Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5541
Title: Avaliação da ecoeficiência de processos de produção de isopropilamina por simulação computacional
Authors: Bastião, Danyelle Soares
metadata.dc.contributor.advisor: Prata, Diego Martinez
metadata.dc.contributor.advisorco: Santos, Rafael Oliveira dos
metadata.dc.contributor.members: Santos, Lizandro de Sousa
Mangili, Patrick Vaz
Issue Date: 18-Jan-2018
Abstract: Atualmente, a indústria química busca desenvolver práticas de produção mais limpa mediante a otimização de procedimentos operacionais e novas tecnologias com o intuito de eliminar ou reduzir a geração dos impactos ambientais associados aos seus processos. Essa tendência, ligada à maior conscientização acerca dos efeitos das atividades antropogênicas sobre o meio ambiente, contribui para o avanço e implementação de ferramentas de análise de desempenho, entre as quais destaca-se a simulação de processos. A isopropilamina, presente na produção de produtos como agrotóxicos, é largamente produzida pela aminação catalítica do isopropanol seguida por etapas de separação. Neste trabalho, avalia-se a ecoeficiência comparativa relativa aos ecoindicadores de consumo de água, consumo energético e emissão de CO2 de duas rotas de produção de isopropilamina que se diferem pelas etapas de separação empregadas. Os resultados obtidos com o auxílio da simulação computacional permitiram constatar que o processo que utiliza um separador líquido-líquido seguido por uma coluna de destilação para a separação da água formada no processo da diisopropilamina, subproduto reacional, e isopropanol não reagido apresenta melhor desempenho ambiental que o processo no qual essa separação é realizada através de uma única etapa de retificação com relação a todos os ecoindicadores estudados, resultando em um ganho em ecoeficiência de 20,8 %
metadata.dc.description.abstractother: Nowadays, the chemistry industry is focused on the development of cleaner production practices throught operating procedures otimization and new technologies for eliminate or decrease the environmental impacts related to their processes. This tendency, connected to the awareness of the effects of anthropogenic activities on the environment, contributes to the advance and implementation of performance analysis tools, among which is highlighted the process simulation. The isopropylamine, present in the manufacture of products as agrotoxics, is widely produced by the catalytic amination of isopropanol followed by separation steps. This work evaluates the comparative eco-efficiency related to the CO2 emission, water and energy consumption eco-indicators of two industrial routes for isopropylamine production that differ by the separation steps utilized. The results obtained with the aid of computational simulation permitted to verify that the process with a liquid-liquid separator followed by a distillation column for the separation of the water formed in the process from the diisopropylamine, side product, and unreacted isopropanol shows better environmental performance than the process that uses a stripping tower in relation to all the eco-indicators studied, resulting in an ecoefficiency gain of 20.8 %
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5541
Appears in Collections:TGQ - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_Danyelle Soares.pdf1.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.