Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3868
Title: Cinema e educação: entre o eu estético e o nós político Uma análise de experiências sensíveis a partir do projeto cinema para todos
Authors: Pinto, Tatiane Mendes
metadata.dc.contributor.advisor: Saldanha, Patrícia Saldanha
metadata.dc.contributor.members: Farbiarz, Alexandre
Gabbay, Marcelo Monteiro
Issue Date: 19-Jun-2017
Abstract: O presente trabalho se propõe a analisar as experiências dialógicas entre cinema e educação a partir do projeto Cinema para Todos, de oficinas de audiovisual no Estado do Rio de Janeiro. Partindo das relações entre Mídia e Cotidiano, refletirá sobre o cinema como estratégia comunicacional que vai do ambiente escolar até a experiência do espaço urbano como forma de compartilhamentos sensíveis e estímulo às invenções coletivas - essenciais à formação do ser. Tal análise tem lugar num momento da atualidade1 onde sujeito e sociedade sofrem importantes mudanças, a escola como meio de reprodução de práticas sociais passa por uma crise sem precedentes e parece haver uma transformação do político na sociedade atual em detrimento de um fortalecimento cada vez maior das mídias no cotidiano. Deste modo busca-se compreender em que medida a experiência sensível com o cinema pode gerar vinculações sociais dos alunos em relação a seus pares e às suas comunidades. Ao longo da pesquisa foi delineado um caminho cujos eixos centrais se sustentam no método de pesquisa de campo, pesquisa qualitativa com entrevistas em profundidade, pesquisa quantitativa com entrevistas fechadas e revisão bibliográfica para pensar o papel do audiovisual na intervenção do cotidiano e na mediação com a sociedade através dos conceitos de cinema (BENJAMIN, 2012; BERGALA, 2008), vinculação social (SODRÉ, 2010), educação (SODRÉ, 2012; SIBILIA, 2012), héxis educativa (SODRÉ, 2010) e experiência sensível (MAFFESOLI, 1998)
metadata.dc.description.abstractother: This paper is intended to analyze the dialogue between cinema and education from the Cinema for All project, audiovisual workshops in public schools of the State of Rio de Janeiro. Based on the relationship between Media and Everyday Life, reflect on the cinema as communication strategy in the school environment as a way to share sensitive experiences and stimulate collective inventions - essential to the formation of the. This analysis takes place at a time where the current subject and society suffer major changes, the school as a means of reproduction of social practices goes through an unprecedented crisis and there seems to be a political emptying in today's society rather than a strengthening of growing media in everyday life. We seek to understand the extent to which sensory experience with cinema can generate social ties of students in relation to their peers and their communities. During the research was outlined a path whose central axes are supported in the field of research method, qualitative research with in-depth interviews, quantitative research with closed interviews and literature review to consider the role of audiovisual in everyday intervention and mediation with society through the film concepts (BENJAMIN, 2012; Bergala, 2008), social connection (SODRÉ, 2010), education (SODRÉ, 2012; SIBILIA, 2012), educational héxis (SODRÉ, 2010) and sensory experience (MAFFESOLI, 1998)
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3868
Appears in Collections:PPGMC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO_TATIANE0911.pdf2.8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.