Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4725
Title: O comprometimento afetivo nas empresas estatais: um estudo sobre o engajamento do funcionário público no setor elétrico
Authors: Silva, Rodrigo de Souza da
metadata.dc.contributor.advisor: Salle, Denise Medeiros Ribeiro
metadata.dc.contributor.members: Pontes, André Teixeira
Gomes, Marcus Brauer
Issue Date: 28-Jun-2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Esta pesquisa teve como objetivo investigar o comprometimento afetivo do funcionário público e sua relação com o engajamento no trabalho a partir da percepção de funcionários e gestores. A pesquisa, de cunho qualitativo e com resultados exploratórios e descritivos, foi realizada com base em uma revisão bibliográfica, para melhor compreender a (in)definição dos constructos comprometimento e engajamento, uma pesquisa documental, analisando os relatórios gerenciais da organização e uma pesquisa de campo, através da realização de estudo de caso em uma empresa estatal do setor elétrico. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e tratados por categorização e análise de conteúdo, estabelecendo relações positivas e negativas entre as respostas dos entrevistados e a percepção de comprometimento e engajamento do funcionário público. Os resultados demonstraram a complexidade do assunto, com percepções divergentes entre funcionários e gestores. Os gestores perceberam mais fatores positivos relacionados ao comprometimento e engajamento do que o próprio funcionário, sendo o comprometimento uma condição necessária, porém não suficiente, para que o engajamento se desenvolva. Conclui-se que o funcionário público no universo pesquisado não está satisfeito com algumas características organizacionais e com a política de RH, porém, ainda assim, não pretende deixar a organização, levando em consideração características com as quais ele está muito satisfeito, como benefícios, ambiente de trabalho e qualidade de vida.
metadata.dc.description.abstractother: This research aimed to investigate the affective commitment of the public employee and its relationship to the engagement at work from the perception of employees and managers. The research, whose nature was qualitative and whose results were exploratory and descriptive, was conducted through the combination of a literature review to better understand the (in)definition of the constructs commitment and engagement, a documentary research, analyzing the organization's management reports and a field research by conducting a case study in a state electrical company. The data were collected through semi-structured interviews and treated by categorization and content analysis, establishing positive and negative relations between respondents' responses and the perception of commitment of the public employee. The results demonstrated the complexity of the subject, with divergent perceptions between employees and managers. Managers perceived more positive factors related to commitment and engagement than the employee itself, with commitment being a necessary but not sufficient condition for the development of engagement. It is concluded that the public employee in the universe researched is not satisfied with some organizational characteristics and HR policy, however, he still does not intend to leave the organization, taking into account characteristics with which he is very satisfied, such as benefits, work environment and life quality.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4725
Appears in Collections:MSG - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Rodrigo de Souza da Silva.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.