Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4824
Title: A questão do adoecimento profissional no cuidado de enfermagem
Authors: Nascimento, Fernando Monteiro do
metadata.dc.contributor.advisor: Valente, Geilsa Soraia Cavalcanti
metadata.dc.contributor.members: Valente, Geilsa Soraia Cavalcante
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Nascimento, Fernando Monteiro do. A questão do adoecimento profissional no cuidado de enfermagem. 2013. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2014
Abstract: Observamos atualmente muitos profissionais atuantes da área de Enfermagem, sejam técnicos, auxiliares ou enfermeiros que apresentam sintomas como problemas de coluna, fadiga, estresse, dentre outros, que terminam por incapacitá-los em suas atividades laborais e pessoais. Este trabalho visa enumerar quais as principais patologias apresentadas pelo profissional de enfermagem atuante nas Clinicas Médica e Cirúrgica, masculina e feminina do Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP), para, a partir daí descrever possíveis estratégias para solucionar o problema. Participaram do estudo 30 trabalhadores (23 mulheres e 07 homens), com idades entre 25 e 54 anos (média de 38,6 anos). Utilizou-se o Índice de Capacidade para o Trabalho - ICT, instrumento desenvolvido na Finlândia, que apresentou valor médio de 38,0 entre os técnicos e 36,0 para os enfermeiros. As doenças mais referidas com diagnóstico médico foram as doenças músculo-esquelética e respiratória. Salienta-se que somente num ambiente adequado de trabalho, amparado por uma política institucional que vise seu bem-estar em diferentes medidas e aspectos tanto ergonômicos quanto psicológicos o profissional de enfermagem pode desempenhar um serviço adequado, que se reverta em bom atendimento ao paciente e redução do índice de afastamentos de seu serviço.
metadata.dc.description.abstractother: Today many professionals working in the field of nursing as technical, assistants and nurses who have symptoms such as back problems, fatigue, stress, among others that eventually incapacitate them in their work and personal activities. This work aims to list the mains pathologies presented by the nursing staff acting in Medical and Surgical Clinics, male and female of the Antonio Pedro University Hospital (HUAP), to thereafter describe possible strategies to solve the problem. We studied 30 workers (23 women and 07 men) aged between 25 and 54 years (38.6 years average). We used the Index Capacity for Work - ICT, an instrument developed in Finland, who averaged 38.0 between technicians and 36.0 for nurses. The diseases most commonly with medical diagnosis were musculoskeletal and respiratory diseases. It is noted that only in a suitable work environment, supported by an institutional policy to their well-being in different measures and both ergonomic and psychological aspects nursing professionals can play an appropriate service, which reverts into good patient care and reduce the rate of absenteeism of their service.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4824
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Fernando Monteiro do Nascimento.pdf196.39 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons