociais e imaginários sociodiscursivos relativos ao universo adolescente com um papel de espelho identitário, facilitando a adesão do leitor
metadata.dc.description.abstractother: This paper analyzes the construction of the descriptive and narrative staging in the Monica Teen manga, created by Maurício de Sousa, and the effects of meaning deriving from them, produced by the verb-visual interface. The survey was conducted from the theoreticalmethodological approach of Semiolinguistics Theory, by Patrick Charaudeau, related to the language competence, the discourse organization modes – emphasizing the descriptive and the narrative – and the socio-discursive imaginaries. Furthermore, to focus on the word-image relationship, some precepts of Peirce's semiotics were used, and other concepts and theoretical issues connected to the verb-visual interface, also related to comics. As corpus of analysis, fragments of alternated editions from Monica Teen comic book are used (between editing 1 and 64) to exemplify the listed aspects; in addition, the editions numbers 41, 48 and 63 are used for a global analysis and application of the concepts studied. Throughout the analysis of the discursive strategies used in the material, it can be concluded that, in order to adapt the publication to new subject receiver, they tried to keep the ideological profile of Monica´s Gang, adding elements that could program an ideal receiver with whom the readership and consumers would identify themselves. In addition, as a strategy of captation, social representations and socio-discursive imaginary from the adolescent universe were used, with the role of an identity mirror, facilitating the reader's adherence
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3791
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_doutorado-2016_linguagem_Glayci-Xavier.pdf33.13 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons