Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5935
Title: A preceptoria na formação do residente em enfermagem em saúde coletiva: o aprender e o ensinar no cotidiano do Sistema Único de Saúde
Authors: Antunes, Juliane de Macedo
metadata.dc.contributor.advisor: Daher, Donizete Vago
metadata.dc.contributor.members: Menezes, Maria de Fátima Batalha de
Mota, Cristina Portela da
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Antunes, Juliane de Macedo. A preceptoria na formação do residente em enfermagem em saúde coletiva: o aprender e o ensinar no cotidiano do sistema único de saúde. 2016. 80 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde) – Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2016
Abstract: A Preceptoria na saúde é pensada como espaço de ensino- aprendizagem pelo fato de efetivar-se por meio da relação educando-educador construída no diálogo e na oportunidade de ampliação de conhecimentos já apreendidos. A temática eleita para estudo refere-se aos avanços, limites, potencialidades e experiências da preceptoria na saúde para a formação do residente de enfermagem, no contexto do Sistema Único de Saúde. Os objetivos do estudo foram conhecer o processo de preceptoria junto ao Programa de Residência em Enfermagem em Saúde Coletiva da Escola de Enfermagem da Universidade Federal Fluminense, identificar potencialidades e limitações da preceptoria junto a este Programa de Residência em Enfermagem, analisar a influência da preceptoria na aprendizagem do residente em Saúde Coletiva e indicar, como produto, a estratégia educativa em forma de vídeo educativo “Preceptoria na saúde: o aprender e o ensinar no SUS”. Trata-se de pesquisa qualitativa do tipo descritiva e exploratória, realizada por meio de trabalho de campo em Unidades de Saúde de Atenção Primária e Unidades de Gestão do Município de Niterói-RJ, em 2015. Como participantes, 10 preceptores e 10 residentes de enfermagem respondendo a entrevistas semi - estruturadas cujos dados passaram por análise de conteúdo temática e cujos núcleos geraram três categorias referentes aos depoimentos dos preceptores: A tênue eleição do preceptor como partícipe na formação em saúde; Preceptoria: relevante e plural para a formação do residente e A preceptoria na Atenção Primária a Saúde: potencialidades e limites. Foram também geradas três categorias em relação aos residentes: Formação do residente de enfermagem em Saúde Coletiva; A multiprofissionalidade orienta a formação do residente em enfermagem em saúde coletiva; Entre potencialidades e tensões de ser residente. Comprovou-se que, a identificação das potencialidades e desafios na formação do residente nos cenários do SUS é fundamental para operar mudanças que busquem a qualificação tanto no ensino quanto no serviço. Há que se vencer o desafio da fragilidade da capacitação pedagógica do preceptor para o exercício da preceptoria bem como trabalhar no estreitamento da relação ensino - serviço
metadata.dc.description.abstractother: The preceptorship in the health fields is thought of as a learning opportunity because of the fact that it can enhance the learned knowledge, as well as create a relationship between educator and learner based on dialogue. The chosen topic refers to the advances. The chosen topic for this study refers to the advances, limitations, strengths and experiences of preceptorship to the nursing residency formation in the Unified Health System context (Sistema Único de Saúde – SUS). This study aims to know the process of preceptorship at the Nursing Residency in the Community Health Program of the Fluminense Federal University; to identify the advantages and limitations of preceptorship in this program; to analyse the influences of the preceptorship process to the graduated students in this program; and to indicate an education strategy, a product in a video format titled “Preceptorship in the Health Field: the Learning and Teaching Process at SUS”. The methodology is qualitative, descriptive and exploratory. The study was carried out in primary health care settings as well as management units in the municipality of Niterói/RJ during 2015. A total number of 10 preceptors and 10 graduated nursing students participated, answering semi-structured interview questions in which the data collected had gone through content analysis. Related to the answers of the preceptors, it generated the three following categories: 1) the tenuous selection of the preceptor as a participant in the health formation process; 2) preceptorship: It is relevant and plural for the student in the residency context; and, 3) the preceptorship in the health field between strengths and limitations. Furthemore, related to the answers of resident students, it was created the three following categories: 1) the lack of systematized preceptorship practices during the formation of graduated students in the nursing residency program; 2) The multiprofessional work guides the formation of the graduated students in community health specialty; and 3) the strengths and stress of being a graduated resident student. Proved that the indentifying the potentials and challenges of the resident formation in the SUS context is critical to make changes that improve the education as well as the health services. Still there is the challenge of facing weakness of preceptor pedagogical training to exercise the preceptorship and working to strengthen the relationship between education and service
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5935
Appears in Collections:MPES - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Juliane de Macedo Antunes.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.