Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5925
Title: O educador físico e o Parangolé como dispositivo inventivo para a promoção da saúde do escolar: estudo sociopoético
Authors: Oliveira, Flávio Alves de
metadata.dc.contributor.advisor: Tavares, Cláudia Mara de Melo
metadata.dc.contributor.advisorco: Amaral, Augusto Luis Medeiros
metadata.dc.contributor.members: Amaral, Augusto Luis Medeiros
Queluci, Gisella de Carvalho
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Oliveira, Flávio Alves. O educador físico e o Parangolé como dispositivo inventivo para a promoção da saúde do escolar: estudo sociopoético. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde) – Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2017
Abstract: Essa pesquisa tem como objeto a prática do educador físico na promoção da saúde do escolar intermediada pela arte. Buscou, utilizando a criatividade, durante os espaços de Educação Física, levantar questões sobre a ação do educador físico na promoção da saúde do escolar. Uma discussão das possibilidades de trabalho corporal através dos conceitos artísticos de Hélio Oiticica, em especial o Parangolé, à luz de Paulo Freire e sob as diretrizes dos Parâmetros Curriculares Nacionais da Educação Física. As questões norteadoras do estudo são: Como incentivar o potencial criativo das crianças através do trabalho com a arte tendo em vista o papel do educador físico na promoção da saúde na escola? Como ocorre a desterritorialização pelo escolar na promoção de saúde durante as aulas de Educação Física? Tem como objetivo geral propiciar a experimentação artística nos espaços de Educação Física escolar na direção do fomento da saúde. E como objetivos específicos discutir as possibilidades criativas no processo de ensino-aprendizagem com alunos do ensino fundamental durante os espaços de Educação Física na direção da promoção da saúde e criar, por meio da produção de dados Sociopoética, um dispositivo inspirado na obra Parangolé de Hélio Oiticica, capaz de potencializar o incremento da saúde escolar. Trata-se de um estudo Sociopoético, com um grupo-pesquisador composto por 12 crianças do ensino fundamental, realizado numa escola municipal do Rio de Janeiro, com aprovação no CEP segundo parecer 1.886.048. Apresentou como resultados três categorias: 1-Você ajuda, eu vou. Você briga, eu travo; 2- Sentimentos: medo de errar, vontade de acertar; 3- Arte e liberdade: podemos aprender, brincando. Concluiu-se que a arte e a inventividade são elementos imprescindíveis para o processo de ensino-aprendizagem, e que a estreita relação docente-discente, intermediada pelo diálogo, é transformadora. Como produto propôs um dispositivo artístico intitulado Parangolé Filosófico, que trata da apresentação de produtos de experimentações estéticas promovidas por docentes do ensino fundamental
metadata.dc.description.abstractother: This research has as its object the practice of the physical educator in promoting the health of the scholar intermediated by art. He sought, through creativity, during the Physical Education spaces, to raise questions about the action of the physical educator in promoting the health of the scholar. A discussion of the possibilities of corporal work through the artistic concepts of Hélio Oiticica, especially the Parangolé, in the light of Paulo Freire and the guidelines of the National Curricular Parameters of Physical Education. The guiding questions of the study are: How to encourage the creative potential of children through working with art in view of the role of the physical educator in promoting health in school? How does the deterritorialization by the student in health promotion during the Physical Education classes occur? The general objective is to promote an artistic experimentation in the Physical Education spaces at the direction of health promotion. As specific objectives to discuss the creative possibilities in the teaching-learning process with elementary school students during the Physical Education spaces in the direction of health promotion and create a device inspired by the work Parangolé, by Hélio Oiticica, through the production of a Sociopoetic data able to potentiate the promotion of school health. It is about a Sociopoetic study, with a researcher group composed of 12 elementary school children, carried out in a municipal school in Rio de Janeiro, with approval in the CEP according to opinion 1,886,048. As results three categories were presented: 1- You help, I will. You fight, I brake. 2- Feelings: fear of making mistakes, will to answer correctly. 3- Art and freedom: we can learn by playing. The study concluded that art and inventiveness are essential elements for the teaching-learning process, and that the close teacher-student relationship, mediated by dialogue, is transformative. And as a product, it was proposed an artistic device called Parangolé Filosófico, which deals with the presentation of products of aesthetic experiments promoted by elementary school teachers
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5925
Appears in Collections:MPES - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Flavio Alves de Oliveira.pdf2.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.