Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3945
Title: Utilização de carbono grafítico como indicador de queimadas em registros holocênicos e de mudança do uso da terra
Authors: Martins, Gabriel Souza
metadata.dc.contributor.advisor: Cordeiro, Renato Campello
metadata.dc.contributor.advisorco: Sifeddine, Abdelfettah
metadata.dc.contributor.members: Silva, Heitor Evangelista da
Santos, Elisamara Sabadini
Issue Date: 3-Jul-2017
Abstract: O estudo em questão apresenta o uso do Carbono graf ítico (BC) como indicador de queimadas em dois enfoques: ocorrência de paleoincêndios em um r egistro sedimentar do Lago do Saci (PA), com o intuito de evidenciar eventos de distúrbios relacio nados a queima de sistemas florestais associados a ocorrência de paleoclimas secos na parte sudeste da Amazônia ao longo do Holoceno e como indicador de queimadas em registros sedimentares de mudança do u so da terra, no município de Alta Floresta (MT). O perfil da concentração de carbono grafítico (BC) de terminado através do método térmico (CTO-375) refere-se ao testemunho SACI 1, que abrange 9200 an os cal AP e a quatro registros sedimentares de barragens artificiais do norte do Mato Grosso .refe rente aos últimos 100 anos. No registro sedimentar do Lago do Saci foi possível observar quatro fases dis tintas de sedimentação que permite distinguir difer entes fases paleoclimáticas. No Holoceno inferior, observ a-se uma transição de um ambiente úmido para um mais seco, caracterizado por fortes eventos de enxu rradas. No Holoceno Médio estabeleceu-se um ambient e deposicional de baixa energia hidrodinâmica, com al tos valores de carbono grafítico suportando a existência de um clima seco. A transição para o Hol oceno tardio foi marcado por um clima úmido como sugerem o aumento de carbono orgânico total e deriv ados de clorofila assim como reduções nos valores d e concentração de carbono grafítico. Durante o Holoc eno Tardio, o aumento da concentração de BC é observado por volta de 1850 anos cal AP, decorrente s de atividades antrópicas na região ou alteração d e biomassa. Nos registros de mudança do uso da terra, os dados de carbono grafítico auxiliam na determinação da dimensão dos incêndios em escala lo cal ou regional como dado complementar a contagem microscópica de partículas de carvão, bem como proc essos de co-deposição entre o mercúrio e BC, como mostra a correlação significativa e positiva entre os dois parâmetros (p < 0,05; N=59 e r = 0,55). A a nalise das partículas de carvão e Hg sugerem a remobilizaç ão o metal por ação de queimadas, pois os testemunh os LCEN050 e WSW150 apresentaram as maiores concentraç ões de partículas de carvão 10,8x10 6 e 6,96x10 6 partículas/g respectivamente e os menores valores m édios na concentração de Hg (0,06 e 0,07ppm respectivamente). Considerando que em setores mais afastados ao centro municipal e de maior conservaçã o de biomassa, observam-se os maiores valores de acum ulação de carbono grafítico, 0,023% (LCEN050) e 0,078% (WNW150) de BC, sugere-se que o transporte d estas partículas pela circulação atmosférica de longo percurso. Em escala temporal, o processo de o cupação territorial é observado no testemunho WNW150 (única barragem natural entre as quatro estu dadas). O processo de colonização do município, ocorrido na década de 70, é marcado pelo aumento do s fluxos de todos os parâmetros a partir de 1967. O fluxo de partículas de carvão aumenta de 0.028 para 0,500x10 10 partículas/m2/ano e os de Carbono grafítico de 0,405 para 2,28 gBC/m 2 /ano entre 1967 e 1984.
metadata.dc.description.abstractother: his study presents the use of Black Carbon as indi cator of fire occurrences on two approaches: Occurrences of paleofires in a sediment ary record of Saci lake (PA), to related events of burning forest, associated with the occur rence of dry paleoclimates, in the southeastern part of the Amazon during the Holocene ; and as an indicator of fire records of land change use in Alta Floresta (MT).The concentra tion of Black Carbon (BC)for the core SACI 1, with a basal age of 9200 cal years BP, and four core in the northern Mato Grosso that covers the last 100 years, was determined by the th ermal method (CTO-375).In the sedimentary record of Saci lake was identified four units of sedimentation which correspond to different paleoclimatic phases . In the Early Holocene the transition from humid to a drier climate was observed, characterized by the occurren ce of run-off events. In the Mid-Holocene was established a depositional environment of low h ydrodynamic energy, with high values of BC supporting the existence of a dry climate. The M id-late Holocene transition was marked by a humid climate as suggest the increase in TOC v alues and chlorophyll derivates as well as the reduction in the BC concentration . In the Late Holocene occurs the increase of BC concentrations in 1850 cal yrs BP, due the antropog enic activities in the region or biomass change around the lake. In the land change use reco rds, the BC profile work with a complementary proxy associated with the charcoal pa rticles, could provide the extent of fires in regional or local scale, well as the co-deposition process of mercury and BC , as shown insignificant and positive correlation between the two parameters(p <0.05, N = 59; r = 0.55). The analysis of the coal particles and Hg suggest the r emobilization of the metal by the burning process used for croplands installation, for the cores LCEN 050 and WSW150 had the highest concentrations of carbon particles 10.8x10 6 and 6.96x10 6 particles/g respectively and the lowest average concentration of Hg (0.06and 0.07 ppm respectively) . In the more distant collect point of the town center with larger biomass conservation, there are the highest accumulation of graphitic carbon, 0.023% (LCEN050) and 0.078% (WNW150) BC, it is sugg ested suggest the transport of these particles by the atmospheric circulation. In the te mporal scale, the process of land occupation is observed in the core WNW150. The process of coloniz ation of the city, occurred in the 70's, is marked by increased flows of all parameters since 1967. Th e flow of carbon particles increases from 0.028x10 10 to 0.500x10 10 partícles/m 2 /yr and graphitic carbon of 0.405 to 2.28 gBC/m 2 /yr between 1967 and 1984
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3945
Appears in Collections:PPG-GEO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARTINS, G. S..pdf4.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.