Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5927
Title: Câncer de boca em um município da Região Metropolitana do Estado do Rio de Janeiro: cuidado e rede de atenção a partir da estratégia de saúde da família
Authors: Barros, Glória Iara dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor: Gouvêa, Mônica Villela
metadata.dc.contributor.advisorco: Casotti, Elisete
metadata.dc.contributor.members: Aprato Júnior, Paulo Cavalcante
Senna, Marcos Antônio Albuquerque de
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Barros, Glória Iara dos Santos. Câncer de boca em um município da Região Metropolitana do Estado do Rio de Janeiro: cuidado e rede de atenção a partir da estratégia de saúde da família. 2016. 107 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2016
Abstract: Cerca de 80 % dos casos de câncer de boca ainda são diagnosticados em fase tardia, o que compromete o prognóstico e pode ocasionar cirurgias complexas ou severas mutilações e levar ao óbito. Nesse contexto, o processo de trabalho proposto pela Estratégia de Saúde da Família (ESF) favorece o planejamento e a realização de ações de proteção e promoção da saúde. O objetivo desse estudo foi investigar o cuidado e a rede de atenção ao câncer de boca, a partir da percepção de dentistas que compõem as equipes de saúde bucal da ESF do município de Niterói, chamada Programa Médico de Família (PMF). Pesquisa do tipo descritiva e exploratória de abordagem qualitativa. Numa primeira etapa foram realizadas entrevistas com os dentistas de família das equipes de saúde bucal do PMF. Na sequência, foram entrevistados sujeitos estratégicos para a compreensão da rede de atenção ao câncer de boca. Os dados foram submetidos à análise temática e emergiram duas categorias: “O Câncer de boca no cotidiano das equipes de saúde bucal: A agonia do Diagnóstico Tardio” e “A Atenção ao Câncer de Boca: Uma Rede desconhecida.” Os dados mostraram que os dentistas da ESF de Niterói se deparam com casos de câncer de boca diagnosticados e tratados em fase tardia e que não existem ações regulares por parte das equipes de saúde bucal e nem protocolos para o enfrentamento da doença. O quadro é agravado pela insegurança dos dentistas com relação ao diagnóstico de lesões malignas e potencialmente malignas no cotidiano do trabalho na ESF, pela baixa sensibilização dos demais trabalhadores da ESF para a atuação em equipe, pelo desconhecimento do fluxo de encaminhamento para biópsia e exame histopatológico, e agendamento para o tratamento na rede municipal e pela ausência do problema do Câncer de boca na pauta de discussões municipais. Observou-se uma rede desorganizada e um desconhecimento generalizado sobre o fluxo institucional para encaminhamento de lesões suspeitas de malignidade e tratamento, o que deixa os profissionais apreensivos e inseguros diante de lesões encontradas. A pesquisa desvelou os pontos na rede de encaminhamento para diagnóstico e tratamento, promovendo a socialização das informações em seguidos encontros envolvendo a academia e os trabalhadores da gestão e da assistência e gerou, dentre outros, um protocolo de intervenções e um novo fluxograma municipal
metadata.dc.description.abstractother: Around 80% of mouth cancer cases are diagnosed in a late stage, which compromises the prognosis and can lead to complex surgeries or severe mutilations and lead to death. In this context, the workflow proposed by the Family Health Strategy (FHS) favors the planning and implementation of actions towards health protection. The objective of this study was to investigate the state of the care given to mouth cancer, seen through the perception of the dentists who compose the mouth care units in Niteroi, called the Family Medical Program (FMP). A descriptive and exploratory research of qualitative approach. In the first stage, interviews were conducted with the families’ dentists from the (FMP). Next, key subjects used to understand the network of cancer mouth care were interviewed. The data was submitted for thematic analysis and two categories emerged: “Mouth cancer in the daily routine of mouth care: The agony of a late diagnosis.” and “Attention to mouth cancer: an unknown network.” Data show that dentists from Niteroi’s FHS are coming across cases of mouth cancer that have been diagnosed in a late stage for which there are neither regulated actions for the healthcare providers, nor protocol to face the sickness. The situation is made worse by: the insecurity felt by dentists towards these malign lesion diagnostics and other potential malign health situations in the day-to-day of the FHS; by the lack of understanding from FHS workers relating to a group approach and teamwork; by the lack of knowledge relating to the steps necessary towards directing these patients in the right direction of a histopathology exam and biopsy- as well as the right scheduling and treatment- and the ability to talk about the problem mouth cancer on a municipal discussion in a government level. A disorganized network was observed with a general lack of knowledge towards institutional flow regarding where the patients should be sent to, which leaves professionals apprehensive and insecure when faced with these suspected malign lesions and their proper treatment. The research found these weak spots in the flow of diagnosis and treatment, and has promoted information sharing amongst the professionals through events and meetings between the members of the academic and hands-on professionals, as well as creating a new intervention protocol and municipal patient flow program
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5927
Appears in Collections:MPES - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gloria Iara dos Santos Barros.pdf2.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.