Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4072
Title: Gestão do trabalho na Cooperminas: mobilização de competências e coletivos de trabalho na atividade dos operadores de uma mina de carvão em luta pela autogestão
Authors: Araujo, Fernanda Santos
metadata.dc.contributor.advisor: Alvarez, Denise
metadata.dc.contributor.members: Muniz, Helder Pordeus
Lima, Francisco de Paula Antunes
Fraga, Lais Silveira
Figueiredo, Marcelo Gonçalves
Mello, Jose Manoel Carvalho de
Issue Date: 27-Jul-2017
Abstract: Esta tese propõe-se a analisar a gestão do trabalho pelo olhar da atividade em uma mina de carvão em luta pela autogestão, assim contribuindo com os estudos sobre as Empresas Recuperas por Trabalhadores no Brasil. Para elaborar esse ponto de vista recorremos à ergonomia da atividade, à perspectiva ergológica e à psicodinâmica do trabalho, nos valendo especialmente do que essas disciplinas/abordagens/perspectivas puderam oferecer a respeito do tema das competências e da dimensão coletiva da atividade. Um panorama do universo da mineração de carvão e das lutas históricas dos trabalhadores pela autogestão do trabalho e da produção também compuseram nosso referencial para a análise. Nossa ida a campo se apoiou na metodologia da Análise Ergonômica do Trabalho, enriquecida por outras influências fundamentais para adaptá-la à realidade estudada e aos nossos objetivos de pesquisa. O resultado dessa experiência mostra que a luta dos trabalhadores da COOPERMINAS pela autogestão do trabalho e da produção está longe de cessar. Se por um lado podemos afirmar que importantes conquistas foram alcançadas pela resistência cotidiana dos trabalhadores favorecendo o bem estar das pessoas e a eficácia da produção, por outro, apontamos uma série de limitações que decorrem das contradições impostas por um cenário adverso no qual a luta dos trabalhadores se configura como um projeto extremamente conflitivo. O olhar para a atividade, orientado pelos conceitos de competências e coletivos de trabalho, foi fundamental para a elaboração dessa análise.
metadata.dc.description.abstractother: The purpose of this thesis is analyze the work management from the perspective of the activity in a coal mine in a struggle for self-management, thus contributing to the studies about workers recovered companies in Brazil. To elaborate this point of view we use the activity ergonomics, the ergological perspective and the psychodynamics of the work, making use especially of what these disciplines / approaches / perspectives might offer about the subject of skills and collective dimension on activity. A panorama of coal mining universe and historical workers struggles for self-management also composed our benchmark for analysis. Our trip to the field of this study was based on the methodology of Ergonomic Work Analysis, enriched by other influences fundamental to adapt it to the reality studied and our research objectives. The result of this experiment shows that the struggle of COOPERMINAS workers for self-management is far from ceasing. On the one hand we can say that significant achievements have been made by the daily resistance of workers favoring the well-being of people and the efficiency of production, on the other, we point out a number of limitations arising from the contradictions imposed by an adverse scenario in which the struggle of workers is configured as a highly conflictive project. The look for the activity, guided by the concepts of skills and collective was essential to prepare the analysis.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4072
Appears in Collections:PPGEP - Teses e dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
D2016 - Fernanda Santos Araujo.pdf4.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.