Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4836
Title: Adesão ao tratamento para tuberculose multirresistente: estudo de caso em uma unidade ambulatorial de referência terciária em Niterói/RJ
Authors: Costa, Patricia Valéria
metadata.dc.contributor.advisor: Machado, Monica Tereza Christa
metadata.dc.contributor.advisorco: Oliveira, Luísa Gonçalves Dutra de
metadata.dc.contributor.members: Machado, Monica Tereza Christa
Cardoso, Gisela Cordeiro Pereira
Silva Junior, Aluísio Gomes da
Maksud, Ivia
Alves, Márcia Guimarães de Mello
Issue Date: 2015
Abstract: Adesão ao tratamento e o consequente aumento das taxas de cura resultam da interação de fatores relacionados aos serviços de saúde, aos pacientes, à sociedade e à gestão pública. Foi realizado um estudo de caso em uma unidade ambulatorial de referência terciária (UART) para o tratamento da TBMDR no município de Niterói/RJ, utilizando a abordagem quantitativa e qualitativa com o objetivo de conhecer os fatores relacionados à adesão, na perspectiva dos usuários, profissionais e gestores. Foram utilizadas diferentes fontes de evidência na busca de pontos comuns e divergentes e a análise de conteúdo possibilitou a identificação de fatores favoráveis ou não à adesão a partir das categorias adesão, acesso, acolhimento, vínculo, responsabilização. A maioria dos pacientes em tratamento relatou dificuldade de acesso aos benefícios sociais. A ausência de alguns profissionais na equipe comprometeu a abordagem de importantes questões relativas ao perfil dos pacientes, principalmente a vulnerabilidade social, o consumo de álcool e de outras drogas, além do isolamento e preconceito. A oferta gratuita de mediação, a realização de exames na própria UART, a flexibilidade nos agendamentos, a busca de faltosos e o vínculo com a equipe de saúde foram descritos como fatores importantes para a adesão. O conhecimento sobre a doença atual e seu tratamento e seu tratamento associados à vontade do paciente de curar-se foram relatados como aspectos importantes para superar as barreiras encontradas para a realização do tratamento. Os resultados apresentados sugerem que, apesar da existência de fatores desfavoráveis à adesão, as ações de acolhimento, vínculo e responsabilização desenvolvidas pelo serviço foram suficientes para promover a adesão no grupo estudado. Entretanto, recomenda-se a melhoria do acesso aos benefícios assistenciais, a implementação de novas formas de comunicação sobre as formas graves de tuberculose e a articulação com outros segmentos públicos e da sociedade para o enfrentamento da TBMDR
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4836
Appears in Collections:PPGSC - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Patricia Costa.pdf1.07 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons