Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5963
Title: Avaliação do desempenho sustentável das alternativas de transporte urbano de passageiros
Authors: Guimarães, Vanessa de Almeida
metadata.dc.contributor.advisor: Leal Junior, Ilton Curty
metadata.dc.contributor.members: Silva, Marcelino Aurélio Vieira da
Oliveira, Ualison Rébula de
Issue Date: 2016
Abstract: Tradicionalmente, a avaliação de desempenho do setor de transportes direciona seu foco ao aspecto econômico, nem sempre considerando as dimensões ambientais e sociais. Entretanto, em função da possível extensão e magnitude dos impactos decorrentes da atividade de transporte, esta avaliação deveria ser feita considerando critérios de sustentabilidade. Dessa forma, este trabalho tem como objetivo propor e aplicar um método que possibilite a avaliação conjunta das dimensões que compõem o conceito de sustentabilidade. A aplicação foi feita para avaliar o desempenho das alternativas de transporte urbano de passageiros disponíveis no trecho Rio-Niterói. Verificou-se que a utilização de valores pontuais (e/ou médios) dos indicadores (e/ou medidas) para avaliar o desempenho das alternativas de transporte pode conduzir o gestor (público ou privado) a decisões inadequadas, pois deixa de levar em conta as incertezas associadas a cada indicador (e/ou medida) de sustentabilidade. Mesmo a análise de cenários não é capaz de mapear as possibilidades de ocorrência, deixando dúvidas sobre qual alternativa tem a maior probabilidade de registrar um maior nível de sustentabilidade sustentável. Dessa forma, aplicou-se a Simulação de Monte Carlo a fim de verificar quais os possíveis desempenhos registrados pelas alternativas bem como suas probabilidades de ocorrência. Notou-se, por exemplo, que embora o ônibus tenha apresentado um melhor desempenho no cenário referencial, é a barca quem tem a maior probabilidade de registrar performances consideradas adequadas. Além disso, apesar da literatura sobre mobilidade sustentável incentivar a substituição do transporte individual pelo coletivo, o automóvel a etanol demonstrou que poderia apresentar, com baixa probabilidade, o melhor desempenho dentre todas as alternativas. Destaca-se, também, que o automóvel a gasolina, opção mais utilizada no trecho em estudo, embora tenha maior probabilidade de ter desempenhos superiores à motocicleta, registrou o pior índice de sustentabilidade possível entre todas as alternativas. Por fim, foi possível observar que a medida que mais influencia o desempenho das alternativas de transporte individual é o custo, enquanto a mais relevante para as alternativas coletivas é o tempo de viagem. Esta constatação pode auxiliar o gestor na decisão sobre que ações deveriam ser tomadas para aprimorar o desempenho do sistema de transporte, tornando-o mais sustentável. Dessa forma, verifica-se que o método proposto pode ser considerado útil apoio a decisão, auxiliando no direcionamento das políticas governamentais no setor de transporte e no gerenciamento das empresas operadoras.
metadata.dc.description.abstractother: Traditionally, the performance assessment in transport sector is focused in the economic aspect, not always considering environmental and social dimensions. Although, due to the possible extent and magnitude of the impacts related to transport activities, this assessment should be done considering sustainability criteria. Therefore, this study aims to propose and apply a method that allows the joint evaluation of the dimensions that compose the sustainability concept. The application evaluates the performance of the urban passenger transport alternatives available in Rio-Niterói route. We verified that the use of specific (and/or average) values of the indicators (and/or measures) to assess the performance of the transport alternatives can lead the managers (public and privates) to inappropriate decisions, because do not consider the uncertainty associated to each indicator (and/or measure) of sustainability. Even the scenario analysis is not able to map the probabilities of occurrence, leaving doubts about which alternative is more likely to have a higher level of sustainability. Thereby, we applied the Monte Carlo Simulation in order to verify the possible performance of each alternative as well as its probability of occurrence. We noted that, for instance, although the bus had the best performance in the reference scenario, the ferry is the alternative with higher probability of reaching the performances considered adequate. Besides, despite the literature of sustainable mobility encourages the replacement of the individual transport to the collective, the car by ethanol demonstrated that could reach, with low probability, the best performance among all the alternatives. We also highlight that the car by gasoline, alternative used the most in the route under assessment, is more likely to have better performance levels than motorcycle. Nevertheless, the car had the worst performance level, among all the alternatives. Lastly, we found that the "cost" is the measure that most influence the performance of individual alternatives while "time of travel" is the most relevant to the collective ones. These findings could help managers to decide on what actions should be taken to improve the performance of the transport system, making it more sustainable. Therefore, the proposed method could be considered useful in the decision support, assisting in the leading of government policies in the transport sector and in the management of the operating companies.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/5963
Appears in Collections:MPA - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Vanessa de Almeida Guimarães.pdf2.75 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons