Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4735
Title: Refúgio e Políticas Públicas de acolhimento: Refugiados do conflito sírio em Angra dos Reis e Rio de Janeiro (RJ)
Authors: Cerchi, Bruno Antonio
metadata.dc.contributor.advisor: Policarpo, Frederico
metadata.dc.contributor.members: Souza, Mirian Alves de
Nobre, Domingos Barros
Chagas, Gisele Fonseca
Issue Date: 29-Sep-2017
Abstract: O presente trabalho monográfico tem como objetivo de apresentar a pesquisa realizada com os refugiados do conflito sírio em Angra dos Reis e no Rio de Janeiro. Através de entrevistas e observação direta e participante foi possível analisar diferentes eixos envolvidos na temática, tais como as opiniões dos refugiados a respeito do processo de refúgio. Utilizando o método etnográfico e pesquisa documental, o trabalho propõe descrever as políticas públicas para refugiados no Brasil, focalizando o ponto de vista das pessoas afetadas pelo conflito na Síria. Tendo o objetivo de observar o processo de refúgio, foram analisadas as políticas públicas envolvidas com o tema através de um mapeamento e de um levantamento de dados qualitativos. Registrou-se o discurso de atores da gestão do refúgio, tendo entrevistas realizadas com os funcionários das principais instituições envolvidas, como por exemplo o CONARE e a Cáritas, e com os refugiados nas duas cidades. O primeiro capítulo se refere a Introdução ao tema. Mostro nele as razões para o meu interesse na pesquisa e em qual método me baseei para a realização do trabalho. O segundo capítulo, apresenta as políticas para refugiados e migrantes existentes e as suas trajetórias, buscando mostrar que existem diversas legislações a respeito do tema. No terceiro capítulo, exploro o trabalho de campo realizado e em como as legislações e políticas públicas citadas no capítulo anterior afetam a vida dos refugiados. Por fim, averiguo na conclusão, baseado nos relatos coletados, a falta de políticas públicas específicas para os refugiados e as dificuldades enfrentadas por essas pessoas na burocracia do processo de refúgio.
metadata.dc.description.abstractother: This undergraduate thesis aims to understand Syrian refugee communities in refuge process in the Brazilian cities of Angra dos Reis and Rio de Janeiro. We analyzed different issues involving the refugees' opinions through interviews, direct observation and participant observation. Using the ethnographic method of documentary research, the study proposes to describe the public policies for refugees in Brazil, focusing on the refugees' point of view. Also, mapping and data collection was used to observe the refuge process. In addition, interviews with officials of the main institutions involved, such as CONARE and Caritas, along with refugees from both cities. The first chapter explains the reasons for this study and the methodology used. In the second chapter, I present the policies for refugees and migrants and their crusade to show several legislations already existent on the subject. On the third and final chapter, I explore how the legislation cited in the previous chapter affects the lives of the refugees. Lastly, I inquire in the conclusion, based on collected stories, the deficiency of specifics public policies to refugees and the difficulties faced by them in the bureaucracy refuge process.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4735
Appears in Collections:CPO- Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Bruno Antonio Cerchi.pdf1.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.