Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5164
Title: A segurança turística do Rio de Janeiro durante o período dos Jogos Olímpicos Rio 2016 : o olhar midiático
Authors: Baptista, Ana Carolina Mattos
metadata.dc.contributor.advisor: Machado, Marcello de Barros Tomé
metadata.dc.contributor.members: Santos, Lucia Oliveira da Silveira
Silva, Erly Maria de Carvalho
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A cidade do Rio de Janeiro sediou os Jogos Olímpicos e Paralímpicos no ano de 2016, após recentemente ter sediado outros megaeventos esportivos, tais como a Copa do Mundo em 2014, os Jogos Pan-americanos em 2007, a Copa das Confederações em 2013 e os Jogos Militares em 2011. Apesar dos megaeventos esportivos se apresentarem como uma oportunidade ímpar para o desenvolvimento urbano e turístico das cidades-sede, existem vários fatores que podem influenciar no seu êxito, entre estes a segurança pública nos destinos. Embora o Rio de Janeiro seja mundialmente conhecido pelo seu potencial turístico, a cidade também é considerada um caso emblemático de uma ideologia ou cultura de medo e insegurança. Contudo, apesar de ser notoriamente violenta, a cidade do Rio de Janeiro não é a mais violenta do país, embora as notícias sobre sua violência possuírem mais visibilidade do que as demais. Sendo assim, foi definido como objetivo desta pesquisa analisar as representações midiáticas digitais do período não-olímpico e olímpico e compará-las com os índices de violência da cidade do Rio de Janeiro em ambos os períodos, com o propósito de compreender se o que foi retratado durante o megaevento esportivo se distancia ou se aproxima da realidade vivenciada na cidade em relação à segurança pública. Para atingir o objetivo proposto, foi realizada uma pesquisa com 286 reportagens digitais, com metodologia descritiva, documental, abordagem qualitativa-quantitativa e utilizando a análise de conteúdo como técnica de interpretação de dados. Entre os principais resultados, constatou-se que o que foi retratado na mídia corresponde parcialmente ao cotidiano de violência da capital fluminense, uma vez que, embora as propagações de notícias sobre violência na cidade tenham diminuído no período olímpico, as ocorrências criminais do mesmo período não deixaram de acontecer.
metadata.dc.description.abstractother: The city of Rio de Janeiro hosted the Olympic and Paralympic Games in the year 2016, after recently have hosted other sporting mega events such as the World Cup in the year 2014, the Pan American Games in the year 2007, the Confederations Cup in the year 2013 and the Military Games in the year 2011. Despite sports mega events constitute a unique opportunity for the urban and tourist development of host cities, there are several factors that can influence their success or failure, such as pubic security in destinations. Although Rio de Janeiro is recognized worldwide for its tourist potential, the city is also considered an emblematic case of an ideology or culture of fear and insecurity. However, despite being a notoriously violent city, the city of Rio de Janeiro is not the most violent of the country, despite the news about your violence have more visibility than the others. Therefore, it was defined as the objective of this research to analyze the digital media representations of non-Olympic and Olympic period and compare them with the violence indices in Rio de Janeiro in both periods, in order to understand if what was portrayed during the mega-sport event distances or approaches the reality experienced in the city regarding public safety. To reach the proposed objective, it was carried out a research with 286 digital reports, with descriptive methodology, qualitative-quantitative approach and using content analysis as data interpretation technique. Among the main results, it was observed that what was portrayed in the media corresponds partially to the daily violence of the capital of Rio de Janeiro, since, although the spread of news about violence in the city has decreased in the Olympic period, the criminal occurrences of the same period did not follow the same pattern, on the contrary, they increased in relation to the previous period.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5164
Appears in Collections:SGT - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANA CAROLINA MATTOS BAPTISTA.pdf1.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.