Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4744
Title: Vivendo e aprendendo: o cuidado de si no cotidiano do acadêmico de enfermagem
Authors: Oliveira, Raphael Monteiro
metadata.dc.contributor.advisor: Espírito Santo, Fátima Helena do
metadata.dc.contributor.members: Espírito Santo, Fátima Helena do
Fuly, Patricia dos Santos Claro
Antunes, José Luiz Cordeiro
Almeida, Paula Ferro e
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Oliveira, Raphael Monteiro. Vivendo e aprendendo: o cuidado de si no cotidiano do acadêmico de enfermagem. 2012. 65 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2012.
Abstract: A entrada na Universidade representa mudanças na rotina dos estudantes que necessitam apreender novos conhecimentos e desenvolver a capacidade de adaptar-se as inúmeras atividades inerentes ao curso escolhido. Este estudo aborda a prevalência dos diagnósticos de enfermagem na população de acadêmicos de enfermagem e tem como objetivos: verificar o perfil e as atividades desenvolvidas pelos acadêmicos de Graduação em Enfermagem ao longo do curso e analisar a prevalência de nove diagnósticos de enfermagem para discutir sobre o cuidar de si desta população. Trata-se de um estudo quantitativo, cuja coleta de dados foi realizada através da aplicação de um questionário a 270 estudantes do Curso de Graduação em Enfermagem e Licenciatura da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa e, posteriormente, os dados foram submetidos a analise estatística descritiva simples. Os resultados demonstraram que se trata de uma população predominantemente feminina, solteira, sem filhos, que não trabalha, reside com a família, possui uma média de idade de 22 anos e que tende, ao longo dos períodos, a se envolver em diversas atividades extracurriculares. Quanto aos diagnósticos observou-se uma alta prevalência de Autocontrole ineficaz da saúde, padrão de sono prejudicado, insônia, estilo de vida sedentário, ansiedade e sobrecarga de estresse. O curso de graduação em enfermagem visa formar um profissional generalista capaz de lidar com qualquer situação na prática. Nesse sentido, os dados sugerem que medida que os estudantes avançam no curso, aprendem a cuidar do outro em detrimento do cuidar de si que pode estar relacionado a sobrecarga de tarefas de um curso integral e pelo pouco incentivo a consciência critica acerca da própria saúde. Assim, concluímos que é fundamental investimento em estratégias que possibilitem aos estudantes, a partir dos conhecimentos apreendidos e das experiências compartilhadas, repensar seus hábitos e estilo de vida para incentivar a consciência critica acerca da importância do cuidar de si como ponto de partida para o cuidado com o outro.
metadata.dc.description.abstractother: The University entrance represents changes in the routine of students who need to grasp new knowledge and develop the ability to adapt to many activities related to the chosen course. This study addresses the prevalence of nursing diagnoses in the population of nursing students and aims: to determine the profile and activities developed by undergraduate nursing students throughout the course and analyze the prevalence of nine nursing diagnoses to discuss the take care of themselves in this population. This is a quantitative study, whose data collection was performed by applying a questionnaire to 270 students of the Nursing Undergraduate of Aurora Afonso Costa Nursing School, and subsequently the data were subjected to statistical analysis Simple descriptive. The results showed that it is a predominantly female, unmarried, without children, not working, residing with his family, has an average age of 22 years and tends, over the periods, to be involved in several extracurricular activities . Regarding diagnoses we observed a high prevalence of Self-ineffective health, impaired sleep patterns, insomnia, sedentary lifestyle, anxiety and stress overload. The undergraduate nursing course aims to train a professional generalist able to handle any situation in practice. In this sense, the data suggest that as students progress in the course, learn to care for others instead of taking care of themselves, that may be related to heavy workloads and complete a course by little incentive for critical consciousness about their own health. Thus, we conclude that is fundamental to invest in strategies that enable the students, from the knowledge learned and shared experiences, to rethink their habits and lifestyle to encourage critical consciousness about the importance of taking care of oneself as a starting point for care with each other.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4744
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Raphael Monteiro de Oliveira.pdf857.73 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons