Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5407
Title: Unidade de Pronto Atendimento: olhares do usuário à produção do cuidado
Authors: Andrade, Bárbara Bulhões Lopes de
metadata.dc.contributor.advisor: Franco, Tulio Batista
metadata.dc.contributor.members: Muniz, Marcela Pimenta
Mendonça, Paulo Eduardo Xavier de
Franco, Tulio Batista
Issue Date: 2017
Abstract: O estudo traz um olhar para as singularidades da produção do cuidado pela perspectiva do usuário em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Além disso, agrega conhecimento sobre o histórico e o desenvolvimento da rede de urgência e emergência do município do Rio de Janeiro e alguns desafios das unidades de emergência na produção deste cuidado. Afirma-se a noção redes dinâmicas em saúde, que transbordam sua institucionalização temática para o reconhecimento de uma rede viva, transversal e potente a apoiar o usuário nos caminhos que faz pelos serviços de urgência e emergência do município. Apresenta metodologia qualitativa de pesquisa-intervenção, forjada em cartografias da Unidade de Pronto Atendimento, a partir de narrativas de trabalhadores da unidade e da constituição de um usuário-guia. Este se mostra como o guia revelador da produção do cuidado em sua rede viva. Tendo em vista a morte socioafetiva deste nos serviços de saúde, propõe-se o método de Autópsia Sócioafetiva. Tal proposta de método é elaborada a partir da autópsia psicossocial, uma reconstrução do status da saúde física e mental e das circunstâncias sociais, psicológicas e afetivas do usuário na produção do cuidado em seu processo saúde-doença-cuidado-morte pelas redes do Sistema Único de Saúde (SUS). Ao desvelar as dinâmicas e interseções da rede viva do usuário, compreendem-se as singularidades e subjetividades de sua visão sobre a produção do cuidado. O estudo teve como objetivo analisar a produção do cuidado na Rede de Urgência e Emergência, envolvendo gestores, trabalhadores e usuários. Procuraram-se descrever as experiências na Unidade de Pronto Atendimento, com foco nas inovações do modo de produção do cuidado pelo olhar do usuário, levando em consideração as valises tecnológicas do trabalho em saúde, principalmente as interfaces da tecnologia leve nos serviços de urgência e emergência do SUS. As cartografias desenvolvidas apresentam os territórios existenciais da UPA e da multiplicidade de seus trabalhadores e usuários. Desta forma, apresenta as singularidades do cuidado em saúde de urgência e emergência a partir da narrativa da companheira do usuário-guia e de trabalhadoras da UPA. Revela fissuras/meandros da rede de saúde, a multiplicidade do território existencial do usuário e as disputas elaboradas pela garantia do direito à saúde. Aponta inovações no campo das tecnologias leves elaboradas pelos trabalhadores da unidade e apresenta as percepções destes sobre o sistema de regulação de vagas (SISREG). Por fim, a morte socioafetiva do usuário entra também em disputa na produção do cuidado, tanto pela rede de serviços de saúde, que se mostra insuficiente ao não conseguir dar um diagnóstico à companheira do usuário, quanto por sua rede viva que se reconstrói por linhas de captura elaboradas na fé e em grupos de apoio religiosos
metadata.dc.description.abstractother: This study aims to reveal the singularities of the production of health care from the perspective of the patient in a First Care Unit (UPA). It also intends to contribute to the discussion on the history and development of the urgency and emergency network in the city of Rio de Janeiro and some of the challenges faced by the emergency units in providing such care. We affirm the definition of health webs as dynamic webs that go beyond their institutionalized definition to the establishment of a live and powerful web that is capable of supporting the attended population on its ways through urgency and emergency units of the city. The study is developed through a methodology of research-intervention, drawing cartographies of the First Care Unit from the narratives of the workers of the unit and of a ‘guiding patient’. This ‘guide’ reveals the production of care in his ‘live web’. Considering the social-affective death of the patient in the health services, we propose the method of the Social – Affective Autopsy. This methodological proposal is built from the psycho-social autopsy, a reconstruction of the physical and mental health status, and social, psychological and affective circumstances of the patient through the production of care in the process of health-disease-care-death through the web of the Unified Health Care System (SUS). Revealing the dynamics and intersections of the patient’s living web we can understand the singularities and subjectivities of his vision on the production of care. Our objective was to analyze the production of care in the Urgent (First Care - UPA) and Emergency Care Units, involving administrators, workers and patients. We describe the experiences in the UPA foccusing on innovations in the production of health care as seen by the patients, taking into account the technological tools of health work, mainly the interfaces of soft technology in the urgency and emergency services of the SUS. The cartographic developments present the living territories of the UPA and the multiplicity of its workers and patients. We present the singularities of health care in urgency and emergency from the narrative of the patient-guide’s wife and of female workers of the UPA. Fissures of the health care web are revealed, the multiplicity of the existential territory of the patients, and the disputes to warrant the right to health care. Innovations in the field of soft technologies developed by the workers of the UPA are pointed out, as well as their perceptions on the patient schedule regulation system (SISREG). Finally, the socioaffective death of the patient also enters in dispute on the production of care, by the health services network that is unable to give a diagnose to the patients partner, as well as by his living that is rebuilt with the mediation of faith-based actions and religious support groups
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5407
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇAO BARBARA ANDRADE.pdf1.06 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons