Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4807
Title: Distribuição espaço-temporal da tuberculose e condições de vida. Município de Niterói, Rio de Janeiro: 2004 a 2012
Authors: Valente, Bárbara Campos Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Baltar, Valeria
metadata.dc.contributor.advisorco: Kawa, Helia
metadata.dc.contributor.members: Baltar, Valéria Troncoso
Kawa, Helia
Rosa, Maria Luiza Garcia
Issue Date: 2015
Abstract: A tuberculose (TB) é uma das mais antigas enfermidades que acompanham o homem e até hoje é um grande problema de saúde pública. A relação entre a doença e as condições precárias de vida é histórica e antes mesmo do advento da quimioterapia específica houve decréscimo da mortalidade nas populações socioeconomicamente mais desenvolvidas. No Brasil a tuberculose é um problema de grande magnitude, embora sua distribuição seja heterogênea. Alguns municípios do país são considerados prioritários para o controle da doença, dentre eles o município de Niterói, apesar de apresentar o índice de desenvolvimento humano no primeiro lugar no ranking do estado do Rio de Janeiro e no 7° no ranking nacional. O objetivo do estudo foi analisar a distribuição espaço-temporal da tuberculose no município de Niterói no período de 2004 a 2012 em três triênios 2004-2006, 2007-2009, 2010-2012 e verificar a associação entre a doença e indicadores socioeconômicos nos dois últimos triênios. Os dados utilizados foram obtidos do SINAN e do Censo demográfico 2010. Os resultados apontaram que a tuberculose está distribuída por todo o território destacando alguns bairros com taxas mais elevadas. No período 2007-2009 foi observada associação direta significativa entre a incidência de tuberculose e proporção de domicílios com 7 moradores ou mais, proporção de domicílios com esgoto a céu aberto no entorno, casos de coinfecção TB/HIV, casos de abandono de tratamento, e associação inversa para proporção de domicílios ligados à rede geral de água. No período 2010-2012 foi verificada associação direta significativa para proporção de domicílios sem esgotamento, proporção de domicílios com renda até 1 salário mínimo, casos de retratamento e associação significativa inversa para proporção de domicílios com renda superior à 10 salários mínimos e proporção de domicílios com 7 ou mais moradores. Estes resultados sugerem que a dinâmica da transmissão da tuberculose no município de Niterói, no período estudado, está relacionada com as condições de vida, apontando maior risco de ocorrência da doença nos grupos populacionais que vivem em bairros mais vulneráveis, onde particularidades da organização espacial do município favorecem a persistência da endemia
metadata.dc.description.abstractother: Tuberculosis (TB) is one of the oldest diseases that accompanies the man and even today is a major public health problem. The relationship between the disease and poor living conditions is historical and even before the advent of specific chemotherapy there was a decrease in mortality in more developed populations of socio-economic point of view. In Brazil, tuberculosis is a problem of large magnitude, although its distribution is heterogeneous. Some cities in the country are considered as priorities for disease control, including the city of Niterói, despite of the fact that its human development index is the 1st in the ranking of the state of Rio de Janeiro and the 7th in the national ranking. The objective of the study was to analyze the spatial and temporal distribution of tuberculosis in Niterói in 2004-2012 period into three periods of three years: 2004-2006, 2007-2009, 2010-2012; and the association between the disease and socioeconomic indicators in the last two terms. The data came from SINAN and demographic Census 2010. The results showed that TB is spread throughout the city highlighting some neighborhoods with higher rates. In the period 2007-2009 there was significant and direct association between the incidence of tuberculosis and the proportion of households with 7 or more residents, proportion of households with open sewers in the vicinity, cases of TB/HIV, cases of abandonment of treatment; and inverse association with proportion of households connected to the water network. In the period 2010-2012 we found significant and direct association for households with no sewer, proportion of households with income up to 1 minimum wage, retreatment cases; and significant inverse association for proportion of households with income to 10 minimum wages and proportion of households with 7 residents and over. These results suggest that the dynamic of tuberculosis transmission in Niterói, in the period studied, is related to living conditions, indicating greater risk of disease occurrence in populations living in vulnerable neighborhoods, where particularities of the spatial organization of the neighborhood favor the persistence of endemic disease
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4807
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_Bárbara Valente (1).pdf3.48 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons