Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4960
Title: O trabalho na atenção primária à saúde e a lógica do capitalismo tardio: a precarização como questão bioética
Authors: Rodrigues, Ciane dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor: Batista, Rodrigo Siqueira
metadata.dc.contributor.members: Batista, Rodrigo Siqueira
Gomes, Andréia Patrícia
Franco, Túlio Batista
Cota, Luiz Gustavo Santos
Issue Date: 2017
Abstract: Esse estudo tem como tema central a investigação dos problemas decorrentes da precarização do trabalho na Atenção Primária à Saúde (APS), entendidos como questões bioéticas. Contextualizamos tal discussão a partir dos conceitos trazidos por Michel Foucault e Gilles Deleuze sobre sociedades de soberania, disciplinares e sociedades de controle, além de trabalhar os conceitos de poder e biopolítica. Fundamentamos o debate sobre as transformações do mundo do trabalho a partir de autores como Ricardo Antunes, Richard Sennet e Antonio Negri, tendo como objetivo geral analisar os principais problemas da precarização do trabalho na APS, na perspectiva da Bioética, traçamos o caminho de construção do estudo através de uma revisão de literatura com estratégia de busca definida e linhas de fuga que possibilitaram atravessar diferentes campos de saberes, no intuito de perceber os pontos de encontro entre a Bioética e a Precarização do Trabalho. Dividimos o texto em três capítulos: (3) “A contemporaneidade do mundo do trabalho”, (4) “A precarização do trabalho e a bioética na atenção primária em saúde” e (5) “Bioética da proteção: um antídoto na precarização do trabalho?”. Identificamos que há uma ínfima abordagem das questões da precarização do trabalho como conflitos bioéticos nas bases de dados científicas e assim fizemos um aprofundamento na combinação destes dois campos e concluímos com a proposição da Bioética da Proteção como possível antídoto em termos do enfrentamento dos desafios colocados ao trabalhador em sua rotina diária no contexto de uma sociedade situada na lógica do capitalismo tardio
metadata.dc.description.abstractother: This study analyses the problems related to the precariouness of labour in the Health Primary Care (APS), seen as bioethics issues. Our discussions are based on the concepts of Michel Foucault and Gilles Deleuze on sovereignty societies, disciplinaries societies, control societiesanda poqer and biopolitics. Our debate on the transformations of labour is based on Ricardo Antunes, Richard Sennet and Antonio Negri, where the goalis analyse the main problmes of labour precariousness in APS. Under the perspective of Bioethics, we construct our study through a review of the bibliography with a defined search strategy that allowed approaching different fields of knowledge where we see the cnections between Bioethics and Labour Precariousness. The text is divided in threee chapters : 1- The labour world in contemporaneity; 2 Thecprecariousness of labor and the bioethics in the atenção primária à saúde; 3- Proteccion bioethics: an antidote in the precariousness of labour?. As we identify in cientific database a small number of studies understandig labour precariousness as bioethics conflicts, we combine these two fields deeply e conclude with the proporsition of Bioethcis of Protection as a possible antidote for facing the challenges of the daily routine of workers in a society under the late capitalism logic
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/4960
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO CIANE RODRIGUES.pdf557.36 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons