Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5670
Title: Competência profissional para a assistência farmacêutica hospitalar: perfil e dinâmica no Estado do Rio de Janeiro
Authors: Lucas Filho, Milton Dayrell
metadata.dc.contributor.advisor: Brito, Monique Araújo de
metadata.dc.contributor.advisorco: Magarinos-Torres, Rachel
metadata.dc.contributor.members: Futuro, Débora Omena
Dellamora, Elisangela da Costa Lima
Matos, Guacira Corrêa de
Retto, Maely Peçanha Fávero
Issue Date: 29-Jan-2018
Abstract: A disponibilidade e o uso racional de medicamentos nos hospitais dependem da realização de um conjunto de atividades chamado de assistência farmacêutica. As atividades de assistência farmacêutica têm forte impacto nos resultados da assistência hospitalar e, consequentemente, na qualidade das intervenções clínicas e de segurança do paciente. Apesar disso grande parte das farmácias hospitalares brasileiras apresenta baixo nível de desempenho, independente do hospital onde estão inseridas. Este trabalho objetivou explorar conhecimentos e habilidades percebidos como necessários para o adequado desempenho da assistência farmacêutica hospitalar (AFH), tendo por referência o perfil dos profissionais e a dinâmica no Estado do Rio de Janeiro. O caminho metodológico para o alcance dos objetivos propostos foi organizado em três etapas. A primeira etapa consistiu no reconhecimento do espaço de prática farmacêutica hospitalar fluminense, por meio da investigação das características dos hospitais que compõem esta rede hospitalar, bem como do número de farmacêuticos que atuam nestes hospitais, tomando como base os dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde. A segunda etapa focou na determinação do perfil dos farmacêuticos que atuam nestes hospitais, por meio da aplicação de questionário eletrônico semiestruturado. A terceira etapa empregou técnicas qualitativas de análise de dados com vistas à identificação de conhecimentos e habilidades que estes profissionais consideram importantes para a sua prática profissional. Os dados revelaram reduzido número de farmacêuticos por hospital, o que ensejou discussão acerca do potencial destes estabelecimentos para a realização das atividades de AFH e estruturação de um indicador de Potencial Humano para a Assistência Farmacêutica Hospitalar (PHAFH). A aplicação do indicador aos hospitais vinculados ao SUS do Rio de Janeiro revelou seis categorias possíveis para esse indicador (ótimo, muito bom, bom, ruim, muito ruim e péssimo PHAFH), com concentração dos hospitais nas categorias de pior resultado. A análise das respostas de 265 farmacêuticos que responderam ao questionário revelou perfil profissional focado na realização de atividades técnicas e administrativas, com reduzida interface com atividades clínicas e de ensino/pesquisa. Do mesmo modo, foi observada baixa integração do farmacêutico com a equipe multiprofissional de saúde do hospital. A correlação entre os conhecimentos, habilidades e atitudes identificados foi utilizada como estratégia para a proposição de competências para a atuação do farmacêutico em âmbito hospitalar. Foram identificadas 12 competências em aspectos gerais, específicos ou humanísticos, importantes para o exercício profissional. Estes resultados apontam para a necessidade de redirecionamento da prática profissional farmacêutica por meio da educação permanente e visando ao desenvolvimento e fortalecimento de competências para a AFH. Espera-se, com este trabalho, ampliar a compreensão da realidade da AFH no Rio de Janeiro e qualificar a formação para este espaço de prática, em benefício da população
metadata.dc.description.abstractother: The availability and rational use of medicines in hospitals depend on the realization of a set of activities called pharmaceutical services. The pharmaceutical services activities have a strong impact on the results of hospital care and, consequently, on the quality of clinical and patient safety interventions. Nevertheless most Brazilian hospital pharmacies have a low level of performance, regardless of the hospital where they are inserted. This study aimed to explore knowledge and skills perceived as necessary for the proper performance of hospital pharmaceutical services (HPS) with reference to the profile of the professionals and the dynamics in the state of Rio de Janeiro. The methodology used to reach the objectives was organized in three steps. The first one consisted in the recognition of the area of Rio de Janeiro hospital pharmacy practice through research of the characteristics of hospitals that make up the Rio hospital network, as well as the number of pharmacists who work in these hospitals, based on data from the National Health Establishments Register. The second stage focused on determining the profile of pharmaceuticals that work in these hospitals, by applying a semi-structured questionnaire. The third stage employed qualitative techniques of data analysis to identify the knowledge and skills that these professionals consider important for their professional practice. The data revealed small number of pharmacists per hospital, which stimulated discussion about the potential of these establishments to carry out the activities of HPS and structuring an indicator of Human Potential for the Hospital Pharmaceutical Services (HPHPS). The application of the indicator to the hospitals under the SUS in Rio de Janeiro revealed six possible categories for this indicator (excellent, very good, good, bad, very bad and terrible HPHPS), with a concentration of hospitals in the worst outcome categories. Analysis of 265 pharmaceutical answers to the questionnaire revealed professional profile focused on conducting technical and administrative activities, with reduced interface with clinical activities and teaching or research. Similarly, low integration of the pharmacist with the hospital's multiprofessional health team was observed. The correlation between the knowledge, skills and attitudes identified was used as a strategy for proposing competencies to the pharmaceutical work in hospitals. 12 important competencies for professional practice were identified in general, specific or humanistic aspects. These results point to the need to redirect professional pharmaceutical practice through permanent education and aiming at the development and strengthening of competencies for HPS. It is hoped this work broaden the understanding of the reality of HPS in Rio de Janeiro and to qualify the training for this space of practice, for the benefit of the population
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5670
Appears in Collections:PPG-CAPS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Milton Dayrell Lucas Filho.pdf2.75 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.