Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5894
Title: O telecuidado no tratamento das doenças inflamatórias intestinais: ensaio clínico randomizado
Authors: Santos, Rachael Miranda dos
metadata.dc.contributor.advisor: Sá, Selma Petra Chaves
metadata.dc.contributor.members: Oliveira, Beatriz Guitton Renaud Baptista de
Costa, Cristiane Maria Amorim
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Santos, Rachael Miranda dos. O telecuidado no tratamento das doenças inflamatórias intestinais: ensaio clínico randomizado. 2016. 135 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Enfermagem Assistencial) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2016
Abstract: As doenças inflamatórias intestinais (DII), apresentam uma crescente incidência mundial, são crônicas, progressivas, podendo se tornar graves. Esse estudo objetivou: Avaliar a efetividade do telecuidado dos pacientes portadores de Doenças Inflamatórias Intestinais, comparado ao tratamento ambulatorial convencional; Realizar telecuidado a um grupo de pacientes a partir do Índice Simples de Harvey-Bradshaw para Doença de Crohn (DC), e do Índice Clínico Simples de Atividade da Colite para Retocolite ulcerativa (RCU), acompanhando a flutuação de score, assim como; Avaliar a incidência de complicações relacionadas a DII, no grupo telecuidado pelo enfermeiro e no grupo controle dos pacientes atendidos no Ambulatório de Doenças Inflamatórias Intestinais da Policlínica Piquet Carneiro. Método: Ensaio clínico controlado e randomizado com tempo de seguimento de 24 semanas. A amostra foi de 176 voluntários. A coleta de dados ocorreu de abril a outubro de 2016. O desfecho primário do estudo foi a redução do índice de atividades da DII dos pacientes telecuidados e os desfechos secundários foram a redução de complicações relacionadas a doença. A pesquisa foi submetida, aprovada e registrada no Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Universitário Pedro Ernesto parecer 1.598990, e pelo Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos com registro RBR-7t8fv7. Resultados: Os grupos foram homogêneos quanto às características sociodemográficas e clínicas. A população é tipicamente de mulheres (61,4%), brancas (47,26%), com idade média 44,7 anos. Quanto ao diagnóstico (54,5%) DC e (45,5%) RCU. As principais comorbidades foram hipertensão arterial sistêmica (36,4%) e diabetes mellitus (10,3%). E quanto à evolução ao longo de 24 semanas de tratamento, o grupo telecuidado apresentou maiores taxas de remissão da doença (97,7%), e menor escore de atividade da doença (1,7). Assim como maior adesão as condutas orientadas pela equipe multiprofissional do que o grupo controle. Os experimentados com baixo peso, tiveram sua classificação aproximada a faixa de normalidade. Conclusão: o telecuidado apresentou maior efetividade que o tratamento convencional no controle de atividade das DII
metadata.dc.description.abstractother: The inflammatory bowel diseases (IBD), a growing global impact, are progressive, chronic and may become severe. This study aimed to: Assess the effectiveness of the telenursing of patients with inflammatory bowel diseases, compared to the conventional outpatient treatment; Perform telenursing to a group of patients from the Simple Index of Harvey-Bradshaw to Crohn's disease (ad), and Simple Clinical index of activity of colitis for ulcerative rectocolitis (RCU), following the score, as well as fluctuation; To evaluate the incidence of complications related to IBD in the telecuidado group by the nurse and in the control group of patients seen in inflammatory bowel disease clinic of Piquet Carneiro Polyclinic. Method: randomized controlled trial with follow-up time of 24 weeks. The sample was of 176 volunteers. Data collection occurred from April to October 2016. The primary outcome of the study was the reduction in the index of activities of the IBD of telecare patients and the secondary outcomes were the reduction of complications related to the disease. The research was submitted, approved and registered in the Committee of Ethics in Research of the Hospital Universitário Pedro Ernesto opinion 1.598990, and by the Brazilian Registry of Clinical Trials with registry RBR-7t8fv7. Results: The groups were homogeneous regarding sociodemographic and clinical characteristics. The population is typically female (61.4%), white (47.26%), with a mean age of 44.7 years. Regarding the diagnosis (54.5%), DC and (45.5%) RCU. The main comorbidities were systemic arterial hypertension (36.4%) and diabetes mellitus (10.3%). Regarding the evolution over 24 weeks of treatment, the telecution group presented higher rates of disease remission (97.7%), and lower disease activity score (1.7). As well as greater adhesion the conducts guided by the multiprofessional team than the control group. Those with low weight, had their classification close to the normal range. Conclusion: telenursing was more effective than conventional treatment in the control of IBD activity
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5894
Appears in Collections:MPEA - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rachael Miranda dos Santos.pdf5.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.