Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5931
Title: Qualidade de vida de cuidadores de idosos com demência: estudo transversal
Authors: Queiroz, Raquel Santos de
metadata.dc.contributor.advisor: Camacho, Alessandra Conceição Leite Funchal
metadata.dc.contributor.members: Camacho, Alessandra Conceição Leite Funchal
Lins, Silvia Maria de Sá Basílio
Valente, Geilsa Soraia Cavalcanti
Silva, Carlos Magno Carvalho da
Fuly, Patricia dos Santos Claro
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Queiroz, Raquel Santos de. Qualidade de vida de cuidadores de idosos com demência: estudo transversal. 2017. 107 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico Ciências do Cuidado em Saúde) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2017.
Abstract: O processo do envelhecimento aumentou significativamente nos últimos anos, o que vem acompanhado da existência de doenças crônicas não transmissíveis e as neurodegenerativas. A demência é uma doença neurodegenerativa caracterizada pelo declínio progressivo da memória, com caráter crônico, progressivo e limitante, causando consequências físicas, intelectuais e cognitivas. Diante das limitações ocasionadas pela demência, os idosos passam a depender do cuidador para auxiliar/supervisionar/executar as suas atividades diárias. Os cuidadores são pessoas que surgem como alternativa de cuidado ao idoso, os quais enfrentam mudanças comportamentais e de realização de tarefas. Diante das atividades cotidianas do cuidado e das suas características pessoais, os cuidadores apresentam prejuízos na qualidade de vida. Deste modo, este trabalho tem como objetivo geral: Analisar a associação entre o perfil sociodemográfico, perfil de saúde e a qualidade de vida dos cuidadores de idosos diagnosticados com demência. Objetivos específicos: Descrever as características sociodemográficas e de saúde dos cuidadores de idosos diagnosticados com demência; Descrever a qualidade de vida de cuidadores de idosos com demência segundo as médias das facetas dos domínios do Whoqol-bref e Discutir as associações entre as variáveis independentes e a qualidade de vida de cuidadores de idosos diagnosticados com demência. Trata-se de uma pesquisa quantitativa do tipo transversal, correlacional descritivo, realizada com 35 cuidadores de idosos diagnosticados com demência atendidos no Centro de Atenção à Saúde do Idoso e seus Cuidadores (CASIC), da Universidade Federal Fluminense (UFF), aprovada pelo Comitê de Ética sob parecer n. 1.740.880. A coleta de dados foi realizada durante a consulta de enfermagem do CASIC, sendo utilizado a ficha de caracterização sociodemográfica e de saúde do cuidador e a escala WHOQOL-bref. Para a análise dos dados, foi organizada uma planilha no Microsoft Excel e depois exportada para o software Statistical Package for the Social Science (SPSS). Para associar as variáveis numéricas foram utilizados o teste de correlação de Pearson para as amostras paramétricas e Spearman para não paramétricas. Com relação às variáveis categóricas foi utilizado o Teste T para amostras Independentes. Para todos os testes foi adotado o nível de significância de p ≤ 0,05. Constatou-se associação moderada entre idade e qualidade de vida, assim como tempo total de cuidado e qualidade de vida. A atividade profissional dos cuidadores demostrou discreta tendência influenciadora da qualidade de vida. Os resultados do WHOQOL-bref que tiveram melhores médias foram os domínios relações sociais e físicos, e os que apresentaram menores médias foram os domínios psicológico e meio ambiente. Diante dos resultados, rejeitamos a hipótese nula (h0) e aceitamos a hipótese alternativa (h1), pois evidenciou-se que o cuidado ao idoso com demência gera repercussão na qualidade de vida dos cuidadores. A identificação de condições que influenciam a qualidade de vida dos cuidadores de idosos com demência permite o estabelecimento de ações de promoção, proteção e recuperação da saúde e do bem estar de quem cuida, de forma que este cuidado transcenda para si e para o idoso.
metadata.dc.description.abstractother: The aging process has increased significantly in recent years, which is accompanied by the existence of chronic non-communicable diseases and neurodegenerative diseases. Dementia is a neurodegenerative disease characterized by progressive decline in memory, with a chronic, progressive and limiting character, causing physical, intellectual and cognitive consequences. Faced with the limitations caused by dementia, the elderly depend on the caregiver to assist / supervise / perform their daily activities. Caregivers are people who come as an alternative care for the elderly, who face behavioral and task changes. In face of daily care activities and their personal characteristics, caregivers present impairments in the quality of life. Thus, this study aims to: Analyze the association between sociodemographic profile, health profile and quality of life of caregivers of elderly people diagnosed with dementia. Specific objectives: To describe the sociodemographic and health characteristics of caregivers of elderly people diagnosed with dementia; To describe the quality of life of caregivers of elderly people with dementia according to the means of the facets of the Whoqol-bref domains; To discuss the associations between the independent variables and the quality of life of carers of elderly people diagnosed with dementia. This is a cross-sectional quantitative study descriptive correlation carried out with 35 caregivers of elderly people diagnosed with dementia seen at the Center for Attention to Health of the Elderly and its Caregivers (CASIC), Federal University of Fluminense (UFF), approved by the Ethics Committee n. 1.740.880. The data collection was performed during the nursing consultation of the CASIC, using the socio-demographic and health characterization form of the caregiver and the WHOQOL-bref scale. For the analysis of the data, a spreadsheet was organized in Microsoft Excel and then exported to the Statistical Package for Social Science (SPSS) software. Pearson's correlation test was used to associate the numerical variables for the parametric and Spearman samples for non-parametric. Regarding the categorical variables, the T-Test for Independent samples was used. For all tests, the level of significance of p ≤ 0.05 was adopted. It was found a moderate association between age and quality of life, as well as total time of care and quality of life. The professional activity of the caregivers showed a discrete tendency influencing the quality of life. The WHOQOL-bref results that had better means were the social and physical relations domains, and the ones with the lowest averages were the psychological and environmental domains. In view of the results, we rejected the null hypothesis (h0) and accepted the alternative hypothesis (h1), since it was evidenced that care for the elderly with dementia generates repercussion on the quality of life of caregivers. The identification of conditions that influence the quality of life of carers of elderly people with dementia allows the establishment of actions to promote, protect and recover the health and well-being of those who care, so that this care transcends for themselves and for the elderly.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5931
Appears in Collections:PACCS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Raquel Queiroz.pdf2.65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.