Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5006
Title: Ética animal no ensino de ciências e biologia: uma análise de livros didáticos da Educação Básica
Authors: Melgaço, Izabel Christina Pitta Pinheiro de Souza
metadata.dc.contributor.advisor: Paixão, Rita Leal
metadata.dc.contributor.members: Lourenço, Daniel Braga
Meirelles, Rosane Moreira Silva de
Salomão, Simone Rocha
Ferreira, Cristiane Pereira
Paixão, Rita Leal
Issue Date: 2015
Abstract: Ao longo do tempo, o ensino de ciências e biologia vem absorvendo as mais variadas demandas tanto do campo científico como do campo moral. Ao nos depararmos com uma crise ambiental sem precedentes e fruto de uma perspectiva ética antropocêntrica que enxerga a natureza apenas como fonte inesgotável de recursos, torna-se necessário que o sistema de crenças e valores que guiou nosso desenvolvimento até então seja confrontado. Nesse cenário, surge a Bioética, que se ocupa das discussões éticas sobre as atitudes humanas que afetam a vida no planeta e, no campo educacional brasileiro, surge a Educação Ambiental que objetiva assumir um compromisso com mudanças de valores e comportamentos que possibilitem a gestão da crise ambiental com a instituição do respeito à diversidade biológica. Entendendo que a mudança de valores é imprescindível para que o quadro crítico seja contornado, o presente estudo buscou abordar os aspectos envolvidos na (re)construção de valores que sustentam as relações que os seres humanos estabeleceram com os animais ao longo dos séculos através da apresentação da perspectiva ética senciocêntrica e da análise de conteúdo sobre essa relação em livros didáticos de ciências e biologia indicados pelo Programa Nacional do Livro Didático. Os resultados mostram que, embora o cenário social demande e a legislação oriente para uma mudança de valores e tratamento em relação ao ambiente e aos animais, os livros didáticos ainda apresentam seus conteúdos com forte abordagem antropocêntrica e que a representação dos animais ainda reflete uma relação hierárquica de domínio humano sobre esses seres
metadata.dc.description.abstractother: Over time, the teaching of science and biology has been absorbing the most varied demands both from the scientific field and from the moral field. When faced with an unprecedented environmental crisis because of an anthropocentric ethical perspective that sees nature only as an endless source of resources, the system of beliefs and values that guided our development so far needs to be confronted. In this scenario, the Bioethics emerges with ethical discussions about human attitudes that affect life on the planet and, in the Brazilian educational field, the Environmental Education also emerges aiming to make a commitment to change values and behaviors that will lead to the management of the environmental crisis by establishing respect for biological diversity. Understanding that change of values is essential to avoid this critical situation, this study aimed to address the issues involved in the (re)construction of values that underpin the relationship that humans have established with animals over the centuries. For this purpose we presented sentiocentric ethical perspective and analyzed content about this relationship in textbooks of science and biology appointed by the Brazilian National Textbook Program. The results show that although the ethical scene and legislation demand for a change of values and treatment to the environment and animals, textbooks still present their content with strong anthropocentric approach and that the representation of animals still reflects a human dominion over these beings
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5006
Appears in Collections:PPGBIOS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Izabel Melgaço.pdf8.88 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons