Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5704
Title: Identificação dos fatores de risco para desenvolvimento de cardiotoxidade induzida por doxorrubicina: revisão integrativa
Authors: Oliveira, Matheus Braz de
metadata.dc.contributor.advisor: Fuly, Patrícia dos Santos Claro
metadata.dc.contributor.members: Fuly, Patricia dos Santos Claro
Santos, Mauro Leonardo Salvador Caldeira dos
Santos, Willian Alves dos
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Oliveira, Matheus Braz de. Identificação dos fatores de risco para desenvolvimento de cardiotoxidade induzida por doxorrubicina: revisão integrativa. 2016. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2016.
Abstract: A doxorrubicina é um quimioterápico usado amplamente e com alta efetividade contra tumores sólidos e hematológicos. Entretanto, possuí atividade cardiotóxica, o que limita o seu uso. Este estudo objetiva levantar os principais fatores de risco para o desenvolvimento de cardiotoxicidade induzida por doxorrubicina. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, realizada nas bases de dadosLILLACS, Medlinee PubMedpara responder o seguinte questionamento: quais são os fatores de risco associados ao desenvolvimento de cardiotoxicidade pelo uso de doxorrubicina?. Utilizou-se recorte temporal de 2010 a 2015. Foram incluídos estudos que estivessem em português, inglês e espanhol; disponíveis em texto completo, estudos realizados em humanos; foram excluídos artigos que não abordavam a temática proposta. Ao final da análise de todos os trabalhos levantados, foram selecionados 10 artigos para elaboração da revisão. Após análise e leitura críticas, foram criadas três categorias sobre fatores de risco para desenvolvimento de cardiotoxicidade em pacientes em uso de doxorrubicina: Doenças hereditárias; Mudanças nos biomarcadores como fator preditivo de cardiotoxicidade; e Fatores mais comuns associados à cardiotoxicidade. Foram encontradas correlações entre aumentos de troponina I e desenvolvimento de cardiotoxicidade, elevação do fragmento N-terminal do peptídeo natriurético cerebral está relacionado ao estresse de ventrículo esquerdo, as doses d doxorrubinca acima de 500 mg/m² como fator de risco e a presença de mutações nos genes da hemocromatose estra mais relacionado ao desenvolvimento de lesão cardíaca. Conclui-se que o rastreio dos fatores de risco é essencial para o controle e evolução da cardiotoxicidade, bem como possibilita melhor abordagem em relação ao tratamento do paciente oncológico, melhorando prognóstico e aumentando a sobrevida, uma vez que complicações cardiovasculares influenciam negativamente a curva de sobrevida destes pacientes em especial.
metadata.dc.description.abstractother: Doxorubicin is a widely used and highly effective chemotherapeutic agent against solid and haematological tumors. However, it has cardiotoxic activity, which limits its use. This study aims to raise the main risk factors for the development of cardiotoxicity induced by doxorubicin. This is an integrative review of the literature, performed in the LILLACS, Medline and PubMed databases to answer the following question: what are the risk factors associated with the development of cardiotoxicity through the use of doxorubicin? We used a temporal cut from 2010 to 2015. We included studies that were in Portuguese, English and Spanish; Available in full text, human studies; Articles that did not address the proposed theme were excluded. At the end of the analysis of all the works collected, 10 papers were selected for the review. After critical analysis and reading, three categories were created on risk factors for the development of cardiotoxicity in patients taking doxorubicin: Hereditary diseases; Changes in biomarkers as a predictive factor of cardiotoxicity; And most common factors associated with cardiotoxicity. Correlations were found between increases in troponin I and development of cardiotoxicity, elevation of the N-terminal fragment of the brain natriuretic peptide is related to left ventricular stress, doses d doxorubinca above 500 mg / m² as a risk factor and the presence of mutations In hemochromatosis genes is more related to the development of cardiac lesion. It is concluded that the screening of risk factors is essential for the control and evolution of cardiotoxicity, as well as allows a better approach regarding the treatment of cancer patients, improving prognosis and increasing survival, since cardiovascular complications negatively influence the onset curve. Survival of these patients in particular.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5704
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Matheus Braz de Oliveira.pdf267.53 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.