Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3960
Title: Metodologia dinâmica de suporte à decisão: estudo de caso da aplicação da metodologia Bow-Tie na análise de risco de um FPSO na fase de operação
Authors: Ugulino, Kátia Lúcia da Costa Araújo
metadata.dc.contributor.advisor: Gutierrez, Ruben Huamanchumo
metadata.dc.contributor.members: Araujo, Elaine Aparecida
Santos, Isaac José Antonio Luquetti dos
Issue Date: 3-Dec-2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Durante o ciclo de vida de uma instalação de produção de petróleo, estão presentes riscos relacionados à segurança operacional. Na fase de operação, devido à presença de substâncias perigosas (inflamáveis, tóxicas e ou asfixiantes) submetidas a severas condições de processo, os cenários de risco são mais críticos do que nas demais fases. Nesta etapa do ciclo de vida, a gestão inadequada dos riscos de processos favorece a ocorrência de acidentes com alto potencial de danos: elevado número de fatalidades, custos com indenizações, investimentos para a recuperação de áreas contaminadas, pagamentos de multas a órgãos reguladores, perdas de continuidade operacional e consequentemente elevação do custo de produção. Estes eventos, de forma individual ou coletiva, impactam fortemente a sustentabilidade do negócio. Sendo assim, a identificação, análise e gestão destes riscos representam um grande desafio para os gestores do setor de petroquímico. Neste contexto uma das maiores dificuldades é gerenciar os riscos de processo de forma dinâmica. A abordagem proposta neste trabalho baseia-se em um sistema dinâmico de suporte a decisão que adota conceitos da Metodologia Bow Tie e do Método de Análise Hierárquica de Processo (AHP). O modelo proposto foi aplicado na forma de estudo de caso para uma única plataforma e os resultados deste piloto serão analisados a fim de ajustar os limites para alcançar o melhor desempenho em segurança de processo das instalações.
metadata.dc.description.abstractother: There are many process risks during the lifecycle of an oil production facility. In the operating phase due to the presence of hazardous substances (flammable, toxic and / or asphyxiating) subjected to severe process conditions, the risk scenery are more critical than in other phases. On this phase of lifecycle the inadequate process risk management favors the occurrence of accidents with high potential for damage: high number of fatalities, severance costs, investment for the rehabilitation of contaminated sites, payment of fines to regulatory agent, loss of operational continuity and consequently increase the cost of production. These events, individually or collectively, have a strong impact on business´s sustainability. Thus, the identification, analysis and process risk management in oil and gas production represents a big challenge for the managers of the petrochemical industry. In this context, one of the biggest difficulties is to manage process risks dynamically. The approach proposed in this work based on a dynamic decision support system that adopts concepts of the Bow Tie Methodology and the Hierarchical Process Analysis Method (AHP). The proposed model has been applied in a case study in a single platform and the results of this pilot will be analyze to adjust the limits to achieve the best performance of the facility process safety.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/3960
Appears in Collections:MSG - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Katia Lucia da C A Ugulino.pdf5.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.