Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4601
Title: Detecção e caracterização molecular de vírus associados com gastrenterite aguda em crianças menores de três anos de idade na cidade de Salvador-Bahia
Authors: Xavier, Maria da Penha Trindade Pinheiro
metadata.dc.contributor.advisor: Martinho, José Manoel da Silva Gomes
metadata.dc.contributor.advisorco: Leite, José Paulo Gagliardi
metadata.dc.contributor.members: Vitral, Cláudia Lamarca
Cardoso, Divina das Dores de Paula
Santos, Flavia Barreto dos
Issue Date: 2008
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Estudos baseados em comunidades fornecem informações que representam geograficamente o perfil das doenças diarréicas infantil. Entretanto, nos países em desenvolvimento, são poucos os estudos que relatam a circulação das principais viroses gastrentéricas em uma mesma comunidade. Este estudo apresenta os dados da investigaçao da freqüência da infecção dos norovírus e sapovirus em crianças com gastrenterite aguda participantes de um estudo longitudinal em comunidades carentes da cidade de Salvador, BA, Brasil. A caracterização molecular de outros vírus entéricos previamente detectados nesta mesma população também foi realizada. Este estudo representa a continuidade de um projeto anterior desenhado para estabelecer o perfil dos patógenos entéricos mais prevalentes nessas comunidades. Neste estudo, 139 amostras fecais coletadas no período de julho de 2001 a janeiro de 2002 foram analisadas por RT-PCR usando inicialmente um conjunto de oligonucleotídeos para detecção de calicivirus humanos (norovirus e sapovirus) e um específico para norovirus. Sete amostras (5,0%) foram positivas para calicivirus e 11 amostras (7,9%) para norovirus. Uma amostra foi caracterizada como SaV e sete amostras como norovirus do genogrupo GII, por seqüenciamento de nucleotideos. A caracterização molecular do rotavírus do grupo A (RV-A) e astrovírus (HAstV), previamente detectados, revelou a circulação do RV-A genótipos G1P[8] e G9P[8] e HAstV genótipos 6, 7 e 8. Não foram observadas infecções mistas. Estes achados apontam para a grande diversidade dos genótipos dos mais importantes vírus associados às gastrenterites agudas circulando em comunidades carentes
metadata.dc.description.abstractother: Community based studies provide geographically representative information on the acute diarrhea disease burden. However, there are only a few reports in developing countries concerning the genotypes of the most important gastro enteric viruses in such communities. This study presents the results obtained by investigating the presence of Norovírus in children with acute gastroenteritis from a longitudinal study in low-income communities of the city of Salvador, BA, Brazil. This study represents an extension of a previous work performed to establish the profile of the most prevalent enteric pathogens present in these communities. In this study, 139 fecal samples collected from July 2001 to January 2002 were analyzed by RT-PCR using a set of primers for calicivirus (norovirus and sapovirus) and a specific set of primers for NoV. Seven out of 139 (5.0%) and 11 (7,9%) samples were positive for calicivirus and norovirus, respectively. One sample was characterized as human sapovirus and seven isolates were characterized as NoV genotype GII. The molecular characterization of the previously detected group A rotaviruses (RV-A) and human astrovíruses (HAstV) was also performed and revealed the circulation of RV-A genotypes G1P[8] and G9P[8]; and HAstV genotypes 6, 7, and 8. No mixed infection was observed. These findings pointed out the circulation of a great diversity of genotypes of the most important viruses responsible for acute gastroenteritis circulating in low-income communities
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4601
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons