Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4854
Title: Intervenções de enfermagem para queixa subjetiva de memória em frequentadores de um grupo para terceira idade: estudo piloto
Authors: Monteiro, Nicole Alencar Cholodoski
metadata.dc.contributor.advisor: Santana, Rosimere Ferreira
metadata.dc.contributor.advisorco: Santos, George Luiz Alves dos
metadata.dc.contributor.members: Santana, Rosimere Ferreira
Chrizóstimo, Miriam Marinho
Peclat, Paula Vanessa Flores
Santos, George Luiz Alves dos
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Monteiro, Nicole Alencar Cholodoski. Intervenções de enfermagem para queixa subjetiva de memória em frequentadores de um grupo para terceira idade: estudo piloto. 2013. 87 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2013.
Abstract: Introdução: Um dos problemas mais comuns associados com o envelhecimento é o comprometimento da memória. Estudos comprovam que embora a perda de memória esteja associada ao envelhecimento, nem todos os domínios da memória podem ser igualmente afetados. Objetivo Geral: Avaliar oficinas de estimulação cognitiva para idosos frequentadores de oficina de um grupo para terceira idade. Objetivo Específico: Comparar a capacidade funcional dos idosos no pré e pós participação nas oficinas; Analisar as estratégias de intervenção cognitiva utilizadas nas oficinas de estimulação cognitiva na percepção dos idosos; Método: Trata-se de um estudo com abordagem quantitativa, com intervenção (oficinas) pré e pós teste, numa perspectiva longitudinal, baseado na avaliação de um recorte, do último semestre. Para coleta dos dados utilizou-se testes de rastreio validados Mini-Exame de Estado Mental, Escala de Depressão Geriátrica, Escala de Atividades Instrumentais de Vida Diária. O cenário do estudo foi o Espaço Avançado – UFFESPA. O projeto foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa, conforme a resolução 422/2012, com o número de aprovação 250.132. Resultados: A média de idade dos pacientes é de 69,9 anos, com escolaridade média de 10,9 anos; com prevalência de mulheres 14 (82,4%); que residem sozinhas 41,2%. Dentre as 12 oficinas realizadas as áreas cognitivas mais treinadas foram: atenção, observação e memória de curto prazo. Quanto a avaliação funcional destes idosos pode ser observado uma melhora para evocação de palavras (EVP) com variação absoluta (0,40) e relativa (0,34), diferença significativa estatisticamente de 1 ponto acima, porém sem significância clínica. O Mini Exame de Estado Mental (MEEM, p= 0,82) e avaliação de humor (EDG, p=0,82), não havendo variação absoluta e negativa. Quanto a avaliação das oficinas pelos idosos, a participação, interação e compreensão do conteúdo das oficinas foi unânime (100%); entendimento (76,8%). Conclusão: Os participantes das oficinas de estimulação cognitiva apresentaram uma manutenção nos testes de rastreio. Desta forma, a concepção destas intervenções podem ser recomendada, afim de promover um envelhecimento ativo e saudável.
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: One of the most common problems associated with aging is memory impairment. Studies show that although memory loss is associated with aging, not all areas of memory may also be affected. General Purpose: To evaluate cognitive stimulation workshops for elderly patrons of a group workshop for Seniors. Specific Objective: To compare the functional capacity of the elderly before and after participation in workshops; analyze the cognitive intervention strategies used in the workshops of cognitive stimulation on the perception of the elderly; Method: This is a study with a quantitative approach, with intervention (workshops) pre and post test, a longitudinal perspective, based on the evaluation of a cut, the last semester. For data collection, we used validated screening tests Mini-Mental State Examination, Geriatric Depression Scale, Scale of Instrumental Activities of Daily Living. The study setting was the Advanced Space - UFFESPA. The project was submitted to the Ethics Committee in Research, according to Resolution 422/2012, with the approval number 250132, on 19/04/2013. Results: The mean age of patients is 69.9 years, mean education of 10.9 years, with a prevalence of 14 women (82.4%), whereas 41.2% live alone. Among the 12 workshops trained the most cognitive areas were: attention, observation and short-term memory. As for the functional evaluation of these seniors an improvement for word retrieval (EVP) can be observed with absolute (0.40) and relative (0.34) variation, giving a statistically significant difference of 1 point above, but without clinical significance. The Mini Mental State Examination (MMSE, p = 0.82) and mood assessment (EDG, p = 0.82), with no absolute and negative change. Regarding the evaluation of the workshops by the elderly, participation, interaction and understanding of the content of the workshops was unanimous (100%), understanding (76.8%). Conclusion: Workshop participants cognitive stimulation showed a maintenance of screening tests. Thus, the design of these interventions can be recommended in order to promote an active and healthy aging.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4854
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Nicole Alencar Cholodoski Monteiro.pdf81.75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.