Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5884
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBernardes, Marcelo Corrêa-
dc.contributor.authorZocatelli, Renata Oliveira-
dc.date.accessioned2018-02-28T17:53:43Z-
dc.date.available2018-02-28T17:53:43Z-
dc.date.issued2018-02-28-
dc.identifier.urihttps://app.uff.br/riuff/handle/1/5884-
dc.description.abstractA composição da matéria orgânica em sedimentos de lagos nos fornece informações essenciais para reconstrução de condições paleoambientais. A análise dos fenóis da lignina tem se tornado uma importante ferramenta na quantificação e na avaliação do comportamento do material vegetal produzido em ambientes aquáticos e em suas bacias de drenagem. Da mesma forma, os pigmentos sedimentares são utilizados para avaliação da paleoprodutividade. Foram analisados dois testemunhos coletados na Lagoa do Caçó, um no centro da lagoa e outro na margem, representando aparentemente uma seqüência sedimentar contínua datada de aproximadamente 21.000 anos 14C A.P. Esta lagoa está localizada em uma área costeira influenciada pela zona de convergência intertropical (ZCIT), representando um potencial sítio para estudos paleoambientais. Foram quantificados onze fenóis, em amostras de testemunhos, em possíveis fontes de matéria orgânica e em sedimentos superficiais. Estes resultados foram comparados com dados secundários sobre a mineralogia dos sedimentos, de pólen e de diatomáceas dos mesmos testemunhos para a verificação da aplicação destes fenóis como um potencial traçador de eventos paleoambientais. A oscilação do nível d’água da lagoa foi verificada através da variação dos valores do total de fenóis oriundos da lignina (λ), sendo registrado os maiores valores na zona marginal e relacionados a sedimentação das comunidades macrofíticas. Entre os compostos analisados o siringaldeído (Sl) do grupo S foi relacionado à ocorrência de plantas aquáticas típicas de brejo marcando o início de uma sedimentação lacustre. O ácido felúrico (Fd) do grupo C foi o composto que melhor marcou a ocorrência de bancos de macrófitas próximo à margem enquanto o p-hidroxibenzaldeído (pBl) se destacou como um bom traçador de perifíton. A ocorrência destes compostos em diferentes concentrações caracterizaram alternâncias na composição e quantidade das comunidades aquáticas relacionando-a a eventos climáticos. Os eventos de clima úmido influenciaram diretamente a inundação da região marginal da lagoa, tornando-a propícia a produtividade aquática e com isto aos maiores valores de λ. Os resultados dos fenóis da lignina apresentaram em geral maior concordância com os resultados de diatomáceas do que de pólen. Finalmente, a partir da composição orgânica do perfil sedimentar localizado na margem podemos sugerir a seguinte sucessão ecológica da base ao topo: (I) ambientes típicos de dunas; (II) transição de dunas para um ambiente deposicional tipo brejo; (III) inundação desta região e colonização por macrófitas; (IV) aumento do nível da lagoa tornando esta região limnética.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Biblioteca de Pós-Graduação em Geoquímica BGQ (bgq@ndc.uff.br) on 2018-02-28T17:53:43Z No. of bitstreams: 1 Mestrado Zocatelli_2005.pdf: 2359099 bytes, checksum: 003a12dc52353f60ebd20e0474552e46 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-02-28T17:53:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Mestrado Zocatelli_2005.pdf: 2359099 bytes, checksum: 003a12dc52353f60ebd20e0474552e46 (MD5)en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológicopt_BR
dc.description.sponsorshipInstitut de Rechèrche pour le Développementpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsOpen Accesspt_BR
dc.titleComposição da matéria orgânica em função de eventos paleoclimáticos na Lagoa do Caço, Maranhão, Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordSedimentação orgânicapt_BR
dc.subject.keywordSedimentação orgânicapt_BR
dc.subject.keywordEcossistemas aquáticospt_BR
dc.subject.keywordLagoa do Caço (MA)pt_BR
dc.subject.keywordMudanças paleoambientaispt_BR
dc.subject.keywordGeoquímicapt_BR
dc.contributor.membersTurcq, Bruno Jean-
dc.contributor.membersRezende, Carlos Eduardo de-
dc.contributor.membersSifeddine, Abdelfettah-
dc.degree.levelmestrado acadêmicopt_BR
dc.creator.affilliationUniversidade Federal Fluminense. Instituto de Química. Programa de Pós-Graduação em Geoquímica, Niterói, RJpt_BR
dc.subject.descriptorMatéria orgânicapt_BR
dc.subject.descriptorPaleoclimapt_BR
dc.subject.descriptorLagoa do Caço (MA)pt_BR
dc.subject.keywordotherOrganic sedimentationpt_BR
dc.subject.keywordotherFreshwater ecosystemspt_BR
dc.subject.keywordotherLagoa do Caçópt_BR
dc.subject.keywordotherPaleoenvironmental changes,pt_BR
dc.subject.keywordotherGeochemistrypt_BR
dc.description.abstractotherThe organic matter content of lake sediments serves to reconstruct the paleoenvironmental conditions. Lignin phenols analyse have become a powerful quantitative approach for the fate of vascular plant produced in aquatic environments and its catchments. In addiction, sedimentary pigments were evaluated in other to measure the paleoproductivity. Two cores were collected in the Lagoa do Cacó, one in the center of the lagoon and another on the margin, representing a continuous sedimentary sequence dated from approximately 21.000 y 14C BP. This lagoon is located in northeast Brazilian coast in a region with a severe influenced from the Inter Tropical Convergence Zone (ITCZ), representing a hotspot area for paleoenvironmental studies. Eleven phenols were quantified in cores samples, samples from possible sources as plants and soils and superficial sediments. The results were compared with secondary data from mineralogy, pollen and diatoms from the same cores to verified the applicability of the lignin phenols data as a potential tracer of paleoenvironmental events. The lagoon water level oscillation was tested through the λ values variation. High λ values recorded in the shoreline zone were related to macrophytes organic matter sedimentation. Among the phenols compounds analyzed high amounts of siringaldehyde (Sl) from S group were related to the aquatic plants typical from swamp environment and marking the beginning of the lacustrine sedimentation. The feluric acid (Fd) compound from C group trace the predominance of macrophytes in the shoreline zone while the p-hidroxybenzaldehyde (pBl) highlight as a periphyton tracer. The presence of these compounds in different concentrations characterized alternate in the aquatic communities composition and biomass been related with climatologic events. Moist conditions period influenced runoff events that indirect increase the water level turning the shoreline zone in a high productivity zone attested by high lignin values. These lignin results were in more agreement with diatoms results than pollen data. Finally, the organic matter composition of the sedimentary profile situated in the shoreline suggests the following ecological succession: (I) dunes; (II) swamp (III) lagoon shore with macrophytes; (IV) lagoon offshore.pt_BR
dc.identifier.vinculationAluno de Mestradopt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal Fluminensept_BR
dc.contributor.advisorcoKnoppers, Bastiaan Adriaan-
dc.degree.departmentInstituto de Químicapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Geoquímicapt_BR
dc.degree.date2005-
dc.degree.localNiterói, RJpt_BR
dc.publisher.departmentNiteróipt_BR
Appears in Collections:PPG-GEO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mestrado Zocatelli_2005.pdf2.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.